12/09/2016

Cão "espremido" entre paredes não sofre agressões

Olha gente, as imagens não mostram um lugar ideal para o cão.... não dá para ver cobertura nenhuma. Reparem e digam se esperamos comportamento diferente de um cão com 8 meses.... Sabemos que vizinho é fogo, mas, o vídeo do cara não me convenceu muito.... Enfim posso estar totalmente errada....
------------------------
"Minha vida virou um inferno por causa dessa denúncia. As pessoas criticam e julgam as outras antes mesmo de saber a verdade". A afirmação é do dono de Bradock, de 8 meses de idade, o cão que estaria "vivendo" entre duas paredes no bairro do Guamá, em Belém.


Ao contrário do que foi publicado pelo DOL na última sexta-feira (02), a denúncia do cachorro que estaria sofrendo maus-tratos diariamente não é verídica. O dono do animal, que preferiu não se
identificar, entrou em contato e visitou nossa redação, e comprovou que o cachorro está bem e é saudável.

A publicação foi feita após o DOL receber uma denúncia, acompanhada de uma foto, alegando que o animal estava sofrendo, vivendo "espremido" entre duas paredes, sendo agredido e sem acesso à alimentação adequada.

Morador do bairro do Guamá há 25 anos, o dono do animal atribuiu a denúncia a uma desavença entre vizinhos.

"Eles (os vizinhos) vieram morar na rua depois (da minha família), e no começo até nos dávamos bem, mas depois tivemos um desentendimento. Se eles têm problemas comigo, que venham tratar diretamente comigo, mas não envolvam minha família nem o meu cachorro", disse.

No mesmo dia da publicação, o morador foi surpreendido pela visita de um homem que pediu para ver como estava o animal. Apesar da situação, ele autorizou que o desconhecido visse o animal ao mesmo tempo que explicava o que estava acontecendo nas redes sociais.

"Isso foi uma maldade de vizinhos", considerou. "A polícia veio em minha casa no mesmo dia, mas eu não estava. Essa história causou um transtorno imenso na minha família e no meu psicológico. Eu trabalho com o público, não poderia passar por uma coisa dessas. Já recebi ameaças de pessoas que param na porta da minha casa e que eu nem conheço."


-------------------
Matéria inicial:

Com olhar triste e espremido entre duas paredes, em uma residência no bairro do Guamá, em Belém, um cachorro estaria tentando sobreviver e, inclusive, sofrendo maus-tratos diariamente por quem deveria zelar pela sua segurança e conforto. A situação de abandono foi denunciada por um morador, que pediu para não ser identificado. Segundo o autor da denúncia, "o animal fica 24 horas nesse espaço, exposto ao sol e a chuva. É muito sofrimento. Ele chora o dia todo. Não aguento mais ver esse sofrimento, já denunciei até para a Polícia Militar, mas não me ajudaram muito”, disse.

(Foto: Via Whatsapp)

De acordo com ele, a residência em questão fica na avenida Perimentral, próximo o final da linha da UFPA. "Minha amiga mora ao lado da casa onde o cachorro está. Ela disse que ele chora o dia todo, pega chuva e sol, e que dificilmente o tutor do animal sequer colocar água para ele. Fui lá e tentei conversar com o tutor, mas foi super grosseiro e mal educado”, lamentou.
Para piorar a situação, o cachorro sofreria diariamente com agressões: "quanto mais ele grita, mais os tutores batem nele. Não sei mais a quem recorrer”, finalizou.

MALTRATAR ANIMAIS É CRIME
A guarda de determinado animal por vezes se alia ao sentimento de possibilidade de agredi-lo por punição ou mesmo por "ensinamento”.
As agressões, no entanto, são previstas de punição pela Lei de Crimes Ambientais – Lei 9.605/98:
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Ver tópico (5026 documentos)
Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.
1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

POLÍCIA CIVIL SE POSICIONA
A Polícia Civil (PC) informou que a Divisão Especializada em Meio Ambiente (DEMA), responsável por este tipo de ocorrência, não possui conhecimento da denúncia, pois nenhum Boletim de Ocorrência foi devidamente formalizado. Ainda de acordo com a PC, essas denúncias pode ser formalizada diretamente à DEMA, na Rodovia Augusto Montenegro, ou pelo telefone 181 (Disque-Denúncia).

Para comprovar os maus tratos é necessário fazer uma avaliação das condições em que o animal é submetido, como ausência de alimentação adequada, condições insalubres, falta de higiene, tratar o animal com agressões, 

13 comentários:

  1. A não ser que o cão tenha trânsito livre e "apenas" passe por essa greta quando lhe convém, mantê-lo nesse local é cruel e desimano. As imagens falam por si.

    ResponderExcluir
  2. Vem cá, quando alguém é denunciado, principalmente sobre maus tratos a animais, NUNCA é culpado. Já notaram? Como assim, acreditaram na conversa do cara? Foram lá verificar? Claro que não. Essa é boa, briga de vizinhos. Então por que não formalizaram a denúncia? Mesmo a polícia tem de ir lá ver. Já me aconteceu coisa semelhante e eu não tô acreditando nada nessa história!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Pode até ser verdade, mas por que ele não fecha essa passagem definitivamente, para evitar que o cão entre naquele lugar horrível? Agora colocou uma madeira solta, mas o cão consegue tirar essa madeira facilmente. E o pobre animal não pode nem engodar, porque se ganhar alguns quilos, corre o risco de ficar entalado nesse ... nem sei como chamar isso, corredor talvez?

    ResponderExcluir
  4. pra mim, é maus-tratos, pois o cachorro fica de pé o tempo todo, sem poder se locomover direito.

    ResponderExcluir
  5. E AI? O CACHORRO FICA PRESO LÁ NESSE BECO MESMO OU NÃO? E NÃO ACONTECEU NADA COM O DONO COMO SEMPRE NÉ?
    PELA REPORTAGEM NÃO DÁ PRA ENTENDER SE ISSO ACONTECE MESMO OU NÃO?

    ResponderExcluir
  6. ele vive nesse minusculo quintal,sem cobertura nenhuma????

    ResponderExcluir
  7. Pelo amor de Deus eu preciso de ajuda, pois tem uma casa aqui na minha rua no qual o dono abandonou cerca de 20 felinos, ele se mudou largando a casa e os animais abandonados, cuidamos deles, alimentamos todos, só que ele vai voltar e disse que vai sumir com eles.. nós abrigamos outros animais, minha mae tem 27 gatos em uma casa, não podemos abrigar mais nennhum por favor se conhecer alguem ou se vcs puderem ajudar entrem em contato comigo.. precisamos que alguém resgatem eles.. Ajudamos de alguma forma, mas eles precisam de ajuda urgente, alias tem 3 femeas que estão pra ter bbs.. tô desesperada..
    meu zap: 98714 2369

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amiga, vc. não diz em que cidade e estado está.... assim fica difícil.... se for aqui no RJ, faça uma denuncia no tel. 1746.

      Excluir
  8. As pessoas precisam aprender a ouvir os dois lados antes de julgar. Basta alguém postar qualquer coisa na internet, com imagens que apenas lhe são convenientes, atacando alguém e o pessoal já cai de pau encima.
    É preciso moderação, é preciso desconfiar, é preciso investigar. Não se esqueçam de que através de falsos boatos que percorrem as redes sociais, uma dona de casa inocente, uma pobre coitada foi morta por linchamento no Guarujá em São Paulo.

    ResponderExcluir
  9. É que a coisa não foi esclarecida. O cara respondeu tudo menos o que tinham perguntado: por que o cão estava entre as paredes? Havia comida e água pra ele? Ele tem um abrigo? Enfim, é um empurra-empurra. Quem foi lá verificar? Por isso ODEIO quando não dão todas as informações. Dá nisso, um monte de palpites inúteis.

    ResponderExcluir
  10. A conversa desse tutor não me convenceu muito não.Pra mim, ele prende sim o cão que "SÓ GOSTA DE FICAR NA SACANAGEM", pra eles poderem ficar nesse pedaço de quintal sem o cão perturbar. E além do mais, aquela talba (sic)foi posta ali só pra dizer que tem algo para impedir o cão de entrar ali. Ora, faça-me um favor. Protetores, olho nele !!!!

    ResponderExcluir
  11. Não dá para viver em um local como este, isso é cruel.

    ResponderExcluir
  12. Afina, em que local o animal fica o dia todo? Essa última reportagem não foi nada esclarecedora!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪