07/08/2016

Como sobreviver a tantas perdas juntas? Cema, Bebel, Huguinho e Pitanguy?

Por conta das emoções do dia de ontem quando soube da partida inesperada da Izabel Cristina do Nascimento, presidente da SUIPA, só consegui dormi às 5 da manhã de hoje. Porém, às 6:30 estava dando remédio ao meu cachorro. Ou seja, passei a noite recordando as pessoas próximas que perdi tão recentemente como Iracema Hochman, meu vet Hugo Belo, Bebel e terminado Pitanguy que se foi ontem, também.

Sentei no computador disposta a escrever um texto sobre minha ligação com Izabel na luta pela causa animal. Ao procurar fotos no meu
arquivo achei muita coisa, inclusive, os vídeos que participamos juntas em programas. Chorei muito. Recordei inúmeras histórias durante estes últimos anos e  já com texto  bem adiantado, fui surpreendida pela queda de luz graças a uma ventania danada que atingiu meu bairro inteiro.

A luz só voltou às 18hs e ao reler o que havia escrito pela manhã conclui que era muito pouco para dizer o tanto de história a contar sobre ela. Talvez, um livro, quem sabe? Achei por bem, então, documentar, com algumas fotos, momentos inesquecíveis da minha vida com essas figuras que se foram me deixando meia sem chão.  Engraçado é que eu,  que estava com o pé na cova, estou aqui e eles....  

1 – Um dos momentos mais felizes da Bebel foi quando inaugurou o PAVEM em 12/06/99. Foi uma conquista enorme para todos nós. Eu e ela íamos muito juntas a eventos, manifestações, entrevistas, programas de Tv e rádio.... Enfim, nossa ONG “Fala Bicho” e SUIPA sempre foram parceiras na alegria e na tristeza. Era uma amizade de 23 anos que começou quando a Bebel assumiu a SUIPA. Não sei se vou suportar sua ausência... Estou totalmente sem chão e amanhã quero estar em condições de ir me despedir dela. Ao final, vejam matérias que saíram hoje na grande mídia.


Zezé Macedo e marido, eu, Bel e o Sr. Diniz. Atrás vemos Beth, Cidea e Andrea





2 – Achei muitas fotos de meu querido amigo e  veterinário da nossa “Fala Bicho”, Hugo Bello. Hoje faz uma semana que ele me deixou, também, sem me dizer tchau.... Muitas pessoas que nos massacravam quando estávamos conveniada com a Prefeitura do Rio, não tinham ideia do quanto trabalhávamos pelos animais. Esta foto simboliza. Nós atendíamos até animais usados em macumba. A pobre galinha estava com uma ferida enorme e, infelizmente, não resistiu. Estava toda quebrada internamente de acordo com o Raio X que fizemos dela. Hugo ia comigo desde rinha de cães a dar porrada em dono de companhia de rodeio. Roubamos tantos bichos com a parceria de PM´s amigos que ninguém tem a mínima ideia. Mesmo a gente não se vendo tanto ultimamente, saber que ele estava ali para me socorrer, me dava uma enorme paz..... 




3 – Iracema Hochman, protetora amiga desde 1999 e que se foi no princípio de maio, de alguma forma me disse adeus. Não esqueço sua fala pelo telefone quando já perto de sua partida: estou cansada.... não estou aguentando mais.... Dei um esculacho nela, mas, senti que ela não queria continuar.... Ela não suportava a separação dos seus filhos.....


Eu e ela na Av. Atlântica comemorando aniversário da SUIPA
A Bebel levou centenas de cães para passear em plena Copacabana


4 – No dia 06 de junho de 2000, fomos procurar Ivo Pitanguy para pedir que nos desse um depoimento contra a experimentação animal que seria incluído no nosso livro que veio a ser a primeira literatura brasileira sobre a antivivissecção. Seu nome é “A Verdadeira Face da Experimentação Animal” que está a disposição on line bem aí na coluna da direita do blog. Pitanguy vibrou com a ideia e nos deu este documento abaixo. Daí em diante nos falávamos com alguma frequência. Quando adoeci em 2012, ele já estava baqueando feio. Disse-me numa das últimas vezes que nos falamos: queria viver para ver muitas mudanças oferecidas pela tecnologia, mas, acho que não vai dar.... Não sei se deu porque desde lá não falei mais com ele, mas, fiquei muito feliz de vê-lo carregando a tocha olímpica, mesmo numa cadeira de rodas. Ele foi um dos homens mais educados que conheci.... acho que gostava de meu trabalho, pois, sempre tinha uma palavra de incentivo. Era uma honra ser sua fã. 

Flávia, eu, Pitanguy e Hugo Bello


Pag, do nosso livro "A Verdadeira Face da Experimentação Animal"

=========================

Izabel Cristina tinha em seu sítio cerca de cinco mil animais.
Presidente da Suipa sofreu um infarto fulminante.

Do G1 Rio

A presidente da Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), Izabel Cristina do Nascimento, de 63 anos, foi encontrada morta no sítio onde morava em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a família, ela sofreu um infarto fulminante.

Em seu sítio, ela deu abrigo para aproximadamente cinco mil animais, entre cães, gatos, cavalos e até porcos recolhidos nas ruas em situação de abandono ou vítima de maus tratos.

Na sociedade em que era presidente, a ativista era vigorosa na proteção dos animais. Dizia que todos os seres vivos merecem respeito e têm direito a viver dignamente, com solidariedade e da compaixão.

O sepultamento será na segunda-feira, às 15h, no cemitério Memorial do Carmo. O velório começa a partir das 8h, na capela A.

Isabel Cristina do Nascimento (Foto: Divulgação / Suipa)

============================


Isabel Cristina Nascimento sofreu um infarto e faleceu enquanto dormia
O DIA

Rio - A presidente da Suipa, Isabel Cristina Nascimento, morreu na manhã deste sábado, aos 63 anos. Segundo informações de parentes, ela era hipertensa e sofreu um infarto enquanto dormia no sítio onde morava em Niterói. Isabel foi encontrada por uma funcionária da instituição.

Ícone na defesa dos animais de rua, Isabel comandava a entidade há 27 anos sempre à procura de melhorias. Ela abrigava cerca de 800 animais em seu sítio em Várzea da Moças e doou seus dois imóveis para a Suipa, tamanho o seu amor pelo bichinhos.


Presidente da Suipa morreu aos 63 anos em sua casaFoto: Divulgação

"Foi embora uma guerreira que lutou para que os animais fossem tratados como eles realmente merecem. Ela tinha um coração sem tamanho. Toda vida para ela era importante, desde um ratinho a uma pessoa. Isabel tinha amor incondicional pela vida. Vai embora uma guerreira, a luz da Suipa foi embora", disse Paulo Rodrigues, ex-marido de Isabel e supervisor da entidade.

O velório será nesta segunda-feira a partir de 8h no cemitério Memorial do Carmo, na capela 2. O corpo será sepultado às 15h.

===============================

Morre Izabel Nascimento, presidente da Suipa
Amante incondicional dos animais, ativista tinha mais de 800 animais em casa e doou imóveis à entidade

POR O GLOBO
07/08/2016 4:30 / atualizado 07/08/2016 11:27



RIO - Ela transformou sua própria casa num abrigo para animais e doou os dois imóveis que possuía para a Suipa. Tudo isso por um amor incondicional pelos bichos. Assim era Izabel Cristina Nascimento, presidente da entidade há 27 anos, segundo o ex-marido dela, Paulo Rodrigues.

Além dos 800 animais que abrigava na própria casa, em Várzea da Moças, Niterói, Izabel cuidava com afinco dos mais de cinco mil que vivem na Suipa. Mesmo com as dificuldades financeiras que a entidade vem enfrentando nos últimos anos, não se deixava abalar e seguia trabalhando com paixão.

— Ela era uma amante sem restrições dos animais. Trabalhou como comissária da extinta Varig durante muitos anos, mas acabou se aposentando ainda jovem por causa de uma lesão na coluna provocada por um acidente que sofreu nos Estados Unidos, há cerca de 20 anos. Desde então, passou a se dedicar inteiramente à Suipa — conta Rodrigues.

A ativista começou a frequentar a entidade regularmente com o objetivo de levar comida para os animais. Até que um dia, Alberto Pinheiro, então presidente da Suipa, convidou-a para fazer parte da diretoria.

Izabel foi encontrada morta ontem pela manhã em sua cama, no sítio onde morava, por uma funcionária da Suipa. Aos 63 anos, ela era divorciada e não deixa filhos. Segundo Rodrigues, ainda não há um laudo médico, mas a suspeita é que Izabel tenha sofrido um infarto enquanto dormia.

O velório será amanhã, às 8h, no Memorial do Carmo, no Cajú, na capela 2. O sepultamento será às 15h, no mesmo local.

21 comentários:

  1. Sinto muito orgulho de todos vocês que deixam um legado incontestável. A luz de vocês não se apagará jamais.

    ResponderExcluir
  2. Sheila, nessa hora deve estar sendo formado num plano mais elevado uma turma boa para olhar pelos nossos bichos aqui da Terra. Vamos ter fé pra deixar a saudade menos doída. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Meu coração também está sangrando querida Sheila. Fui amiga da Bebel e falei com ela na sexta-feira pelo Whatsapp. Agora vejo nesse post seu que um grande e querido amigo também se foi: Hugo Belo foi veterinário de meus bichinhos durante muitos anos e, perdemos contato, numa época em que ele passava por sérias dificuldades pessoais, mas ele nunca saiu de meus pensamentos. Mais um para eu orar e pedir que continuem olhando por nós e pelos animais a quem tanto amamos. Amanhã também estarei lá pra dar meu adeus à querida Bebel.

    ResponderExcluir
  4. O céu está em festa e todos os animais aos quais ela ajudou estaram esperando por ela.Que Deus a abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Descanse em paz, Deus a recompensará por tudo o que fizestes aos animais!

    ResponderExcluir
  6. Lamento profundamente por tudo e por todos...

    ResponderExcluir
  7. Márcia Magalhães08/08/2016 00:38

    Ainda em estado de choque com a noticia da morte de Izabel e extremanente preocupada com o futuro da Suipa e de todos os animais pelos quais era responsável. Tive a oportunidade de conviver com ela por alguns anos e pude testemunhar sua devoção à Suipa e seu amor incondicional pelos animais. Era uma pessoa sincera e coerente em suas atitudes. Não hesitava em expor suas opiniões. Verdadeira e direta, fazia a diferença na defesa da causa animal. Espero que essa lacuna que se abre com sua partida possa, de alguma forma, ser preenchida com a união dos verdadeiros protetores que lutam diariamente para minimizar o sofrimento desses seres indefesos. Tristeza grande e muitas saudades. Márcia Magalhães

    ResponderExcluir
  8. Lamentável, uma grande perda para a Proteção Animal...Espero que a pessoa que vá substituir ela na SUIPA, siga o caminho do respeito aos animais, como ela fazia.

    ResponderExcluir
  9. Sheila quando vemos hoje principalmente em vésperas de eleições certas figuras recém surgidas na causa usando o discurso fake de que estão há décadas lutando pelos animais percebemos o quanto fazem falta os registros daqueles que foram pioneiros. Atividtas ou protetores que errando ou acertando contribuindo para a história da proteção animal no Brasil. Faltam registros para quem acabou de descobrir no facebook que essa causa existe. Chamam aos que ousam critica los de velhos. Mal sabendo da luta que existiu para que se chegasse até os dias de hoje com o reconhecimento da grande mídia de que existem sim quem defenda animais neste país. Que bom saber que existem provas de que muito antes dos mega resgates marqueteiros de hoje já existia quem os fizesse por amor e respeito verdadeiro pelos animais indefesos.

    ResponderExcluir
  10. Pessoas iluminadas se vão sem dar aviso... é uma passagem rápida onde, do outro lado, espíritos de luz já estão aguardando. Dói pra quem fica... dói muito... mas precisamos entender o que o Universo nos diz! Sinto muito Sheila! Um abraço apertado.

    ResponderExcluir
  11. Obrigada por compartilhar as lembranças da sua vivência com essas pessoas tão especiais. Como jornalista, tive um ligeiro contato com Dr.Ivo Pitanguy, e não sabia da sua posição quanto aos outros animais.

    ResponderExcluir
  12. Sem palavras Sheila. A morte faz parte de nossa vida, mas é difícil lidar com a partida. Certamente o céu ganhou uma guerreira que morreu em paz. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Meu coração está com vc Sheila, e com todos aqueles que sentem essa grande perda. Na verdade agora ela virou um anjo com asas e com uma expansão de consciência ainda maior. assim, depois de se recuperar da passagem, ela voltará com todas as forças para ajudar de lá, todos os nossos irmãos menores. A saudade é obvia, mas o reencontro é certo para os que são amigos. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Uma grande perda para todos nós. Sentiremos muito a falta dela, humanos e não humanos. Um espírito iluminado, corajosa, devotada, transbordando amor e compaixão. O céu a recebeu em festa. Meus sinceros sentimentos.

    ResponderExcluir
  15. meus sentimentos, meus pesames, que é uma perda triste.

    ResponderExcluir
  16. FORÇA e FÉ EM DEUS SEMPREEEE .... OS ANIMAIS DO RIO PRECISA DE VCS!

    ResponderExcluir
  17. Ainda em choque, ainda tentando crer no falecimento da Izabel e no temor pelo que ocorrerá com a SUIPA sem sua presença.
    Bacana ver as fotos que fez com ela, Sheila.

    ResponderExcluir
  18. Rezar por ela agora é acender mais uma luz no seu iluminado caminho.

    ResponderExcluir
  19. Imagino a sua dor que é a de todos nós Sheila. Fica Bem !

    ResponderExcluir
  20. Sheila, apesar dessa dor por tantas perdas, levante e siga firme e forte. Você ainda está aqui, e não é por acaso. Tem seu importante papel na proteção dos animais e ninguém que faça esse lindo trabalho de amor deve enfraquecer, jamais. Essa luz é eterna, dos que se foram mas não morreram, e dos que estão aqui. Somos ligados por essa luz e vc sabe que é crescente, só quem está nessa causa há muitos anos sabe o quanto é dolorosa, mas está crescendo sim pra nunca mais ter volta. Cada conquista é uma alegria imensa, e cada perda é mais motivo pra lutar mais e mais.

    ResponderExcluir
  21. Minha avó dizia que o problema da velhice não eram as dores e doenças, mas a contante partida de pessoas queridas. Viver é acumular perdas e ganhos.Sempre é injusto e doloroso dar adeus aos amigos, mas DEUS faz suas listas independente de nossas preferencias . Não sabemos a razão , mas em virtude disso tomamos atitudes e assumimos situações das quais jamais passariam por nossas cabeças para ajudar um sonho continuar. É na dor que o AMOR se fortalece , eu sou Kardecista , mas não acredito na morte, acredito em outra MISSÃO, fomos criados para servir e honrar as VIRTUDES DE DEUS, quem não compreende isso vive sofrendo em seu egoísmo e vaidade sem sentido.Quem CUMPRIU o seu papel evolui um pouquinho cada vez e passa a assumir novas tarefas. Quem reprova perde a si mesmo e volta pro "balaio".Fica em PAZ , porque o AMOR QUE CONQUISTASTE TE PERTENCE para SEMPRE.
    Um grande e carinhoso abraço de Curitiba.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪