Páginas

13/09/2016

Em peregrinação a Meca, cupom dá direito a sacrifício de animais sem fiel sujar as mãos

Meu Deusssssss, perdoe esta pecadora, mas, não consigo aceitar quem usa animais em sacrifício religiosos. Diante da tecnologia, os muçulmanos preferem facilitar do que parar de detonar os bichos..... Meu mundo não é este que vivo!!!!!
---------------------
Graças a uma ajudinha tecnológica, os muçulmanos que fazem a peregrinação anual a Meca não precisam mais sujar as mãos. O ritual do sacrifício de Eid-al Adha agora fica por conta de uma empresa especializada e que tem conexões com abatedouros.

9 comentários:

  1. Inadmissível o que fazem as pessoas em nome da "fé"! Se Deus existe, não quer que matemos suas criaturas!

    ResponderExcluir
  2. A humanidade está muito doente e não tem cura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suas palavras refletem meu pensamento Terezinha Winter. 'E triste o que os animais tem de suportar devido as mentes doentes da grande maioria da humanidade. Acredito que haverá uma limpeza do planeta e poucos sobreviverão em algum momento no futuro. Acredito e espero que aconteça pois não vejo solução para as mentes e coraçoes doentes destes que estão aí...

      Excluir
  3. nojentos!!!! na propria biblia sagrada, no velho testamento diz seja qual for as oblações que são sacrifícios serão abomináveis aos olhos de Deus. Lá em Isaías 66:3 em diante.

    ResponderExcluir
  4. Humanidade não tem mais salvação.

    ResponderExcluir
  5. "A ignorância, em todos os tempos, foi a grande aliada da perpetuação dos poderes. Nas trevas medievais, dominou o poder extraterreno da divindade, representado aqui pelos homens de Deus". - frase perfeita tirada de um texto de Pedro Augusto Pinho.

    ResponderExcluir
  6. Que nooooooooooojo !!!!!!!! é inacreditável >>>>>PQP <<<

    ResponderExcluir
  7. São desgraçados assim como todo planeta e seus matadouros para humanos se alimentarem

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.