23/12/2015

Mensagem aos humanos enviada por Koko, a gorila


Mesmo depois de ter rolado a Conferência do Clima em Paris, assinei a petição que está linkada abaixo. Acho que não é tarde para isto. O vídeo é bastante interessante. Do jeito que for, somos todos Koko, não? Detalhe: ela adora gatinhos....
-------------- 




Publicado em 1 de Dez de 2015
Koko, uma gorila fêmea que pertence a uma das espécies mais raras do planeta que podem se comunicar usando a linguagem de sinais, e é o único que pode enviar uma mensagem para a humanidade: a preservação da biodiversidade deve ser escrito no Acordo de Paris. Ajude a natureza ser ouvida! Assine a petição on-line: http://natureseeyou.com/en#petition 
Nota da Fundação Gorilla: Este vídeo foi feito com imagens de Koko reagindo depois que ela foi informada  sobre o que está em jogo na COP21. Depois de ser familiarizado com as questões, ela foi autorizada a improvisar. O vídeo foi editado por questões de brevidade e continuidade.

Veja um outro vídeo de Koko e uma outra postagem que fizemos com ela recentemente: 
Gorila Koko tem um encontro especial com Robin Williams

2 comentários:

  1. Essa mulher fez a mágica de chegar ao coração de uma primata, traduzindo sentimentos, emoções e sentimentos dela como só uma mãe consegue fazer com seu filho que não fala, provando com isso que todos os animais seriam capazes de interagir conosco tão belamente, assim como KOKO, mas convivemos com eles há milênios sem ouvi-los e à vezes pisamos neles sem vê-los e pior do que isso, os matamos por esporte ou consumismo, destroçando seu direito à Vida, rindo deles enquanto morrem gritando por socorro, fazendo piada de sua morte.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪