15/12/2015

Caso da “queima do gato” pode vir a ter mais arguidos

A dona do gato foi a única criminosa no caso? e a cambada que fez todo o ritual demoníaco? Lembrem do caso lendo nossa postagem a respeito: Em Portugal, queimam gato vivo nas Festas de São João - Mourão, Vila Flor
------------------------
As investigações da GNR sobre o caso da “queima do gato” em Mourão, Vila Flor, levaram, até agora, à constituição de apenas uma arguida, a presumível dona do gato, ou gata, que foi fechado no pote, pendurado no poste, posteriormente incendiado. A arguida poderá vir a responder pelo crime de maus tratos a animais, mas a ela, no banco dos réus, deverão juntar-se outras pessoas.

A fase de inquérito deste processo, que nesta fase é conduzida pelo Ministério Público, “não está fechada e as investigações continuam”, adiantou ao DIÁRIO AS BEIRAS Eduardo Saltão
Mendes, causídico da VCM – Sociedade de Advogados, de Coimbra, que representa o Grupo Gatos Urbanos, associação de proteção animal que se constituiu como assistente no processo.

Ao que o DIÁRIO AS BEIRAS apurou, já foram ouvidos, pelo procurador, o autor das filmagens, a primeira subscritora da lista da Comissão de Festas de Mourão, bem como a presidente da Junta e a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Vila Flor. O Ministério Público solicitou ainda à Ordem dos Veterinários uma peritagem abstracta, fundada nas imagens do vídeo fornecido pelo Grupo Gatos Urbanos, com vista a apurar as consequências físicas e psicológicas para o gato, bem como as consequências da falta de tratamento dos ferimentos. Esta peritagem pode apurar, nomeadamente, se o gato que foi apresentado, são e salvo, pela “dona”, teria sido mesmo o utilizado no macabro ritual das festas locais de S. João.

Dadas as dificuldades da GNR em identificar os intervenientes diretos na “queima do gato”, o Ministério Público está a efetuar outras diligências. Para isso, designadamente, solicitou ao Departamento de Engenharia Informática da Universidade do Porto se é possível extrair fotogramas, do vídeo em questão, com melhor qualidade de imagem.

O Grupo Gatos Urbanos solicita também a quem tenha informações sobre a identidade dos intervenientes neste ato que entrem em contacto pelo e-mail gatos.urbanos@gmail.com.

FONTE: asbeiras.pt

4 comentários:

  1. Homicidas sem entranhas, sem alma, sem coração a serviço de forças malignas e das energias negativas que invocam para si e para seu lar porque a infelicidade que causam aos inocentes, voltará redobrada para si próprios, sua casa e seus filhos e não vai adiantar clamar por S.João, na hora de pagar as dívidas.É sofrer o revertério, ainda que esperneando, como esse gato sofreu.

    ResponderExcluir
  2. que se queimem a eles próprios a ver se gostam... sacanas

    ResponderExcluir
  3. A ignorância - prima irmã da maldade - faz dos pequenos inocentes as vítimas indefesas dessa ignomínia. Não sou hipócrita e desprezo adulações, então digo: gostaria muitíssimo que a Lei de Talião fosse aplicada aqui.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪