22/04/2016

Cão abandonado há um mês espera retorno dos donos na porta de casa - Teresina - PI

É de uma covardia tamanha atos desta natureza que não conseguimos nem qualificar a classe deste tipo de humano... Eu só espero que alguém lá em Teresina se apiede da sorte deste pobre cão.... Será que alguma ONG companheira nossa não teria como tentar dar uma força? 
---------------
Vizinhos se sensibilizaram com o caso e dão comida e bebida ao animal.
Moradores dizem que antigos donos mudaram e abandonaram o cão na rua.

 Abandonado, cão aguarda retorno dos donos na porta de casa 
(Foto: Fernando Brito/G1)

A história de um cachorro comoveu os vizinhos de uma das ruas do bairro Acarape, Zona Norte de Teresina. Apelidado carinhosamente como Bidú, o cão aguarda na porta de casa, há mais de um mês,
o retorno dos antigos donos que mudaram para outro lugar e deixaram o cão abandonado na rua.
Fraco e debilitado, os vizinhos se sensibilizaram com o caso e decidiram ajudar o animal, oferecendo a ele o que comer e beber.

Fraco e debilitado, Bidú recebe ajuda dos vizinhos
(Foto: Fernando Brito/G1)


Ismênia Noleto e Nayana Greyci fazem apelo para
que adotem animal (Foto: Fernando Brito/G1)

Um desses vizinhos é Ismênia Noleto, que publicou em sua rede social um apelo. Sem condições de criar o animal por já ter três cachorros em casa, ela pede que as pessoas se sensibilizem com o estado de Bidú e adotem o cão.

Conforme Ismênia, os antigos donos do animal eram vizinhos dela, mas segundo ela, a família não se socializava com os outros moradores. Ela disse também que eles foram embora sem levar o cão. Dias depois, Bidú foi visto pelos vizinhos vagando pela rua e, na maioria das vezes, parado olhando para a porta do antigo lar.

"As pessoas precisam estar mais sensíveis em relação a isso. Se você não tem condições de criar um animal de estimação, não se comprometa. O bichinho se apega à família. O Bidú é um exemplo de que os animais também têm sentimentos. Nós vizinhos ajudamos no que podemos. Damos água, comida, mas ele precisa de um lar, de uma família", contou.

Quem também ajuda o cão como pode é Nayana Greyci Lustosa. Sem condições de também cuidar do animal, ela disse que o cachorro é muito dócil e carinhoso.

"Todos os dias ele me acompanha até a academia. É muito dócil e manso. Quando os últimos donos cuidavam dele, a gente via que ele era muito robusto e forte. Só que depois que foi abandonado, ele ficou fraco e debilitado. É triste ver a situação dele, muita maldade", disse.

O abandono de animais de estimação é crime previsto na Lei Federal 9.605/98. A pena para quem pratica esse tipo de atitude varia de três meses a um ano de detenção. Bidú continua nas ruas e o apelo dos moradores é que ele encontre um lar logo.

 Bidú foi abandonado pelos últimos donos e aguarda uma nova família 
(Foto: Fernando Brito/G1)

Fonte: G1

9 comentários:

  1. Tem gente que não se dá o trabalho de levar os animais junto consigo. Essa gente vê os animais como objetos, não tem maiores sentimentos pelo animal, realmente não se importam e tem uma vida maldita vivendo de galho em galho. Se não tem condições porque não procura alguém que possa ficar e cuidar do animal?? O povo complica tudo.

    ResponderExcluir
  2. Curioso é que vizinhos disseram que ele estava “robusto e forte” quando morava com os tutores, o que significa que não era maltratado; por isso não dá pra entender o abandono desse “pintado” tão simpático que precisa encontrar um lar de verdade com pessoas que o amem, antes que desapareça dali para local ignorado onde jamais saberão dele ou seja vítima de humanos maus. Um mês é muito tempo, já passou da hora.

    ResponderExcluir
  3. Pois é agora onde foram vão arrumar outro cão e quando se mudarem vão fazer o mesmo,tem gente que nasce pra ferrar com a vida de outro, tomara que esse lindão arrume um lar amoroso.

    ResponderExcluir
  4. Mas os vizinhos sempre podem/DEVEM fazer mais do que garantir alimento, água, proteção ao animal abandonado.
    A prefeitura da cidade sabe o nome do proprietário do imóvel, pois, afinal, emite boleto de IPTU.
    Conseguido o nome do proprietário é possível descobrir quem era o locatário. E tendo o nome: COMUNICAR o abandono à POLÍCIA.
    A polícia tem como conseguir outros dados, como nº de documento, paradiero...
    Geralmente as pessoas se envolvem com o animal vítima. Minha preocupação maior é possibilitar a PUNIÇÃO de quem abandona.
    Punido, não mais deverá reincidir. E servirá de exemplo contra a impunidade.
    Quem não busca a punição nem se dá conta, mas é CUMPLICE!!!
    SE fosse uma criança, por exemplo, cuidariam apenas da criança OU tomariam também outras providências???
    Selma Castanheira - Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  5. Desgraçados, vao morrer desgraçados ,

    owwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww racinha excomungada

    ResponderExcluir
  6. Deixam o animal para trás como se deixassem um sofá velho...muito triste...

    ResponderExcluir
  7. Mais do que uma ONG, eu gostaria mesmo é de que alguém ficasse com ele. Ele precisa de um dono de verdade.
    Só espero que a raça ruim que o abandonou não venha pra minha cidade, pois de gente ruim já estamos lotados.

    ResponderExcluir
  8. Com certeza, algum dos vizinhos poderia ficar com ele, mas não é de raça. As pessoas não querem compromisso, mas eu gostaria que os donos fossem denunciados e respondessem processo. Pelo menos pagassem uma multa. Só pelo desaforo. Ninguém pode, nunca podem. É dose. Por favor, quando souberem notícias, informem. Eu gostaria de saber do pobrezinho.

    ResponderExcluir
  9. SE EU PUDESSE FICARIA COM ELE PQ MEU SANTO BATEU COM O DELE ASSIM QUE EU O VI...

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪