06/04/2016

Família adota cão doente para oferecer final de vida tranquilo e animal sobrevive

A realidade é triste.... por isso que se eu tivesse condições teria um abrigo só para velhinhos e animais terminais... queria para abraça-los até que a vida se extinguisse.
------------------------ 
Cãozinho encontrado em abrigo a beira da morte consegue se recuperar após receber cuidados, atenção e muito amor de uma família

A família da Maria precisou se mudar para a Turquia por conta do trabalho de seu marido. Chegando lá, a mulher e suas três filhas resolveram se tornar voluntárias em
um abrigo de cães local.

O abrigo que a família escolheu era o lar de mais de 4.000 cães. De acordo com a família, o abrigo não tinha a capacidade de manter tantos animais, e o resultado disso era o grande número de cães subnutridos no local.

A maioria das gaiolas individuais do abrigo alojava cerca de 20 cães ou mais. Os vários sacos de comida levados por Maria só foi suficiente para alimentar uma parte dos animais. Aquela situação foi bastante dolorosa para a família, mas elas nunca pararam de tentar ajudar os cães daquele abrigo.

Dentro do abrigo as mulheres encontraram uma ninhada de quatro filhotes que estavam morrendo de cinomose, uma doença viral altamente contagiosa. As fases finais afetam o cérebro e medula espinal, e pode causar perda de coordenação e convulsões.

Fracas e sofrendo com a doença, os filhotes estavam sendo pisoteados e esquecidos no abrigo lotado. Não havia nada que pudesse ser feito por eles, exceto dar-lhes um lugar tranquilo e seguro para que eles morressem em paz.

A família levou os quatro cães filhotes para casa. Logo três deles faleceram. O menorzinho, no entanto, continuou vivo e sendo cuidado pelas mulheres. Elas colocaram o nome da cadelinha de Faith, que significa Fé em inglês, e parece que seu novo nome fez milagre.

“Pensei que estávamos trazendo-a para casa apenas para morrer em paz, mas ela mostrou que estávamos errados”, disse Mary sobre o filhote.

Cerca de 80% dos filhotes que atingem as fases finais da cinomose não sobrevivem. Entretanto, essa estatística não passou pela cadelinha Faith.

Faith continuava a superar a doença a cada dia, até que ela se recuperou completamente e a família decidiu adota-la de vez.

Apesar de curada, Faith sempre terá sequelas do tempo em que esteve no abrigo. Ela ainda fica com medo quando está cercada por comida e não tem dentes devido à desnutrição.

Porém, a cadelinha continua a prosperar e hoje vive em um lugar onde recebe bastante amor e atenção, chegando a ser mimada muitas vezes, e onde nunca mais terá que se preocupar se irá comer novamente ou não.

Assista abaixo ao vídeo que mostra a saga de Faith até sua recuperação:


FONTE: portaldodog

5 comentários:

  1. É a prova que o amor e o bem vence sempre!!

    ResponderExcluir
  2. Jorge Romano06/04/2016 17:34

    Essa doença é terrível. Mas as vezes apresenta essas surpresas. Justo a menorzinha acabou sobrevivendo. Belo trabalho dessa família.

    ResponderExcluir
  3. QUE EMOÇÃO!!! PARABÉNS A ESSES REAIS SERES HUMANOS!!!

    ResponderExcluir
  4. Há sempre esperança para a vida, basta tentar.

    ResponderExcluir
  5. Que história linda de fé e superação. Parabéns!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪