29/08/2016

Cachorra mais famosa do Calçadão de Santa Maria morreu sábado - RS

Gente, o vídeo é de 2015 contando sobre a adoção. Quando eu digo que cachorro troca tudo por um dono que lhe dedique atenção não é a toa..... A Gorda partiu atendida e com gente que a amava...
----------------------
Família que adotou a cadela da rua conta que ela morreu em função da velhice

Uma das personagens mais populares da cena cotidiana de Santa Maria morreu no sábado, com
aproximadamente 22 anos. Gorda, como ficou conhecida a cadela de rua que habitava o Calçadão, viveu seus últimos anos em uma casa quentinha e confortável, cercada de carinho da família que a adotou.


Assistida pela veterinária Silvia Schultz e da família que a adotou em setembro de 2010, a Gorda morreu em casa. Conforme a estudante Laura Godoy Fighera, 18 anos, uma das integrantes da família adotiva, Gorda teve uma morte tranquila, em decorrência principalmente da velhice.

– Dói ver as fotos dela. Dói mais ver os outros cachorros que temos, que eram companheiros dela, procurando-a e sentindo sua falta. Ela era uma cadela única, extraordinária. Sempre carinhosa – lembra Laura, "irmã adotiva" de Gorda.

Gorda foi a cadela mais popular de Santa Maria. Conforme relatos, ela teria vivido por mais de 10 anos nas ruas. Seu lugar preferido era o Calçadão, onde transitou por manifestações, protestos e campanhas que lá ocorreram. Ali, ela ficou conhecida por todos, de quem recebia comida e carinho. Gorda era tão famosa que tinha até comunidade na rede social Orkut, e página no Facebook.

Em 2010, ela foi adotada, depois que uma campanha foi lançada por protetores dos animais para que um lar fosse encontrado para a cadela, em função de sua idade avançada. Durante a ação, muitas pessoas se manifestaram à favor da permanência dela na rua como animal comunitário, mas a família da contadora Luciele Godoy, 43 anos, tratou de providenciar uma casa para a Gorda.

Em setembro do ano passado, quando completou cinco anos de sua adoção,Gorda foi tema do projeto do Diário Meu Pet é Pop, com direito a fotografias e vídeo. Na época, a cadela, que já estava mais fraca e com passos mais lentos, ainda tinha disposição para cuidar o movimento da rua e brincar com os demais animais da casa.

– Ela uma filha para todos nós. Era um anjo. Sempre falava que a Gorda era muito evoluída, tinha um espírito de cativar e aproximar as pessoas, tanto humanos quanto os animais. A minha filhota Gorda vai fazer muita falta para mim – lamenta Luciele.

Segundo a família, Gorda gostava de pizza, adorava ser celebridade e tinha paixão por ser fotografada.

– A gorda vai seguir em nossas lembranças sempre. Em cada canto aqui de casa, assim como em cada um de nós, ela marcou de maneiras diferentes e únicas. Vamos sentir muita falta dela – diz Laura.

O animal foi enterrado na tarde de sábado, no jardim da casa em que morava, no Centro da cidade. No local, foram colocadas flores e será plantada uma árvore, a qual Gorda era acostumada a se deitar embaixo.

9 comentários:

  1. Deus abencoe as pessoas que lhe deram um lar quando mais prwcisava e descanse em paz a pekena gorda<3

    ResponderExcluir
  2. Gratidão a familia que a recebeu como uma filha com certeza ela esta no céu olhando por todos que conviveram com ela que DEUS abençoe e proteja essa familia amorosa que deu a essa menina amor cuidados e respeito

    ResponderExcluir
  3. Partiu para Outra Dimensão tendo conhecido o lado bom do ser humano e tendo retribuído em amor todo o amor recebido. Com certeza missão cumprida, Gorda, e bota "bem cumprida" nisso, descanse em paz e volte logo.

    ResponderExcluir
  4. Que Deus abençoe essa família que deu um lar de verdade a ela e permitiu que finalasse os seus dias em paz, com amor e carinho!! Vá em paz Gorda!!

    ResponderExcluir
  5. a gorda, em vida chegou conhecer o amor dos protetores dela.deus esta c ela c o anjo.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns à família que a adotou. Lindo gesto de amor. A Gorda está feliz lá em cima.

    ResponderExcluir
  7. É claro que ficamos muito tristes com a partida deles, mas fizemos o que a maioria das pessoas não é capaz de fazer: tirar um vira lata da rua, cuidar, amar, proteger e dar uma vida boa e tranquila.
    Gorda foi feliz e isso é o que importa.

    ResponderExcluir
  8. Difícil conter as lágrimas, tive uma gorda na minha vida, ela se foi com 15 anos😢

    ResponderExcluir
  9. Luiz Camargo31/08/2016 16:14

    Mais um anjo que sobe ao céu pra olhar por tantos outros descanse em paz

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪