23/09/2016

Casal chora ao se despedir de gato que seria sacrificado e vídeo repercute - RO

Pretinho parece que está se recuperando bem..... graças a Deus!!!! e a todos que ajudaram....
--------------------
Felino estava com problemas renais e casal não tinha dinheiro para cirurgia.
Despedida chamou atenção e moradores fizeram 'vaquinha', em Jaru (RO).




Uma despedida dolorosa chamou a atenção de algumas pessoas que estavam na recepção de uma clínica veterinária de Jaru (RO), a 290 quilômetros de Porto Velho. No estabelecimento, um casal chorava ao decidir sacrificar o gatinho de estimação por não ter R$ 350 para pagar a cirurgia do animal, que estava com problemas renais. Comovidos com a história, várias pessoas se solidarizaram e juntaram dinheiro para evitar a eutanásia do felino. O vídeo gravado no final de semana que mostra o momento da despedida já repercutiu na internet (assista acima).

Chamado de Pretinho pela família, o gato foi adotado por Osvaldo França Romano Alvarenga, de 22 anos, e Julia Vieira Batista, de 25, há cerca de um ano. Ele foi encontrado abandonado na rua, e logo se tornou o xodó da casa.

Há cerca de um mês o gato apresentou dificuldades e dor ao urinar. Julia conta que o problema se agravou e ela correu para o veterinário, sendo já diagnosticado com doença urinária. Em agosto eles conseguiram pagar um tratamento com internação e medicamentos em casa, porém a doença era grave e Pretinho só iria sobreviver se fizesse uma cirurgia.

A notícia deixou o casal desesperado, pois Julia está desempregada e a renda de Osvaldo não é alta como ajudante de pedreiro. Diante da situação financeira difícil, eles optaram por pegar R$ 100 emprestados e pagar para sacrificar o gato, pois sofriam ao ver Pretinho miando de dor.

"A gente fez o que pode para ajudar, só que agora não sabíamos mais o que fazer. Eu não tinha nem os R$ 350 para a cirurgia e nem condições de sacrifica-lo. Pegamos os R$ 100 emprestados para sacrificar", contou Osvaldo.

Quando levaram Pretinho à clínica veterinária para ser morto, Osvaldo e Julia não seguraram a emoção e choraram na despedida. Um jornalista que estava no local registrou a cena de amor entre o gato e seus donos e decidiu ajudar.


Casal chorou ao ver gato chorando de dor
(Foto: Maico Jean/ Reprodução)

Ao G1, o jornalista Maico Jean diz que já enfrentou a mesma situação, quando sua gata de 7 anos sofria de uma doença degenerativa e já estava surda e cega e iria ser sacrificada. Ao ver o casal aos prantos na clínica se despedindo de Pretinho, ele decidiu conversar com os dois. Ao saber da história não pensou duas vezes: ligou para amigos e conseguiu doações para pagar a cirurgia do felino, de R$350.

O jornalista destacou emocionado que o caso da sua gata não teve mais solução. Sentindo a dor de perder um animal de estimação, Maico decidiu ajudar o casal. "Era uma forma de diminuir a dor de ter perdido a minha gatinha para uma doença degenerativa", diz.

De acordo com a veterinária Mônica Regina, que fez a cirurgia do gato, o animal passa bem e permanece internado após a operação, que foi feita no final de semana."O gato precisa ficar em observação e também preciso acompanhar todo processo de cicatrização da cirurgia, mas ele está muito bem e logo vai poder voltar pra casa", ressalta.


Visita
Dois dias após a cirurgia, Pretinho recebeu a visita de sua dona. Julia contou ao G1 como foi ver o seu gato, que ela chama de filho. "Ele reconheceu minha voz e começou a miar. Senti como se ele estivesse me dizendo ‘a minha mamãe chegou’, relatou sorrindo.

Repercussão
Após o vídeo ir parar na internet, várias pessoas elogiaram a ação voluntária para evitar que o animal fosse sacrificado. "Imagino a dificuldade e o sofrimento do casal em ter que sacrificar um gato tão lindo e carinhoso como esse", escreveu uma internauta.

"Cena forte. Dá para ver que eles gostam demais do gatíneo e se tivessem dinheiro com certa não deixariam ele morrer assim. Eutanásia é uma situação que precisa ser debatida ainda", comentou outro usuário nas redes sociais.

8 comentários:

  1. Antes de qualquer coisa, não existe o termo "sacrificar" pra essas situações. "Sacrifício" é apenas e tão somente o animal que é morto em sacrifício por motivos religiosos. O termo mais próximo seria "eutanasiar", mas também não caberia totalmente, porque o gato teria salvação, desde que fizesse a cirurgia. E a eutanásia é aplicada só quando a pessoa ou o animal não tem mais como se curar e está a caminho da morte certa. Pra humanos não pode fazer eutanásia, mas pra animais pode. Enfim, o termo correto é MATAR mesmo. Ainda bem que o gatinho se salvou. Tenho vários gatos pretos e amo todos, de todas as cores.

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem, que eu acredito em ANjos!

    ResponderExcluir
  3. Estou abraçado do meu filhote Francisco e chorando de emoção e alegria por essa história terminar bem e que tenha sempre um anjo da guarda (os HUMANOS DO BEM) por perto para ajudar. Paz e bençãos para esse jornalista e o casal que tanto ama Pretinho.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom saber que ainda existe pessoas com amor no coração!

    ResponderExcluir
  5. O vídeo não apareceu aqui, para mim, mas o que me espanta é o veterinário, sabendo que o gatinho tinha salvação, aceitar matar, já que o casal não tinha dinheiro para pagar a cirurgia. Não que eu ache que ele teria que fazer de graça, mas fiquei pasma pela frieza do profissional... Ele poderia ter dado outras soluções financeiras, não acham? Querer é poder!

    ResponderExcluir
  6. Não é o poder aquisitivo que faz uma pessoa melhor que a outra. Esse casal mal tem um sustento, tiveram que optar em eutanasiar seu gatinho para impedir que continuasse a sofrer e mesmo assim, com dinheiro emprestado. O amor sincero deles salvou o bichano, pois as pessoas sentiram compaixão pelo sofrimento deles ao ter que se despedir do amiguinho.
    Agora, vamos torcer para que o gatinho se recupere 100%.

    ResponderExcluir
  7. Jorge Romano23/09/2016 19:26

    História complicada, triste e com final feliz. Mas que clinica é essa que iria eutanasiar um animal por causa de uma cirurgia de R$ 350,00 ?? Isso seria crime, já que o animal não era terminal.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪