06/06/2016

Cadelinha que foi expulsa de igreja é retirada da cidade - Monte Horebe - PB

Graças a Deus!!!!! o ativismo da proteção animal está maravilhoso!!!!! Axé para as companheiras tão queridas!!!! Abaixo está todo histórico do caso. O tal "padre nojentinho" foi criticado pelo Brasil inteiro!!!!!
------------
A cadelinha Alaíde, da cidade de Monte Horebe, que comoveu o país inteiro após a tentativa de expulsão da igreja (Paróquia São Francisco de Assis), um dos seus espaços preferidos foi retirada do município nessa quinta-feira (2). 

Aláide havia sofrido um atentado ano passado quando jogaram água quente em parte do seu
corpo e após matéria publicada pelo Diário do Sertão ganhou simpatizantes do Brasil inteiro, inclusive do Padre Fábio de Melo que chegou a compartilhar a postagem do noticioso do Sertão paraibano.

Uma equipe da cidade de João Pessoa e de Campina Grande vieram especialmente a Monte Horebe para fazer o resgate de Alaíde, que após passar uma cirurgia na capital (para não ter filhotes), será adotada a uma campinense, que já é dona de outros seis cães. O momento de despedida de Alaíde foi marcado por muita emoção e lágrimas, pois a jovem Jéssica Dias estava acostumada a cuidar da cadelinha, mas disse não ter disponibilidade para adotá-la.

O apoio a causa da cadelinha e resgate na cidade sertaneja partiu do Fórum Municipal de Proteção e Bem Estar Animal da cidade de Campina Grande, através de Socorro Souza e Rodrigo Freire, além de Andreia Medeiros da ONG Missão Patinhas Felizes e Michelle Cristina, da ONG Harmonia dos animais abandonados (HARPIAS), além do apoio da jovem Jéssica Dias, de Monte Horebe, que alimentava e medicava a cadela.

A cadelinha que comoveu o país com sua história agora tem novo endereço e sua nova protetora e tutora é Magna, da cidade de Campina Grande. O resgate foi idealizado por Andreia Medeiros com o apoio instituição da ONG Harpias, que presidida pela advogada e vice-presidente do Comitê de Defesa Animal da OAB na Paraíba, Catharina Andrade.

Socorro Souza disse que foi graças a repercussão do caso a nível nacional, que conseguiu essa adoção definitiva para Alaíde.
“O fato em si é comovente e para garantir a segurança e o bem estar físico e psicológico da cadelinha Alaíde, ela será retirada da cidade que apesar de tê-la condenado a viver na rua ela ama, apesar dela demonstrar respeito as dores de quem perdeu um ente querido e ir ao enterro mostrando que mesmo na dor, a esperança e a vida continuam, não a enxergaram, apesar dela demonstrar a todos na escola da cidade quando ia assistir às aulas junto com alunos e demonstrou bom comportamento, ficando quieta e acompanhando a todos no fim da aula, ela não foi adotada e por fim, na casa de Deus, cujo padroeiro é São Francisco de Assis, protetor dos Animais, ela não foi bem-vinda” argumentou a defensora da causa animal.

Despedida
Alaíde parecia sentir que era sue último dia na cidade de Monte Horebe, pois nessa quinta-feira (2), Jéssica Dias a levou para casa, mas ela fugiu e foi para escola. Depois a jovem foi buscá-la e novamente a cadelinha saiu de casa e foi para a Igreja, e somente pela terceira vez, já quase noite, ela ficou em casa, quando foi resgatada.

Interessados

A reportagem foi visualizada, comentada e compartilhada por centenas de brasileiros. Mais duas pessoas se interessaram em adotar a cadelinha, uma da cidade de Cajazeiras e outra de Poço José de Moura, mas as entidades de proteção animal chegaram primeiro e asseguraram um final feliz a Alaíde.

Fonte: Paraiba.com
------------------------
Depois de queimada viva, cadelinha que não perde missa pode ser expulsa da Igreja

“Ele falou até em sacrificar, mas ela [Alaíde] não tem doença e não é minha. Apenas cuido dela, mas ela é de rua” Disse Jéssica

A cadelinha Alaíde, que comoveu as redes sociais no ano passado após ser queimada com água quente, agora volta a ser motivo de polêmica na cidade de Monte Horebe, região de Cajazeiras, na Paraíba.

Alaíde é uma assídua frequentadora da Igreja Matriz da cidade (Paróquia São Francisco de Assis), da escola, da Praça, em fim, uma moradora da rua, mas há quatro anos é alimentada, cuidada e medicada pela jovem vendedora Jéssica Dias.

Ela entrou em contato com a reportagem do Diário do Sertão nesta sexta-eira (27), para confidenciar que o novo administrador paroquial, Francisco Mendes (Padre Mendes) não aceita a presença da cachorra na Igreja e já lhe pediu uma solução imediata.

De acordo com Jéssica, o padre alega que a cadelinha, que não perde uma só missa, fica com as “pernas abertas no altar”, além de ser um local para seres racionais, a cachorra é “fedorenta”.

A vendedora informou que o assunto tem gerado mal estar na cidade, pois o Padre Mendes foi o primeiro a se opor a presença de Adelaíde na igreja.

“Ele falou até em sacrificar, mas ela [Alaíde] não tem doença. E ela não é minha. Eu apenas cuido dela, mas ela é de rua”, Revelou Jéssica Dias.

O outro lado
Procurado pela reportagem do Diário do Sertão, o padre contou que Alaíde anda incomodando muito, porque suja a igreja e as crianças que frequentam o local ficam brincando com a cadela correndo risco de doenças.

O sacerdote explicou que a cachorra está doente e fica se coçando durante a celebração e perdendo os pelos.
Padre Mendes alegou que Jéssica diz não ser dona da cachorra, mas prometeu procurar as autoridades para resolver o caso da melhor forma.

FONTE: diariodosertao
______________________________________________________________

Sousense repudia ação de padre em relação a cachorrinha: ‘alma sebosa revestida de padre podre’

Cicera repudiou a ação do padre e postou um texto em sua rede social

A fundadora da Apas (Associação de proteção aos animais) da cidade de Sousa, Cicera Araújo, usou a sua página na internet para comentar a notícia divulgada pelo Portal Diário do Sertão sobre a cadelinha de Monte Horebe que não perde por nada as missas na Igreja Matriz.

Cicera repudiou a ação do padre e postou o seguinte texto em sua rede social.

“Amigos protetores da região vamos nos unir com relação a este caso. Não vamos deixar que a ignorância cause mais uma vez o sofrimento da cadelinha Alaíde!

Vamos compartilhar o absurdo que este ser que se diz guiador de rebanho está proferindo na cidade!

Padre Mendes quanto nojo tenho de você! Como católica não alienada tenho vergonha de você! Apac Cajazeiras Apaz Uiraúna vamos nos movimentar! Esta moça Jéssica não pode estar sofrendo ameaças por parte desta alma sebosa revestida de padre podre! Vamos enviar um documento a Diocese de Cajazeiras informando que este senhor está colocando a população de Monte Horebe contra os animais e instigando a mesma a maltratá-los. Ele está dando mal exemplo de pastor para seu rebanho! O SENHOR dos humanos é o mesmo dos animais! Foi Deus quem os criou! Quem é Mendes para dizer que a cadelinha fede. Quem fede é você. Passe um dia sem tomar banho e escovar os dentes para ver se tem quem chegue perto! Além de feder por fora fede por dentro! E quanto a cadelinha deitar no altar e abrir as perninhas. Ela é irracional. Ou seja, não desenvolveu a razão! Portanto não entende os “valores” da sociedade. Você não acha feio, ridículo, intolerante e pecaminoso isso que você está fazendo? As autoridades devem resolver a situação colocando você para fora da cidade e não a cadelinha que já sofreu demais nas mãos de imundos como vc.

Amigos mais uma vez peço a colaboração de vocês! Vamos compartilhar!

Todas as ONGs de proteção animal que são amigos virtual da apas ajude-nos! Não importa se são de outros estados.”


9 comentários:

  1. Este "padre" tem mais é que ir para os quintos dos infernos. Parabéns aos humanos de bem que ajudaram a amiga patuda a receber um lar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Padrezinho FDP esse heimmmmmmmmmmmmmm.????

      Áurea, ele nem vai parar no quinto dos infernos porque já fez o inferno dele aqui.

      Canalha, Ordinário, Meketrefe, Sem Noção de Bondade.,

      Isso daí não serve a "DEUS" serve ao "Chifrudo" , tá no lugar errado e nem sabe..

      Excluir
  2. Jesus nasceu em uma estrebaria, foi mantido aquecido pelo hálito dos animais, adormeceu sobre a palha de uma manjedoura, conviveu com pescadores e homens rudes do campo, considerou irmãos os leprosos e as prostitutas e por fim foi crucificado entre dois ladrões para ensinar lições de humildade, compaixão e amor que já deveriam ter sido aprendidas mas não foram, nem mesmo na “Casa de Deus”.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com A.Abrantes, "padrezinho" sem vergonha... que vá pro quinto dos infernos!!! Coisa ruim! Parabéns à quem cuidou e protegeu a cachorrinha!
    Lígia

    ResponderExcluir
  4. Reitero aqui o que já li: queria saber se todos os fieis que frequentam a Igreja gozam de boa saúde, não tem cece, halitose, não soltam pum, chulé, cancro e estão cheirando a Chanel no 5.

    Pedir para o Sr. Padre verificar se alguma criança não tem piolho e se está cheirando a lavandinha de bebê.
    Tenho imensas reservas que os fieis desse Padre atendam os requisitos acima em 100%. Duvido!

    Sr Padre, quando olhar-se no espelho, pergunte por que é uma pessoa tão só.

    ResponderExcluir
  5. Jorge Romano06/06/2016 14:41

    Como um titica de padre chega numa cidade botando essa banca e o povo nada faz? Uma paróquia de São Francisco de Assis e o padreco expulsa uma cadela sofrida e ainda fala em "sacrificar" a coitada? se ela estava doente ele devia ter cuidado dela, se estava "fedendo", devia ter dado um banho gostoso, foi isso que Jesus e São Francisco ensinaram a fazer com TODOS os seres vivos: amar e respeitar. Mas foi bom a Alaíde ter saído dessa cidadela, afinal, já queimaram ela viva e agora queriam sacrificar. Parabéns aos protetores que proporcionarão dias melhores para essa menina.

    ResponderExcluir
  6. A frase:"alma sebosa revestida de padre podre", já diz tudo sobre esse péssimo "servo de Deus".

    ResponderExcluir
  7. falar o que desse mostro ele preçisa ler a biblia e saber que Deus os criou muita maldade como ele pode dar conselho para alquem se deseja matar um animalzinho vai se converter padre pois de humano vc não tem nada

    ResponderExcluir
  8. A cadela é ser irracional, agora esse padre é ser racional, se ele se incomodou com ela de abrir as pernas, quem tem a mente suja é o próprio padre...

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪