09/05/2016

Precisamos por um fim a esta injustiça feita à SUIPA do Rio e à UIPA de Sampa.

ATUALIZAÇÃO: Leiam ao final o desabafo da Presidente da SUIPA, Isabel Cristina
-------------------------
Sinceramente, eu continuo questionando a estas malditas  pseudo-protetoras se não tem o que fazer.... Pelo amor das sandálias perdidas no sertão nordestino!!!!!! é uma doença a perseguição que vem acontecendo com estas duas entidades!!!!! Com tantos bichos p´ra ajudar, esta gente infeliz não socorre nenhum preferindo denegrir quem está com a cabeça enfiada até o fundo desta M toda!!!!!! desculpem, mas, tem horas que o sangue ferve!!!!!! Ando enojada!!!!!

Fui vítima desta gente maldita quando era conveniada com a Prefeitura. Fizeram de tudo e roubaram meus sonhos e ideais. Morri de tristeza em 2001 quando me dei conta que meus inimigos eram do próprio front. Acabaram comigo e a tal SEPDA criada para fazer o que eu fazia, depois de 16 anos virou um cabide de emprego e tudo é tão sem efeito que dá uma pena só.....

Agora, nestes últimos dias, volta circular pelas redes sociais uma matéria idiota de 2010  sobre a SUIPA (RJ) que diz assim: Mortalidade de cães na Suipa é de 99%, diz MP após vistoria. Ora, tudo isto foi amplamente discutido, inclusive,  a Prefeitura do Rio, através de TAC com o MP, aumentou o abrigo da mesma já que a entidade presta relevantes serviços à população do nosso município há 63 anos. Até CPI foi armada para detonar a SUIPA e nós vencemos com a verdade.

Esta gente nojenta, detraquê e irresponsável repassam sem dó nem piedade estas informações dando a impressão que a coisa é atual e aí tudo se torna uma bola de neve. Não basta a SUIPA estar passando uma grave situação por causa da crise econômica, ainda tem que encarar estas campanhas covardes que, na verdade, só prejudicam aos animais.

Estes pseudo-protetores estão em toda parte. Em Sampa, continuam com a perseguição contra a UIPA comandada por gente filha do coisa ruim. Eu não posso acreditar que gente desta laia se preocupe com animais. Há um interesse maior em tudo que não consigo entender. Quem gosta de bicho, agrega, vai lá oferecer ajuda, se propõe a colaborar com o que já existe e não com os famosos achismos sem pé nem cabeça.

Eu fiquei abestada com a coragem de uma destas pessoas do mal que até publicaram a matéria que citei acima da SUIPA dando a impressão que era referente a UIPA. Coisa do demo mesmo!!!!! A perseguição com estas duas entidades e suas presidentes é covarde e desprezível. Li, hoje, um comunicado colocado no Facebook da UIPA no último dia 22 de abril e queria dizer o seguinte:

A Sociedade Educacional "Fala Bicho" esteve e estará sempre em defesa destas duas entidades por conhecer suas presidentes e todo contexto de perseguição de pseudo-protetoras que precisam ser extirpadas da causa. Isto dói na minha alma e reabre as feridas que me fizeram no passado. Por Deus, refutem todas as campanhas contra entidades e pessoas que se dedicam a missões tão nobres como estas de proteção aos animais. Apurem, em vez de repassar. Vão visitar os abrigos e façam seus próprios conceitos. Não sejam gado marcado!!!!!!

A proteção animal deve reconhecer os méritos de Vanice Orlandi e Isabel Cristina pelos serviços que prestam à nossa causa. A primeira, de quem sou fã pelo incontestável conhecimento jurídico da causa e a segunda por ter feito da SUIPA, uma entidade com uma organização que jamais teve. Eu posso dizer isto porque EU CONHEÇO AQUELE ABRIGO HÁ, PELO MENOS, 45 ANOS.

Se elas tem defeitos, quem não os tem? então porque não ajudam a elas fazerem um melhor trabalho ao invés de quererem destruí-las como fizeram comigo? Aliás, lembro, também, o caso do Franklin aqui no Rio que desde os 16 anos trabalha na proteção animal e que hoje se sente ameaçado por esta corja que sumiram com os bichos dele todo numa ação desastrosa em seu sítio.

EU NÃO AGUENTO ESTA PODRIDÃO DA PROTEÇÃO ANIMAL!!!!!! Vou terminar com a reprodução da Nota de Esclarecimento que a UIPA  que nos dá a dimensão exata desta covardia e comportamento mesquinho de algumas destas criaturas do mal:
======
A Uipa continua sendo vítima de difamação, ameaças de morte, coação de funcionários e de uma série de manobras para incriminar a sua Diretoria.

Os primeiros ataques foram retirados da internet por ordem judicial, que reconheceu que sua autora
tinha a intenção de denegrir a imagem da Uipa, e não de denunciá-la por suposta prática de maus-tratos. Mas outra página foi criada, reproduzindo o mesmo conteúdo já retirado por ordem judicial.

Em outubro último, a presidente desmantelou um esquema de fraudes, recentemente implantado, excluindo todos os seus envolvidos, o que a tornou alvo de denúncias falsas por parte de quem pretende reaver os proveitos perdidos.

A Uipa não está respondendo a processo algum, havendo apenas um inquérito policial, instaurado por conta de denúncias infundadas.

As únicas pessoas ouvidas, até agora, foram, justamente, as autoras da denúncia falsa. As autoridades ainda não ouviram a presidente, o veterinário responsável pelo abrigo, seu supervisor, assim como os demais funcionários, que estão sendo coagidos, por cartas e telefonemas, a se calarem sobre tudo o que sabem a respeito dos autores da farsa montada contra a Uipa e das fraudes que praticavam na entidade.

A Uipa sofreu sete vistorias, que não verificaram prática alguma de maus-tratos, e ainda constataram a falsidade de denúncias relativas à destinação de resíduos, coleta de dejetos etc.

As cenas forjadas, utilizadas para incriminá-la, são impossíveis de ocorrer em um local aberto à visitação pública, de Segunda a Sábado.

A presença de animais feridos e enfermos é natural em uma entidade que recebe, frequentemente, cães e gatos lesionados, ou em estado de penúria. Sua ausência, sim, é que seria suspeita.

A presidente demite, sumariamente, o veterinário que, de alguma forma, negligencia a assistência aos animais, conduta que desagradou muito os integrantes do esquema.

Todos os animais são vacinados, anualmente, e com vacina importada.
O Centro Cirúrgico esteve fechado, por poucos dias, para a realização de uma obra relacionada a alguns itens que passaram a ser, recentemente, exigidos pela Vigilância Sanitária. Referida obra já estava programada para o próximo período de férias do cirurgião.

A Uipa não se vale de remédios vencidos. Não faltou quem tentasse incriminá-la, colocando produtos vencidos em sua farmácia como máscaras e separadores de língua, recentemente doados à entidade. Mas como havia muitos produtos vencidos já descartados na lixeira, ficou evidente que a Uipa não se vale desse tipo de material.

Os editais de convocação para a realização de assembleias são publicados em jornal de grande circulação. Esse é o procedimento correto, e previsto pelo Estatuto, até porque seria impraticável enviar aviso, via correio, para dez mil associados, em razão do alto custo.

Como ocorre nas entidades sérias, existem duas categorias de associados: os associados contribuintes e os efetivos, ficando a candidatura restrita a essa segunda categoria, evitando-se, assim, que a Uipa venha a ser dirigida por associado que jamais se envolveu com suas atividades.

Frequentes execuções fiscais e trabalhistas fizeram com que os cargos de Diretoria da Uipa deixassem de ser cobiçados, em virtude do risco de perda de valores e bens pessoais. Reclamações trabalhistas que resultaram em condenações de alto valor referem-se a empregados que trabalharam na Uipa, anos antes da atual dirigente assumir sua presidência.

A prestação de contas em relação à verba arrecadada pela campanha da KIckante já foi prestada a associados e , inclusive, postada na página de seu Facebook. Atingiu-se 34% da meta. Foram arrecadados R$68.930,00, ficando 17,5% desse valor à Kickante. E a obra já está em andamento.

A Uipa está com todas as suas contas aprovadas por associados reunidos em assembleia, da qual faz parte, inclusive, o contador da entidade, para dirimir qualquer dúvida de seus participantes.
Apesar de toda a difamação que a atinge, a entidade não cessou suas atividades de acolher, recuperar, manter e promover a adoção de cães e gatos.

Se o grupo que acusa a Uipa se preocupasse com o bem-estar de seus cães e gatos, encaminharia uma denúncia às autoridades e aguardaria seu desfecho; jamais submeteria à difamação uma entidade que mantém sob sua guarda centenas de animais, porque temeria deixá-los sem recursos.

Lamentável é o fato de que algumas poucas Ongs, desprovidas de qualquer conhecimento dos fatos, estejam apoiando o grupo difamador!

Com uma centenária trajetória, milhares de associados, mais de meio milhão de seguidores, uma clínica veterinária fundada em 1918 e um abrigo situado em nove mil metros quadrados de área central e arborizada, a entidade sempre incomodou muito os que não possuem nome, sede, associados, glórias e história. E vai continuar incomodando.

=============
ENVIADO PELA PRESIDENTE DA SUIPA

Amiga Sheila e prezados leitores do blog O GRITO DO BICHO,

No último sábado, por volta das 21 horas, nossa amiga e protetora Iracema Hochmann partiu aos 68 anos. Ontem, no final do velório no Memorial do Carmo, conversei com dois protetores, também antigos na causa, que lá estavam: Rosely Bastos e Bruno Bréa. O assunto foi o futuro da proteção animal, que se encontra dilacerada, devido às calúnias, fofocas e o pior: desunião entre protetores.......

Qual a vantagem de pessoas, que se consideram amantes da causa animal, em denegrir proteções e protetores que trabalham para salvar vidas abandonadas? Ganham o quê, com esse tipo de atitude?

Por quê essas pessoas não se conscientizam de que, apenas a UNIÃO, respeitando a realidade  e as limitações de cada um, irá FORTALECER a causa animal?

Infelizmente, animais continuarão sendo abandonados e maltratados em nosso Brasil....A raiz dessa situação é a falta de cultura, de educação e de COMPAIXÃO POR TODOS OS SERES VIVOS !

Pode ser que essa realidade "melhore" daqui a alguns anos, mas abrigos de animais, asilos de idosos e orfanatos de crianças sempre existirão, devido à falta de COMPAIXÃO, por causa do EGOÍSMO ainda existente no coração de muitos humanos.

Protetores de animais sempre foram muito marginalizados pela sociedade, por se dedicarem a "bichos com lepra" (como rotulavam os animais que estavam com sarna). As protetoras ainda eram qualificadas como "mulheres que não têm homem em casa"....

Esses "elogios", todos nós recebemos durante mais de quarenta anos de luta! Mesmo assim, até hoje, protetores atuantes,  continuam salvando e  alimentando animais em becos, em praças, em calçadas e, os mais doentes e frágeis,continuam sendo levados para abrigos e para casas de protetores abnegados.

Só que, atualmente, quando protetores agem dessa maneira, para salvar vidas, para gastar suas migalhas de aposentadoria, são considerados "acumuladores".....

As pessoas acumulam objetos, alimentos, mas não acumulam filhos e nem animais, porque tanto filhos quanto animais são VIDAS que precisam de proteção!

Nomes como: Celina dos Leões,em São Paulo, Palmira Gobbi, em Porto Alegre,Lia Cavalcanti, Marilia Pinheiro, Circe Amado e muitos outros ilustres desconhecidos, merecem todo o nosso respeito e admiração, pois lutaram anos pelos animais, em época onde não havia computador, facebook e nem se considerava CRIME, maus tratos aos animais não humanos.

De uns tempos para cá, iniciaram uma campanha, nas redes sociais, para destruir a SUIPA.  Pessoas desconhecidas, com muito ódio, com muita raiva, querendo fechar a SUIPA, dizendo que a SUIPA é um holocausto, que noventa porcento dos animais abrigados morrem na SUIPA,que animais são jogados VIVOS no forno crematório, além de alegarem que não se deixa adotar animais na SUIPA.

Se a SUIPA tivesse NOVENTA PORCENTO de animais mortos no abrigo, não teriamos superpopulação. Estaria tudo vazio, às moscas!

A POPULAÇÃO 'FLUTUANTE' NO ABRIGO DA SUIPA É EM TORNO DE CINCO A SEIS MIL ANIMAIS.

O alto índice de óbitos, é referente à maioria de filhotes de cães e gatos, com menos de QUATRO MESES DE IDADE, doentes, devido à verminoses, desnutrição, falta de vacinas e de cuidados. Esses FILHOTES chegam provenientes, a maioria, das comunidades vizinhas à SUIPA, muitas vezes
trazidos pelos moradores e até pelos viciados em crack, que dizem encontrar os animais nas caçambas da COMLURB e perto da linha do trem, em sacos plásticos "ainda" respirando. Essa é a CULTURA do nosso Brasil! Animal é considerado LIXO! (que também se acumula....).

Animais idosos, geralmente com mais de dez anos de idade, abandonados por "humanos" que dizem que eles estão FEDENDO E DOENTES, também não resistem, pois entram em depressão, deixam de se alimentar e, por mais que a EQUIPE VETERINÁRIA QUE TRABALHA NO ABRIGO DA SUIPA, DE SEGUNDA A DOMINGOS E FERIADOS, faça de tudo para salvá-los, esses seres indefesos desistem de viver....

Animais são abandonados diariamente atropelados, com fraturas expostas, alguns baleados, outros com parvovirose, cinomose, esporotricose, leptospirose e também recebem ASSISTÊNCIA VETERINÁRIA constante, mas muitos não resistem e acabam morrendo.

A maioria de FILHOTES, RECEM NASCIDOS e ANIMAIS EM ESTADO TERMINAL, que são abandonados na SUIPA e resgatados pela SUIPA, oitenta porcento vem à óbito.

Essa é a dura realidade de uma proteção animal chamada SUIPA, existente desde 1943, que convive a todo momento com o SOFRIMENTO DE ANIMAIS ABANDONADOS E MUITO DOENTES.....

Não existe abrigo de animais sem essa realidade, sem essa tristeza, sem esse sofrimento.

Aqueles abrigos com campos verdes, com animais sadios e correndo livres na relva, sem a presença de um único cocô no chão, que assistimos nos canais fechados de televisão, são abrigos de proteções animais de países desenvolvidos. Detalhe: a maioria é a favor de matar os que consideram "agressivos" ou que não conseguem ser adotados...

Será que essas pessoas que odeiam a SUIPA, consideram que o melhor para os animais abrigados é serem mortos? Melhor, serem "colocados para dormir", como fazem nos países "desenvolvidos"?????

Fico por aqui.

Espero que tenha respondido àqueles que se "deliciam" em denegrir a imagem da SUIPA que ainda é uma proteção animal tradicional, que nada recebe das autoridades governamentais e vem sendo mantida, todos esses anos, pelos seus amados associados que respeitam o trabalho da SUIPA, porque conhecem a fundo nosso cotidiano.

Criticar é muito fácil...

Beijo no seu coração Sheilinha e a todos que leram, até o final, o que é ser SUIPA.
Bebel da SUIPA

-------------------------------
Tudo que publicamos sobre a SUIPA, clique AQUI
Tudo que publicamos sobre a UIPA, clique AQUI

3 comentários:

  1. Afinal, o que os "protetores" querem com tudo isso?

    ResponderExcluir
  2. tem que processar por difamação e pedir danos morais

    ResponderExcluir
  3. Vital Fernandes11/05/2016 02:34

    Compartilho de sua indignação, minha amiga. Volta e meia tenho que contestar comentários ignorantes e preconceituosos, geralmente de pessoas que sequer já passaram em frente à SUIPA alguma vez. Digo a essas pessoas que tenho muito orgulho de ser associado e que conheço e confio no trabalho da amiga Izabel. Sempre faço uma proposta aos críticos: que me acompanhem na próxima vez que eu for lá levar o que consigo de ajuda (jornais, cuias, rações etc.) ou adquirir produtos para ajudar na causa e divulgar o trabalho. Preciso dizer quantos desses críticos, até hoje, aceitaram ir comigo? Bando de hipócritas que não ajudam ninguém... Nem animais, nem crianças, nem idosos, nem cegos... Ninguém mesmo. Todos "corações de pedra". Te juro que, cada vez mais, tenho vergonha de pertencer à tal "espécie humana".

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪