11/08/2016

Justiça impede uso de instrumentos que maltratem animais em rodeio

Bem, se algum juiz anular a liminar vai ficar comprometido como cúmplice de mais-tratos, crime ambiental, né mesmo? Se bem que a maioria detona a liminar e fica por isso mesmo.... Quem recorre a ouvidoria quando todo mundo é da mesma "turma", né mesmo? 
---------------------
Às vésperas da realização da Fenafep, decisão da Justiça pode inviabilizar rodeio (Foto: Divulgação)
Atendendo a pedido formulado em ação civil pública ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça de Prudentópolis (99 quilômetros de Ponta Grossa), a Vara Cível da Comarca concedeu liminar
proibindo o uso de instrumentos que maltratem os animais durante as apresentações de rodeio na VII Festa Nacional do Feijão Preto (Fenafep), a ser realizada neste fim de semana.

A decisão determina que as rés da ação (organizadoras do rodeio) “se abstenham de utilizar nos animais que participarão do rodeio no Município de Prudentópolis, previsto para ocorrer entre os dias 11/8/2016 e 14/8/2016, quaisquer apetrechos ou instrumentos capazes de provocar sofrimentos atrozes e desnecessários, especialmente o sedém (qualquer que seja o material confeccionado), a peiteira, a corda americana e as esporas rombudas ou com pontas, sob pena de multa diária de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), sem prejuízo de responsabilização administrativa, bem como penal de seus representantes legais.”

A decisão ainda pode ser objeto de recurso do Ministério Público, a fim de que seja proibido o rodeio.

Fonte: Massa news

5 comentários:

  1. Não apenas o uso de instrumentos maltratam animais em rodeio, o que maltrata os animais é o próprio RODEIO. Tudo ali é uma sessão de manejo anti natural com animais que não são voluntários para o show de horrores a que os obrigam participar e não nasceram para virar peteca na mão de metidos a valentes que adoram brincar de faz de conta porque não são corajosos de verdade.

    ResponderExcluir
  2. Em pleno século vinte e um, ainda precismaos de decisões judiciais dessa natureza!
    Será que a espécie humana não vai evoluir?Quanta barbárie!

    ResponderExcluir
  3. O que queremos é o fim dos rodeios, só assim acaba esse nhém nhém nhém...

    ResponderExcluir
  4. Já disse IMMANUEL KANT "Podemos julgar o coração de um homem (nação) pela forma como ele trata os animais". E como podemos julgar pessoas que fazem uso dos maus tratos dos animais para proporcionar "prazer" e "alegria" em troca de dinheiro? A Constituição Federal, proíbe a realização de eventos de qualquer natureza que impliquem atos de violência e crueldade contra os animais. E por que continuam a acontecer esses eventos senão pelo lucro que geram? Por que aqueles que deveriam estar sendo protegidos pela mão do homem, são os mesmos que sofrem maus trastos causados pelo próprio homem? Em que este espetáculo de selvageria, de imposição da vontade do homem sobre o animal, acrescenta aos nossos valores morais, senão ensinar às nossas crianças que valentia e atos covardes os fazem chegar onde querem? Precisamos repensar, pois são essas crianças que serão nossos governantes futuramente. Estamos em pleno século XXI, e o Planeta Terra pede mais consciência de nossa parte para evoluirmos. Está nas mãos de quem os defende, se desdobrar ainda mais compartilhando estas verdades, para que os que "só vão assistir", saibam realmente o que ocorre nos bastidores para que o show (de horrores) seja levado a público. O BEM ESTAR GERAL DA NAÇÃO E DO MUNDO ESTÁ NUM ÚNICO ATO, QUE PODE SER PRATICADO POR QUALQUER UM DE NÓS, O PODER DA ESCOLHA, portanto sejam conscientes, vão, divirtam-se, comam, cantem e dancem, mas na hora que anunciarem o rodeio, deem as costas. Sem platéia o show não ocorre, não ocorrendo, o sofrimento dos animais ali expostos será bem menor. O Planeta agradece e os maiores beneficiados seremos nós mesmos, já que sermos nós a prestar contas de cada um dos nossos atos.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪