02/09/2016

Luisa Mel bate boca na web ao ser criticada por buscar escola vegana para o filho

Desculpa aê, mas, endosso tudo que ela respondeu.... Esta gente tem uma mania de ridicularizar o trabalho que  a gente faz que chega dar dor nos calos!!!!!
------------------------
A apresentadora Luisa Mel se envolveu numa nova polêmica na noite desta terça-feira ao compartilhar um depoimento em seu Instagram falando da dificuldade de encontrar uma escola adequada para o filho, Enzo, de 1 ano e cinco meses. Num texto em forma de desabafo, ela lamenta o fato de não encontrar no país escolas veganas (estilo de vida que exclui todas as formas de exploração contra os animais, principalmente no que se refere ao consumo de carnes e derivados animais).

"Amigos, estou passando um momento complicado e queria dividir com vcs! Estou procurando escola p o Enzo e tem sido devastador. Já sabia que ia ser complicado, pois não existe nenhuma escola vegana no Brasil", postou.

Defensora dos animais, Luisa foi além nas críticas e relatou seu descontentamento ao visitar algumas escolas de São Paulo.

"Mas o problema é bem pior... Estou visitando várias escolas, e
para meu desgosto descobri que muitas delas têm passarinhos na gaiola!!!! Muitas têm animais silvestres em cubículos com o argumento de que é bom para as crianças terem contato com animais. Semana passada estive com o Governador Geraldo Alckmin no Parque Ecológico Tiête, onde são encaminhados muitos animais apreendidos do tráfico de animais. O trabalho do parque é maravilhoso. Recuperam os bichos que sofrem (com o transporte e maus tratos )e muitas vezes conseguem reintroduzir os animais na natureza. Mas a grande maioria dos animais capturados pelo o tráfico morrem antes de chegarem ao destino. É uma realidade cruel. E está em nossas mãos transformá-la! Mas se as escolas que deveriam ensinar que animal silvestre não é nossa propriedade, que passarinhos têm que voar, que estes bichos são os agricultores da floresta estão fazendo justamente o contrário... Como esperam que isto vai acabar?!??!? A única solução é educação! A salvação é não ter compradores para que acabe realmente o tráfico!! Pelo amor de Deus, escolas, vcs têm muito o que aprender sobre animais! Contem comigo para ajudar! Eu sigo à procura de uma escola que possa ensinar, além de matemática e geografia, valores e respeito ao próximo, aos animais e a natureza! Somos parte de um todo!".

O post da apresentadora - que recentemente se envolveu numa polêmica ao criticar o cantor Latino por ter um macaco de estimação e também a atriz Deborah Secco por afirmar que voltou a praticar exercícios 28 dias após dar à luz -, causou revolta em alguns internautas. Luiza, então, rebateu as críticas em um novo desabafo:

"Oi! Confesso que fiquei com vontade de te responder com a mesma agressividade do seu comentário. Mas aí respirei e rezei. Vi que não iria adiantar nada. E se você está por aqui no meu Instagram, deve em algum nível respeitar o meu trabalho. Então, me esforcei e com todo respeito te digo que você está completamente errada em relação a mim e a minha causa. Para começar, não sou, nem nunca fui patricinha. Trabalho desde meus 9 anos de idade, pois minha família não tinha recursos. Por isso meu nome Mell, eu vendia pão de mel na infância (e tenho muito orgulho da minha vida). Quanto à situação do país, não, querida, eu não tenho culpa. Não é por pessoas como eu que o mundo está todo errado. Certamente é bem mais por pessoas ignorantes e agressivas como você mostrou. Se o mundo virasse vegano, não existiria mais fome no mundo. A pecuária é a principal causa do problema ambiental que o mundo enfrenta. 91% do desmatamento da Amazônia é devido a pecuária. E sem dúvida a humanidade não encontrará a paz enquanto for um destruidor impiedoso dos seres mais indefesos. Eu luto por um mundo melhor para todos. Que Deus ilumine o seu coração e abra sua mente!".


Apresentadora rebate internauta
Apresentadora rebate internauta Foto: Instagram

FONTE: extra.globo

13 comentários:

  1. Normal. Em cidades do interior é simplesmente impossível pensar nisso. A barra é muito mais pesada. Mas quanto as escolas que têm animais enjaulados, isso sim poderia ser combatido e DEVE mesmo. Se os professores já são assim ignorantes, imagina o restante da população! Aliás, a ignorância ambiental em geral é enorme. As pessoas falam, comentam, mas não sabem nem do que estão tratando. Um horror. Mas tudo tem de ter um início. Não dá pra desistir por tão pouco.

    ResponderExcluir
  2. estou de acordo c a Luiza Mell, aki no brasil, tb tem que ter hospitais, escolas, supermercados veganos, porque em outros paizes já tem, só o brasil, que tem que deixar de ser estagnado.

    ResponderExcluir
  3. Afonso Medeiros02/09/2016 11:19

    Espero que ela esteja procurando a escola vegana a pé!! Afinal inúmeros insetos são mortos toda vez utilizamos o carro para nos deslocar!!

    ResponderExcluir
  4. Afonso Medeiros, já ouviu falar em animais sencientes???

    ResponderExcluir
  5. Ótima resposta Luisa Mel!... Gostei! Arrasou! Vc é demais. Tem meu respeito e admiração pela sua luta incansável pela causa animal. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Luisa Mell, parabéns pelo trabalho maravilhoso, por sua luz e seu exemplo.

    ResponderExcluir
  7. A falta de escolas que ofereçam uma dieta vegana faz parte do atraso educacional do nosso país.
    A fislosofia de vida dos veganos é, por si só, uma aula de educação ambiental, tb voltada para sustentabilidade do planeta, sem contar com o sentimento da compaixão em respeitar todas as formas de vida.
    Evitar o sofrimento de animais com uma dieta carnívora, perversa e desnecessária, deve ser seguido e mostrado nas escolas. Quem tiver dúvidas que deixe de ir ao cinema e vá visitar um matadouro!
    Não acredito na propalada bondade de pessoas que comem animais. São especistas. Comem uns, adoroam outros. Pura conveniência afetiva.
    Sou vegana de uma familia vegana com crianças nascendo e crescendo saudáveis com esse tipo de alimentação.
    Minha querida SERENA, bela espécime canina da raça pitbul era vegana. Tlvez aí explicada a sua doçura!
    Não tinha correndo em seu corpo FORTE E BONITO o sofrimento de inocentes!
    PARABÉNS LUISA MEL, O MUNDO PRECISA DE MAIS GENTE COMO VOCÊ!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Luisa por sua atitude de paz! Existem milhares de motivos para as pessoas falarem e agirem de forma agressiva e raivosa. A inveja é um deles. A intolerância ao diferente é outro. Muitos ainda desconhecem o veganismo, ainda acreditam que os humanos são os donos de todos os seres, inclusive do Planeta que estão destruindo por total ignorância, falta de amor e egoísmo. Paz e Luz a todos os seres!

    ResponderExcluir
  9. O bom disso tudo é a polêmica que deverá gerar em favor da Causa Vegana porque se não for toda essa discussão a favor e contra o Veganismo, carnívoros continuarão a sua prática perversa e perfeitamente desnecessária de se alimentar com pedaços de cadáveres, porque alegam não se acostumaram (tadinhos) sem os despojos deles no prato. O problema é que animais também não se acostumam a morrer para alimentar estômagos humanos, mas morrem. Parabéns Luiza, a carinha do teu filho é a prova mais evidente de que ser vegano é tudo de bom e faz bem.

    ResponderExcluir
  10. Procura uma escola adventista.. é a única saída amiga!

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente, vivemos num país cuja a maioria da população é ainda muito primitiva e pior, de analfabetos funcionais: gente que não entende o que está lendo. Atenção pessoal irracional: estamos falando da falta de escolas veganas, não da falta de escolas ou de merenda! À propósito, quem reclama da falta de escolas ou de merenda, está fazendo o quê para inverter a situação?

    ResponderExcluir
  12. A essa pessoa que TENTOU ofender Luisa, eu diria, simplesmente, que se ela tivesse tido o BOM SENSO de NÃO TER FILHOS visto que não tem às condições necessárias - como de resto a maioria -, não estaria agora desfiando esse rosário de queixas sem fundamento, visto que suas dificuldades foram e são escolhas suas - não pode sustentar filhos a contento, não os tenha, simples. O que me enoja é que basta alguém defender os animais e lá vem essa gentinha torpe com a mesma cantilena de sempre...são tão estúpidos que não têm a menor capacidade de pensar em algo mais criativo. Parabéns, Luisa, pelo seu modo de agir e pela maneira como cria seu filho.

    ResponderExcluir
  13. Aplaudindo a Luiza pela elegância da resposta, eu já teria chutado o balde da mocréia,acho que vou cantar uns mantras, pra adquirir paciencia,quem sabe? ommmmmmmmm . ommmmmmmmm. ommmmmmmmmmmmm

    Escola com passarinho na gaiola é o fim da picada, essa eu nunca tinha ouvido falar na minha vida, putzzzzzzzzzzz grilo !!!

    É isso aí Luíza tá mais que certa em ser vegana, depois que parei de comer carne minha saúde melhorou 1000% e as pessoas que conheço que ainda comem, dizem que não gostam de ver como os animais são mortos porque não querem ver o sofrimento dos bichinhos

    SEIIIIIIIIIIIIIIII.....(me engana que eu gosto)

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪