27/04/2016

Cachorro abandonado no Piauí vive com ajuda de vizinhos

ATUALIZAÇÃO em 27/04/16
Cão que esperava donos na porta de casa desaparece e preocupa vizinhos
------------------------------

A Ana Maria Braga quando faz caquinha, nós metemos o malho.... agora, quando faz algo que ajude um animal, tenho que louvar.... É claro que blá blá blá....já sei tudo que estão pensando, mas, ela prestou um bom serviço neste caso....

Eu não costumo julgar ninguém por casos como deste cão, mas, fiquei matutando se entre pessoas que moram em casas grandes e boas que aparecem na matéria não teria alguém que pudesse abrir seu portão e recolher este pobrezinho. Publicamos sobre o caso no ultimo dia 22 de abril e pelo jeito, a criaturinha ainda está por lá.....Cão abandonado há um mês espera retorno dos donos na porta de casa - Teresina - PI


6 comentários:

  1. É claro que alguém da vizinhança poderia acolher o cão. Mas será que ele é de raça? Pois é. Se fosse, com certeza já teria sido resgatado. É triste. A gente vê um monte de gente que poderia ficar com o pobre cão, um só cão, mas as pessoas sempre querem que OS OUTROS resolvam. Na cidade não tem pelo menos ativistas da causa animal que possam investir nele? Tirar foto, alimentar, colocar no face, insistir. Talvez o pobrezinho conseguisse um lar. Mas, hoje em dia, com o facebook, a grande maioria dos "ativistas" só participa em "grupos do face", comentam em todos os posts, "morrem de pena", mas botar a mão na massa, nem pensar. Grupo de facebook é uma coisa, recolher e tratar certamente não tem nada a ver, né??? São sempre os mesmos que recolhem. Se eles não podem, o animal fica na rua mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristina Calixto27/04/2016 14:25

      Pois é. Se cada um fizesse um pouco, não ficaria pesado para tantos protetores que metem a mão na massa. Eu tenho sob minha guarda mais de 60 gatos e 24 cães. Carecia disso? Tudo bem que trazem muita alegria, etc., mas também arrisca a ter doenças por ser uma população grande em espaço reduzido, saem brigas de vez em quando, o que se gasta de ração de qualidade, areia e remédios custa pra mais de R$ 2 mil por mês, sem contar os animais que não comem ração e tem que fazer comida de panela ou só comem ração especial e tirando dessa conta os produtos de limpeza e higiene dos animais, que é outra grana. Se todos fizessem por onde, protetores não ficavam assoberbados e tão presos (viajar? Só deixando um batalhão pra tomar conta).

      Excluir
  2. Sei la q adianta ela faz materia do sofrimento do cachorro e cozinha outros animais.Boazinha ela ñ é.E tb ela pelo q assisti é afvr de compras de animais igual escravos ou mercadorias.Deve ser pra tentar aumentar o ibope dela.Eu acho.

    ResponderExcluir
  3. Cachorro tem que ter registro!! Como uma identidade, chip, a pessoa que adota assume um termo de responsabilidade até o fim da vida do animal. Tem que ter uma organização, eu sei é difícil em um país como o nosso, mas e assim que eu acredito que acabaria com o abandono. Marta

    ResponderExcluir
  4. O cãozinho ficou Um Mês inteiro no portão, ao relento, em cima de um monte de areia,debilitado, triste, deprimido e não teve uma alma caridosa que pelo menos coloca-se o cãozinho abrigado num quintal de qualquer daquelas casas da rua, até que fosse adotado por alguém. Agora ninguém sabe quem levou o pobre cãozinho e o que fizeram com ele. Espero que não tenha sido vítima de mais maus tratos e crueldades como a gente está cansado de ver por aí.

    ResponderExcluir
  5. Pois é, eu também notei as várias casas ao redor do cão e duvido muito que ninguém tenha possibilidade de ficar com ele. Uma fala que já tem três e por isso não pode ficar com ele, mas quantas e quantas pessoas não conhecemos que apesar de possuir mais que três, abre uma brecha pra mais um?
    O problema é o preconceito: se fosse de raça, nem teria sido abandonado.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪