27/09/2016

Terceira idade canina: paciência é fundamental para cuidar de animais idosos

Amo animais velhos.... tenho toda paciência do mundo com eles..... 
------------------------
Companheiros de muitas brincadeiras e aventuras, os animais de estimação também chegam à fase da maturidade. Nestes momentos, além de dificuldades causadas pela idade, podem sofrer de doenças crônicas, que exigem cuidados redobrados. 

A médica veterinária Ana Maria Campos explica que a expectativa de vida de um animal de estimação varia conforme o ambiente a que ele está exposto, raça e condições de saúde e higiene. Em geral, cães de grande porte vivem
em torno de dez anos. Já cães de pequeno porte podem viver entre 12 e 18 anos. 

Quando chegam na fase madura, assim como um ser humano, passam a ter dificuldades que não existiam durante a juventude. Por isso, Ana Maria reforça que os tutores terão que gostar ainda mais de seu pet, além de ter muita paciência com o seu comportamento. A profissional explica que esse animal, possivelmente não vai mais enxerguar ou ouvir direito, e que será preciso ajudá-lo em tarefas simples do dia a dia, como encontrar uma acomodação para dormir, tirá-lo do sol quando estiver muito quente, ou mesmo auxiliá-lo no momento de fazer as necessidades fisiológicas. 

A alimentação equilibrada, sem gordura e sal, e o acompanhamento de saúde também são importantes. 

Será preciso visitar o médico veterinário para amenizar alguma dor ou desconforto', completa. 

Além disso, cuidados com higiene e de enfermagem também podem ser requisitados. 

No caso de cães idosos, as principais causas de morte são doenças crônicas, como insuficiência renal, e complicações cardíacas ou hepáticas. Ou ainda, doenças infectocontagiosas, as quais podem ocorrer quando não são aplicadas as vacinas necessárias. Em todos os casos, os tutores devem buscar a orientação de um profissional, para saber sobre o tratamento mais adequado, e assim garantir qualidade de vida e bem-estar ao pet.

FONTE: tudoetodas

7 comentários:

  1. A maioria dos meus bichos são idosos. Há um mês aproximadamente, resgatei uma cachorrinha idosa, pele e osso, num dia de chuva. Agora ela está bem. Já está criando uma aparência saudável. Ela não tinha nenhuma doença. Só está tomando agora o Artrin, pois caminha devagar, com as patinhas um pouco tortas, com um pouco de dificuldade. Demorou pra conseguir recolhê-la, pois ela apareceu e depois sumiu. Quando reapareceu, estava muuuuito mais magra e sofrida. Pobrezinha. Daí consegui ajuda pra resgatá-la, porque ela não deixava a gente chegar perto. Mas conseguimos.

    ResponderExcluir
  2. Hoje, perdi minha velhinha de 17 anos, 5 meses e 8 dias. Ela tomava remédio para o coração, enxergava pouco e não ouvia nada, mas, como toda velhinha orgulhosa, preferia que eu a deixasse voltar pelas perninhas dela quando eu a levava no quintal pra fazer suas necessidades. No último mês,ela ficou mais dependente, não atinava voltar para dentro de casa, mas continuava comendo bem a comida que eu fazia pra ela. Nos dois últimos dias, parou de comer. Se eu a levasse para a clínica, ela entraria no soro, mas não teria muito mais tempo de vida. Comecei a enfiar comida pela boca abaixo. Morreu, hoje, dormindo do meu lado. De fato, cães idosos requerem mais paciência da nossa parte, porque tudo é mais demorado. Eu a levava para fazer xixi e, muitas vezes, isso demorava uns 15min até ela entender o que eu queria que ela fizesse, mas, por outro lado, são tão frágeis, tão carentes que dá vontade de protegê-los. Amo os cães velhinhos. Já fui buscar alguns velhinhos no Centro de Zoonoses ou com protetoras para dar-lhes um final de vida digno. Todo mundo devia adotar um velhinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus sentimentos. Ela teve uma vida digna e feliz ao seu lado e isso é o que importa. Quem dera, todos tivessem a mesma sorte, não é?!

      Excluir
  3. Meus velhinhos tem maca, carrinho de bebê e fraldas geriátricas se precisarem. Sabem como é, mesmo sem toda aquela energia de filhote, eles voltam a necessitar 100% da gente e é preciso ter condições de mantê-los limpinhos e transportá-los com segurança quando for preciso ou mesmo para dar uma voltinha com eles.
    Juntos até o fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victoria , seus cachorros são grandes? Onde consigo maca para um cão de 50 quilos, se precisar? Por que imagino se acontece alguma coisa, Deus me livre, com o meu, que já anda com dificuldade, vou ficar no maior sufoco... Ótima ideia essa sua!
      Obrigada e abraços,

      Beatriz

      Excluir
  4. Deus está em toda parte mas com estes humanos abnegados que amam seus animais quando eles mais precisam deles, é que Ele prefere estar e se demora mais.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪