30/01/2016

Salgueiro será notificado por crime ambiental ao soltar pombos no ensaio

Desejo de coração que o Salgueiro seja punido porque a União da Ilha, em 2010, não sofreu nada depois de fazer apologia ao crime, conforme nossa denúncia: NOTÍCIA CRIME ENTREGUE AO MINISTÉRIO PÚBLICO 

Vejam a seguir duas matérias sobre a patifaria que fizeram com os pombos e o comentário feito pelo Presidente da ANCLIVEPA/RJ em sua rede social. Se quiserem soltar o verbo contra o Salgueiro que, aliás, soltou esta NOTA muito mal feita ontem a noite, CLIQUE AQUI.



-------------------------------------

ONG vai denunciar a Acadêmicos do Salgueiro por crime ambiental

Integrantes da escola de samba soltaram pombos no Sambódromo durante o ensaio técnico, no domingo. A maioria das aves não voou e caiu no chão. Voluntários da SOS Aves e Cia. recolheram 68 animais, mas somente 20 sobreviveram. Ouçam a entrevista da CBN.


--------------------------------------

Presidente da ONG SOS Aves e Cia entrará com processo no Ministério Público. No domingo, escola soltou 68 aves no Sambódromo e 48 morreram.

Os pombos que a Acadêmicos do Salgueiro soltou durante o ensaio técnico da agremiação no domingo, 24, no Sambódromo, custará caro a escola tijucana. Isso porque das 68 aves que foram
libertadas pelo Salgueiro na abertura de seu desfile, 48 morreram pisoteadas. As que foram resgatadas e sobreviveram estão machucadas, com as asas feridas.

Paulo Maia, presidente da ONG SOS Aves e Cia disse ao EGO que irá notificar nesta sexta-feira, 29, a escola por crime ambiental. Segundo Paulo, o pombo é uma ave protegida pelo IBAMA que considera crime matar, apreender ou maltratar as aves. "Os pombos soltos pelo Salgueiro são aves criadas em cativeiro, que não sabem procurar comida pois são alimentadas pelo homem. Ao soltarem as 68 aves no Sambódromo, eles deixaram os pombos desnorteados em um local poluído sonoramente. Elas caíram no chão e muitas foram pisoteadas, morrendo. As que conseguimos salvar machucaram as asas", contou Paulo.

Segundo presidente da ONG, será aberto pelo Ministério Público um inquérito processando o Salgueiro por crime ambiental. A pena pode variar de 1 ano de detenção mais multa. "Será investigado quem foi o responsável por levar os animais para o desfile e ele será punido. Não pode chegar um ambiente e soltar o pombo.", disse Paulo Maia.
As aves que sobreviveram estão sendo cuidadas na sede da ONG em Saquarema, na Região dos Lagos no Rio. Ao EGO, a assessoria de imprensa do Salgueiro disse o seguinte: "Nosso jurídico está cuidando disso. A agremiação não vai se pronunciar."

Fonte: EGO

----------------------------------------

Rogério Lobo - Presidente da Anclivepa RJ
Muitos de vcs sabem da minha paixão pelo samba, sou ritmista e compositor da Portela, estou na direção de carnaval da escola mirim Inocentes da Caprichosos, atendo diversas personalidades do mundo do samba (MS, diretores, intérpretes, diretores da LIESA, personalidades do mundo do samba) mas não posso deixar de comentar.

No último domingo fui assistir o penúltimo ensaio técnico para o carnaval na Sapucaí no RJ.  Apresentou-se à Viradouro (falando da paz e criticando a intolerância religiosa), a Unidos da Tijuca (falando sobre a agricultura e da natureza) e o Salgueiro (falando da malandragem em um enredo inspirado na Ópera do Malandro).

Aí é que vem a questão. Ao final do desfile do Salgueiro foram soltos cerca de 68 pombos brancos para simbolizar a "paz". Mas como querer a paz se não respeitam a natureza e os animais?
Os pombos diferentemente dos humanos ouvem infra-sons que são imperceptíveis aos ouvidos humanos.

Bom, vejamos, vc está na Marques de Sapucaí assistindo o ensaio do Salgueiro com cerca de 50 mil pessoas gritando e cantando, um carro de som e uma bateria de escola de samba que emite cerca de 100 decibéis e resolve, para "deixar a festa mais bonita," soltar 68 pombos que se localizam e se comunicam através do som é no mínimo falta de respeito.

Só para se ter uma ideia da sensibilidade auditiva dos pombos eles detectam infra-sons com menos de 20Hz coisa que nós seres humanos não percebemos.
Há de se convir que, numa barulheira ensurdecedora daquelas os pombos ficariam desnorteados e foi o que aconteceu. Na segunda feira à noite lá pelas 22h, ainda havia diversos pombos na avenida, uns voado, outros sem conseguir voar e os que lá ficaram sem se alimentar.

Espero que a direção da escola que se consolida como uma das grandes do carnaval carioca, tenha se arrependido e repense a ideia louca, descabida e ecologicamente errada de misturar um ser vivo (que sente dores, adoece, e ainda poder ser responsável por transmitir algumas doenças aos seres humanos) em uma festa popular que reúne milhares de pessoas no Rio de Janeiro. Isso sem falar nos maus tratos.
Rogerio Lobo
Médico Veterinário
Pres. da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais do Rio de Janeiro. - Anclivepa RJ

6 comentários:

  1. MEU DEUS... um animal sensível assim num lugar daqueles, espero que sejam punidos inclusive com ALTAS MULTAS porque gente assim só respeita a lei se dói no bolso, pra mim 500.000 reais por animal morto seria inesquecível pra essa gente.

    ResponderExcluir
  2. A "cidade maravilhosa" cantada em prosa e verso não existe mais; assim como inexiste aquele malandro inesquecível de camisa listrada e palheta - o malandro cavalheiresco. O que sobrou do glamour das décadas de 50 e 60 forma favelas se alastrando pelos outrora belos morros cariocas, repletos de pessoas que nem da cidade são - o sotaque carioca agora é nordestino. O tráfico tomou conta de tudo, vilipendiou uma cidade belíssima, que um dia foi maravilhosa, mas que hoje, infelizmente, é mais um imenso esgoto a céu aberto. O carnaval do Rio é hoje uma triste lembrança do que foi, um desfile barato e medíocre que perdeu, há muito, seu enredo. Pobre cidade, pobre natureza, pobres animais.

    ResponderExcluir
  3. Elizabeth Ribas30/01/2016 23:23

    Essa atitude de soltar os pombos, foi um desastre e uma irresponsabilidade . Demonstra total falta de Consciência Ambiental e Humanitária .
    Agora estão tentando se justificar, dizendo que não houve intenção de maltratar os animais ! é mesmo ? Não querem maltratar os Animais ? E a indústria das plumas , peles e penas ?A técnica para arrancar as penas e plumas provoca sofrimento nas aves, e as deixam expostas ao sol e a infecções. Os avestruzes são criados artificialmente, mantidos em confinamento e vivem aproximadamente 40 anos, durante os quais têm uma retirada anual das plumas ! Então parem de usar penas de Faisão e de Avestruz ! Façam a diferença ! Respeitem os Animais , respeitem a vida !!

    ResponderExcluir
  4. Quem quiser achar que pombo é símbolo da paz, ache! Pra mim isso é idiotice que há anos provoca danos aos coitados dos animais. Paz pra quem? Paz é ver qualquer animal livre, em um ambiente equilibrado, sendo respeitado, permitindo a natureza seguir seu curso...
    Carnaval é o oposto do que é paz: Som alto, pessoas alteradas, fogos, muito comportamento devasso seja onde e como for e bastante sujeira. Sem falar no desperdício de grana!
    Punição já para a Salgueiro! Melhor ainda se fosse impedida de desfilar!

    ResponderExcluir
  5. Esse negócio de carnaval já encheu o saco. Só se vê violência, pegação, mas nada do que isso.esse porcaria devia acabar e ainda por cima usar inocentes para aparecer perante a sociedade. Já estão sem idéias e com isso mataram os pobres indefesos. Idiotas. Isso que são.

    ResponderExcluir
  6. PAREM DE TRATAR POMBOS COMO SE FOSSEM BALÕES DE GÁS!!! SÃO SERES VIVOS, SENSÍVEIS E INTELIGENTES!!! ATÉ QUANDO A MALDITA RAÇA HUMANA VAI CONTINUAR DESRESPEITANDO E MALTRATANDO OS OUTROS SERES DA NATUREZA, QUE TÊM OS MESMOS DIREITOS QUE OS HUMANOS À VIDA, LIBERDADE E DIGNIDADE???!!!???!!!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪