11/06/2016

Estudante protesta após cadela voltar de pet shop traumatizada e com corte na pata: ‘Revoltado’

Mais um caso, né? eu só tenho a dizer o seguinte: tem tosadores nojentos mesmo e a classe deveria expulsar estes para que todos não fiquem conhecidos pelas barbaridades feitas. 
Agora, eu só pergunto o seguinte: ONDE ESTAVA O DONO NA HORA DO FATO? em casa, provavelmente deitado, esperando o cachorro chegar depois de encarar um ambiente estranho, barulho de secador, um desconhecido manipulando enquanto uma máquina cortava o pelo dele e tudo mais que envolve uma tosa e banho.... Só lamento pelo animal e pelo olhar dele é que falo. Quem é o primeiro culpado? o DONO QUE, POR COMODIDADE, deixa o bicho nas mãos de desconhecidos. Agora reclama? pobre Madona....
----------------
Madonna, de 9 anos, vem apresentando um comportamento estranho há cerca de uma semana, depois de voltar de um pet shop onde deveria receber tosa e banho com um corte na patinha. Segundo o dono, a cadela tinha, além de cinco pontos já suturados, o olho inchado e um ferimento sob uma das patas. 

O estudante João Torres, de 18 anos, também afirma que ela voltou para casa, depois de três horas na loja, completamente mudada e visivelmente amedrontada:
— Agora ela anda acuada e ameaça morder — diz João, que costuma resgatar animais de rua: — Tenho 12 gatos, uma vira-lata e um pastor belga, de que cuido junto com meus primos. Nunca tinha
visto nada assim — conta o estudante, que registrou ocorrência na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e escreveu um relato no Facebook. O texto, acompanhado de algumas fotos do ferimento, viralizou e, até a hora da publicação desta matéria, já tinha mais de 15 mil compartilhamentos.

O estabelecimento onde Madonna foi atendida, a clínica veterinária Dog & Cat, no bairro de Piedade, no Rio, explicou ao EXTRA que o corte aconteceu acidentalmente, e diz que o animal foi atendido prontamente, onde recebeu três pontos:
— O acidente aconteceu quando a cadela tentou morder o tosador. Não há justificativa, isso não deveria acontecer, mas prestamos socorro e o veterinário que trabalha conosco tratou o corte imediatamente — afirmou Carolina Stuart, sócia da loja, que atua há 12 anos na área. A empresária acredita que Madonna possa ter tentado morder os pontos e, por isso, segundo ela, estão com uma aparência diferente da que a clínica esperava na foto publicada pelo cliente. Carolina também desconhece os demais ferimentos relatados pelo cliente.

Nesta quinta, João escreveu um novo relato, depois de uma visita à Sociedade União Internacional de Proteção aos Animais. “Ontem À noite estávamos estranhando que ela não estava levantando, urinou e evacuou deitada. Quando conseguimos pegá-la, estava cambaleando, como se a parte de trás da coluna dela estivesse deslocada ou quebrada. Conclusão: o veterinário diagnosticou que não havia osso quebrado ou torcido, nem nada nos músculos, e sim um problema neurológico, e que isso podia acontecer devido aos pulsos nervosos ou poderia ser relacionado a um processo pós traumático. Lamentável!”, contou o rapaz.

Confira, na íntegra, a carta enviada por Carolina em nome da loja:
Primeiramente, gostaria de agradecer a oportunidade que a mim foi concedida por este renomado jornal, para relatar o lamentável fato ocorrido na última quinta-feira no nosso estabelecimento, que já está há doze anos no mercado com prestígio no bairro e conta com uma cliente fiel e satisfeita.

Gostaria de nessa mesma oportunidade, esclarecer que se trata de um acidente, sem nenhum dolo da parte do profissional que fez a tosa, que infelizmente ocasionou um pequeno corte na pata do animal e que imediatamente foi socorrido pelo veterinário responsável da loja um profissional experiente e gabaritado no mercado.

Foram realizadas na area de lesão a tricotomia e a assepsia e, após esses procedimentos, o animal foi submetido a anestesia local com lidocaina sem vasoconstrictor ao redor da lesão. Em seguida, o ferimento foi devidamente suturado com fio de nylon 2-0, com três pontos denominados sutura horizontal de WOLFF. Por se tratar de uma área de intensa movimentação, a realização de um curativo compressivo é inviável em momento inicial. Além disso, o cliente recebeu toda a medicação necessária para o tratamento e recuperação do animal, sem nenhum ônus, inclusive o Pet Shop se colocou á disposição para continuar o tratamento até o pleno restabelecimento do animal, o que foi recusado pelo cliente que se mostrou mais interessado em hostilizar a empresa em rede social, incitando os internautas a fomentarem o fato de forma injusta e agressiva, sem nenhuma chance de defesa por parte do estabelecimento.

Quero deixar claro que não estamos nos eximindo da nossa responsabilidade em reparar o dano sofrido pelo animal, só não podemos admitir sermos tratados de forma tão hostil e sermos injustamente acusados de maus tratos, o que configura uma ação criminosa e inaceitável em nosso estabelecimento e em qualquer lugar que seja. Quanto a esta calúnia, já estamos tomando as devidas providências junto ao departamento jurídico da empresa e temos certeza de nossa boa índole e boa-fé que até hoje nos tornaram bem sucedidos no mercado.

Procuramos a família para prestar toda a assistência devida, porém recusaram qualquer tipo de reparação da nossa parte. Estamos à disposição para qualquer esclarecimento e reitero que jamais houve de nossa parte qualquer omissão ou inércia em tentar amenizar o problema dando todo atendimento necessário ao animal.
Carolina Stuart - Dogs & Cats

5 comentários:

  1. Não há explicação plausível para um animal vir machucado de um lugar onde ele deveria ter sido antes de tudo respeitado. Aliás os Pet's deveriam deixar os donos acompanharem o banho para ver como se comporta seu animal. Vai uma ideia aí, coloquem um câmera e uma tv e os donos podem acompanhar o banho.

    ResponderExcluir
  2. Já vi gente deixar o animal no pet e sair para beber cerveja, almoçar fora, comer pastel...

    ResponderExcluir
  3. Jorge Romano11/06/2016 19:04

    Mais um animal que sofre por conta do idiota do seu IRresponsável. Por que deixar o animal "abandonado" na pet? São poucos minutos, não vale o sofrimento do animal. Tem que haver janela envidraçada ou camera. Esse negócio de que o animal fica agitado vendo o dono e pago de mal profissional que prefere trabalhar as escondidas. Fico pensando no meu filhote ser devolvido desse jeito. Ferimento com sutura???

    ResponderExcluir
  4. Nunca levei meus animais nessas porcarias de pet Shops, comprei uma máquina de tosar, toso e dou banho em casa, não dou meu dinheiro para esses carniceiros, que lucram com os animais, mais não tem respeito nenhum por eles. Essa cachorrinha, além do corte, ela com certeza também foi agredida, para estar com problemas neurológicos. O tutor também é culpado, por deixar o animal em mãos de gente despreparada, sem experiência com animais. Mais eu processaria esse pet Shop...

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho pet Shoop, a mais de 10 anos mas graças a DEUS Nunca aconteceu nada que de maus tratos ou coisa parecida,para trabalhar em pet Shoop tem que amar muito os animais e gostar do que faz, peço sempre a DEUS que nunca aconteça, porque se fosse o meu animal eu não iria gostar nada nada.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪