22/01/2016

Jiboia de 2,15 metros é resgatada em Laranjeiras, no Rio

Agora a SUIPA faz o trabalho da Guarda Florestal do Município, do Batalhão Florestal e dos Bombeiros.... Tenham dó.....
------------------------
Cobra comeu gambá na vizinhança, que chegou a ser confundido com gato.
Veterinário resgatou animal no alto de um poste da rede telefônica.

Imagem de raio-x mostra o gato que foi engolido pela jiboia em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)
 Imagem de raio-x mostra o gato que foi engolido pela jiboia em Laranjeiras, 
na Zona Sul do Rio (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)

Uma equipe da Suipa resgatou no começo da tarde desta quinta-feira (21) uma jiboia de 2,15 metros na Rua Belisário Távora, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O animal, que comeu um
gambá da vizinhança, estava no alto de um poste da rede telefônica e apoiado em uma árvore.
(Correção: ao ser publicada, esta reportagem informou que a cobra teria engolido um gato. Na verdade, um gambá foi engolido pelo réptil. As informações iniciais foram passadas pelo veterinário da Suípa. A informação foi corrigida às 15h29)

A equipe da Suipa foi chamada por moradores da região, que afirmaram que o animal estava pendurado na árvore há uma semana. Quem resgatou a cobra foi o médico veterinário Dr. Luís Eduardo Castro, especialista em animais silvestres, que retirou a jiboia.

“Na hora que chegamos, a rua estava vazia, mas nos avisaram que momentos antes algumas pessoas estavam tentando cutuca-la com um pedaço de pau para retirá-la de lá. O pessoal que faz a segurança da área emprestou uma escada e busquei o animal na fiação telefônica. Ela estava apoiada em uma palmeira”, afirmou Dr. Luís Eduardo. De acordo com moradores da região, a solicitação de retirada da jiboia da árvore foi feita aos bombeiros, que não haviam respondido a solicitação, segundo eles.

Digestão
O veterinário contou que o tempo que a jiboia ficou no alto do poste faz parte do processo de digestão do animal. “Tem uma área de mata na região e é um animal da nossa fauna. Ela provavelmente estava em busca de alimento. Ela ficou nos cabos porque estava fazendo a digestão, que demora cerca de 15 dias. Por isso que o pessoal usa aquele termo jiboiando”, explicou o Dr. Luís Eduardo Castro.

O veterinário alerta que, em caso de um animal silvestre que invada a área urbana, é preciso que os moradores entrem em contato com as autoridades e com a Suipa, que possui veterinários especializados em animais silvestres.

A jiboia foi levada para a sede da Suipa, onde passa por exames, entre eles uma radiografia que confirmou que o animal realmente engoliu um gambá. Dependendo do estado de saúde da jiboia, ela será solta novamente no meio ambiente.

Fundada em 1943, a Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa) é uma organização não governamental de proteção aos animais. A entidade é a mais antiga do Rio e a segunda mais velha do Brasil no setor, atrás somente da Uipa, de São Paulo.

A jiboia de 2,15 metros estava no alto de um poste, escorada em uma árvore. 
O animal teria comido um gambá da vizinhança (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)

Equipe da Suipa realizou o resgate da cobra que estava em um poste de Laranjeiras, na Zona Sul do Rio (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)
Equipe da Suipa realizou o resgate da cobra que estava em um poste de 
Laranjeiras, na Zona Sul do Rio (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)

A cobra foi levada para a sede da Suipa, onde passará por exames (Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)
A cobra foi levada para a sede da Suipa, onde passará por exames 
(Foto: Luís Eduardo Castro/ Suipa)

Fonte: G1

3 comentários:

  1. É muito complicado o descaso de órgãos governamentais com o meio ambiente e animais... No dia que eu ligar pro bombeiros e estes não derem as caras, entro na justiça a ressarcimento da taxa de bombeiros que pago anualmente! Guardo todos os comprovantes para qualquer adversidade.
    Cansa esse governo, os funcionários públicos e órgãos governamentais que só querem verba para encher os próprios bolsos!

    ResponderExcluir
  2. Eu fico boquiaberta é com as declarações e com o que a população faz quando tem animais silvestres em suas áreas [algumas pessoas estavam tentando cutuca-la com um pedaço de pau para retirá-la de lá.].
    Sendo um animal silvestre, tudo o que ocasionar lesão e danos físicos, configura crime!

    Outro espanto foi o que assisti ontem em um telejornal, o apresentador abismado que a jiboia comeu um gambá inteiro =oO. Queria que ela tivesse usado talher de peixe?!
    É cada uma que se ouve e devido a isso, é que depois temos ciência de pessoas dando pauladas, queimando e cortando animais silvestres.

    Realmente não é o papel fundamental da SUIPA e ela tendo, ainda, que adicionar peso aos ombros já tão sobrecarregados. Mas... ainda bem que ela faz-se presente e dá atenção aos não-humanos. Oxalá continue a poder fazer isso.

    ResponderExcluir
  3. Jorge Romano22/01/2016 17:52

    O Rio está falido, nada mais funciona (se é que um dia funcionou). Só resta mesmo a Suipa para esse tipo de trabalho, os bombeiros quando são "obrigados" a efetuar resgate, levam o animal para a Suipa. É preciso veicular para a população, autoridades e até mesmo prefeito e governador, que a Suipa é particular, lá não entra dinheiro fácil do governo e ainda querem cobrar impostos da Suipa. Já falei pra Izabel mudar o estatuto e transformar a Suipa em igreja, assim teria todas as isenções possíveis, não pagaria nem IPVA dos veículos que servem de ambulância.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪