20/06/2016

Casinhas nas ruas: proteção ou institucionalização do abandono?

Eu sei que a intenção é a melhor do mundo, mas, estou provando, mais uma vez, que isto coloca em risco os animais. Olha só este caso abaixo e lembro este Colocaram fogo nas casinhas dos cachorros - São José dos Campos - SP . Mais outros casos LEIA AQUI.
-----------------------

Ong está fazendo casinhas para abrigar cães abandonados nos dias frios
Nesta cidade em SC, os cães de rua ganharão 500 casinhas para abrigá-los
O que podemos aprender com a forma como Cuba trata seus animais de rua
Prefeitura de Brusque estuda implantar alojamento para animais de rua
Com baixo custo, londrinenses constroem abrigo para cães; saiba como fazer

O vereador Jorge da Farmácia (PDT) retirou da discussão o projeto de lei 179/2016 que previa a instalação de abrigos para cães abandonados nos terminais de ônibus do município. A medida seria
debatida em primeira discussão hoje (15) no Legislativo Municipal e tinha um parecer contrário da Comissão de Legislação, Justiça e Redação (CLJR). Jorge ressaltou que vai “melhorar o texto” da iniciativa para que o projeto volte a tramitar.

Jorge explicou que pretende se reunir com a Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para melhorar a redação do projeto e torna-lo constitucional. “Vamos nos reunir nos próximos dias para debater o texto e melhorar a redação. Acredito que o projeto é relevante e só precisa ser ajustado”, comentou o vereador. A iniciativa gerou polêmica nas redes sociais.

Proposta
A proposta de Jorge obrigaria a Prefeitura de Ponta Grossa a instalar casinhas para cachorros nos terminais de ônibus de Ponta Grossa. O projeto de lei 179/2016 propõe que o município instale ao menos três casinhas em cada terminal de ônibus. Iniciativas semelhantes já foram implantadas em cidades como Piraquara e Curitiba.

Na justificativa do projeto, Jorge lembra que o grande número de cães de ruas soltos nos terminais chama a atenção dos usuários do transporte público. "O projeto visa determinar ao poder público mais cuidado com estes animais trazendo para a comunidade uma lição de solidariedade", explica o texto.

Fonte: A Rede

4 comentários:

  1. Particularmente, não sou a favor de animais comunitários. Os seres humanos não são confiáveis e o que agrada uns, desagrada a outros, que podem usar de ações violentas contra os animais. Não podemos institucionalizar o abandono, aliviando nossas consciências com ações paliativas. Animais precisam ser domiciliados e ter responsáveis por eles. Os abrigos estão lotados? Temos que encontrar outras soluções, como as cooperativas regionais, por exemplo. Mas, enquanto a proteção animal não se unir de fato ; ficar se degladiando e apontando erros uma dos outros, não teremos ações efetivas dentro da causa.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, o ser humano não é confiável. Alguns não respeitam nem os animais que estão passeando com seus donos. Há casos em que pessoas e animais foram ameaçados de morte. Imaginem vocês se estiverem abandonados nas ruas. Destroem as casinhas e matam os bichos. DEUS deve estar arrependido de ter criado o ser humano a sua imagem.

    ResponderExcluir
  3. karina medaglia20/06/2016 18:17

    olha infelizmente não há lares para todos, todos os protetores que conheço em Ponta Grossa estão lotados, será que é diferente em outras cidade? e considerando também que muitos estão melhor na rua tendo quem cuide do que num fundo de quintal amarrado em uma corrente comendo sobras de comida, confinar animais acostumados com espaço chega a ser criminoso, temos sim que educar as pessoas, as crianças para respeitar animais e não escondê-los em abrigos ou similares, misturados, carentes,fazendo de conta que o problema esta resolvido...

    ResponderExcluir
  4. Eu também não sou a favor de cães comunitários que dormem nas ruas, na minha opinião, a melhor solução seria encontrar um lugar fixo e seguro onde os animais pudessem passar a noite, como uma casa ou comércio, porque realmente os animais correm risco. No entanto, é difícil encontrar um cidadão que queira colaborar e abrigar o animal, mais difícil é encontrar lar para todos e é uma maldade tirá-los da liberdade para alojá-los em canis lotados.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪