23/10/2015

Gatos do prédio da Prefeitura do Rio serão removidos pelo CCZ e SEPDA no domingo

1 - Integrantes da proteção animal não conseguiram um prazo maior para removerem os gatos do prédio. Então, quem puder ajudar, entra em contato, por favor! Vejam abaixo a atualização do caso.


--------------------------------------------------

Hoje começou o resgate para salvar os gatos do CASS. Vão para lares temporários e alguns vão para campanha de adoção amanhã na Praça Saens Pena das 11 as 18 horas. Divulguem! Para adotar entrem em contato. (21) 993166030 - Vejam mais fotos AQUI.


--------------------------------------------------

3 - Várias ONGs estiveram presentes: Quatro Patinhas, SOZED, ANIDA, OITO VIDAS, Protetores Independentes, Resgate Animais e SUIPA  que levou material para limpar as pulgas do segundo andar do prédio da prefeitura..... Vejam mais fotos AQUI



Quem desejar participar veja a PETIÇÃO DA SUIPA


--------------------------------------------------

4 - Prefeitura derruba liminar que impedia retirada de gatos na Cidade Nova

bandrio - 21/10/15

--------------------------------------------------

5 - A protetora Daniela fez uma carta aberta

Amigos, quem puder assine também a carta e envie aos políticos. Divulguem. Compartilhem. Os animais desta cidade precisam que demonstremos união, garra e força contra a crueldade e o arbítrio. Podem colocar seus próprios nomes no local da assinatura.  O documento foi redigido por mim mas não é meu. Não me pertence. É deles.Para eles.
Somos todos um.
Abraços fraternos.

CARTA ABERTA AOS MEMBROS ELEITOS DO PMDB DE REPÚDIO À POLÍTICA DO SR. PREFEITO EDUARDO PAES EM RELAÇÃO AOS ANIMAIS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Prezados Senhores Vereadores da Cidade do Rio de Janeiro, Deputados e Senadores eleitos pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Nós, cidadãos e ativistas da proteção animal da Cidade do Rio de Janeiro, vimos demonstrar nossa indignação e repúdio quanto à política violadora dos direitos dos animais praticada pelo Sr. Prefeito Eduardo Paes, consubstanciada especialmente nas trágicas condições dos animais do Zoológico da Cidade e da perseguição sistemática aos animais comunitários.

É notório, veiculado pelas mídias do país, as péssimas condições em que se encontram os animais alocados no zoológico da cidade: mal alimentados, maltratados, em condições insalubres e sem segurança, definhando e passando fome, doentes e vindo a óbito. Não adentraremos no mérito de que zoológicos são prisões, cárceres e inaceitáveis pela sociedade moderna e atenta aos direitos destes seres sencientes. Causa profunda comoção, além da manutenção de zoológicos, o péssimo estado destes animais e condições de existência, fruto da administração do local pela Prefeitura da Cidade que demonstra desprezo por suas vidas, além de incompetência de gestão.

Inobstante sequer ser capaz de manter condições satisfatórias de cuidados dos animais do zoológico a gestão do Sr. Eduardo Paes, eleito prefeito por este partido político, a fim de promover os Jogos Olímpicos de 2016 tem violado sistematicamente as leis que protegem os animais comunitários em uma perseguição implacável e política segregacional que provou em um passado recente ser nefasta para a vida e saúde desses animais.

Os exemplos mais recentes são em relação aos gatos comunitários da CADEG e do Centro Administrativo São Sebastião na sede da Prefeitura, colônias existentes há décadas, mantidas pelos protetores de animais locais que providenciam a alimentação, esterilização e cuidados veterinários dos mesmos.

Pretende o Sr. Prefeito retirar os animais das comunidades que com eles mantém vínculos de amor e proteção para alojá-los no abrigo municipal Fazenda Modelo, local que foi objeto de denúncias de maus tratos. Animais saudáveis e doentes convivendo no mesmo espaço, filhotes sobrevivendo durante meses em gaiolas até morrerem sem direito a liberdade, ração de péssima qualidade, falta constante de medicamentos básicos, insuficiência de tratadores e veterinários, dezenas de animais doentes sem tratamento veterinário, o que torna o local verdadeiro depósito de animais.

Ou seja, não basta condenar ao sofrimento os animais existentes na própria Fazenda Modelo, a gestão municipal pretende condenar centenas de outros animais ao mesmo destino trágico e infeliz.

A conduta da Prefeitura do Rio de Janeiro viola frontalmente as leis que protegem os animais comunitários: Lei Municipal 4956/2008 e Lei Estadual 6464/2013 que definem o animal comunitário como aquele que, apesar de não ter proprietário definido e único, estabeleceu com membros da população do local onde vive vínculos de afeto, dependência e manutenção e que o mesmo deverá ser mantido no local em que encontra.

Além de violar a nossa legislação e os direitos dos animais, segue o exemplo nefasto da Rússia que também "limpou" a cidade sede dos animais de rua a fim de realizar as Olímpiadas.

A política adotada pela Prefeitura do Rio de Janeiro nos lembra as políticas adotadas por países totalitários e que jamais deveriam ser empregadas em um Estado Democrático de Direito que deveria primar pelo respeito e ampliação dos direitos dos animais e nunca restringir e violar estes direitos.

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro surgiu em uma ditadura militar como resposta ao totalitarismo e com proposta democrática, portanto, a proteção animal espera dos membros eleitos desse Partido uma reposta e uma posição urgentes em relação a política adotada pelo Prefeito Eduardo Paes e que os animais desta Cidade sejam ouvidos através da voz de seus protetores.

O legado a ser deixado pela cidade olímpica não pode ser o holocausto de seus animais.

Daniela Franco,
OAB/RJ 110.059

LEI Nº 4.956, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2008

Dispõe sobre o animal comunitário, estabelece normas para seu atendimento no Município do Rio de Janeiro, e dá outras providências.

Art. 1° Fica considerado como animal comunitário aquele que, apesar de não ter proprietário definido e único, estabeleceu com membros da população do local onde vive vínculos de afeto, dependência e manutenção.

Art. 2° Ficam estabelecidas normas de identificação, controle e atendimento a animais comunitários, na forma prevista nesta Lei.

Art. 3° O animal comunitário deverá ser mantido no local onde se encontra, sob os cuidados do Órgão Municipal para este fim apontado e cujas atribuições estão relacionadas a seguir;
I- prestar atendimento médico veterinário gratuito;

II- realizar esterilização gratuita conforme disposto na Lei nº 3.739, de 30 de abril de 2004;

III- proceder à identificação a ser feita por meio de cadastro renovável anualmente.
Art. 4° Serão responsáveis-tratadores do animal comunitário aqueles membros da comunidade que com ele tenham estabelecido vínculos de afeto e dependência recíproca e que para tal fim se disponham voluntariamente.

Parágrafo único. Os responsáveis-tratadores serão cadastrados pelo orgão supra-citado e receberão crachá do qual constará qualificação completa e logotipo da Prefeitura do Rio de Janeiro.
Art. 5° Caberá ao Poder Executivo Municipal determinar o orgão que procederá a implementação das disposições expressas nesta Lei.

Art. 6° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

E-mails:
Vereadores: leiladoflamengo@globo.com; thiagokribeiro@gmail.com; alexandreisquierdo@camara.rj.gov.br; vereador@eduardao.com; vereadorjorgefelippe@gmail.com; lauracarneiro@lauracarneiro.com.br; prof.uoston@camara.rj.gov.br; atila.alexandre.nunes@gmail.com; chiquinho.brazao@camara.rj.gov.br; joaocabral@camara.rj.gov.br; vereadorjorgebraz@camara.rj.gov.br; messina@camara.rj.gov.br; jorge.silva@camara.rj.gov.br; rosa.fernandes@camara.rj.gov.br; sferraz@camara.rj.gov.br; williancoelho@camara.rj.gov.br; rafael.aloisiofreitas@gmail.com

Deputados Estaduais: anapaularechuan@alerj.rj.gov.br; andrelazaroni@alerj.rj.gov.br; beneditoalves@alerj.rj.gov.br; coroneljairo@alerj.rj.gov.br; danieleguerreiro@alerj.rj.gov.br; dica@alerj.rj.gov.br; edsonalbertassi@alerj.rj.gov.br; fabiosilva@alerj.rj.gov.br; jorgepicciani@alerj.rj.gov.br; marcelosimao@alerj.rj.gov.br; pedroaugusto@alerj.rj.gov.br; rosenvergreis@alerj.rj.gov.br; tiagomohamed@alerj.rj.gov.br; waguinho@alerj.rj.gov.br

Obrigada!

12 comentários:

  1. Jorge Romano23/10/2015 09:43

    Hoje O Globo noticia que o prédio histórico da câmara está tomado de ratos, situação que eu duvido que haja no prédio da prefeitura (mesmo sendo próxima de rio), graças aos guardiões que estão querendo retirar, por inércia ou atuação direta do prefeito Edu Paes. Uma cidade com tantos problemas graves, pessoas morrendo nas ruas com tiro de fuzil, e um bando de idiotas preocupados em transferir gatos comunitários de um local onde estão sendo cuidados para um local onde será morte certa. Que todos se lembrem disso nas próximas eleições, quando o Edu Paes vai querer alçar voo mais alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, tem muito gato valendo mais que gente.

      Excluir
  2. Pois é, os gatos podem ser salvos, se fosse feito um MUTIRÃO e cada um ficasse com um gato, ao menos. É CASO DE VIDA E MORTE EEEEEE !!! Mas a grande maioria só sabe esbravejar no facebook. Só sabe dar lição de moral e dar PALPITE no que OAS OUTROS tem de fazer. Botar a mão na massa, recolher um animal em perigo, isso não. Isso é com OS OUTROS. Repito: TODOS PODERIAM SER SALVOS. Numa população de milhões de habitantes e de pelo menos MIL que se auto-intitulam "protetores", não conseguirem salvar SETENTA GATOS ??? Benzadeus!!! Quanta hipocrisia!!! Agora vai se ver quem é quem MESMOOOOOOOO !!! Levantem a bunda da cadeira!!! Ninguém quer os gatos, querem que eles fiquem naquele lugar. Porém, depois de tanta falação, os coitados nunca terão paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são só 70 gatos, porque centenas são abandonados anualmente, só no CASS. Se as pessoas que gostam forem levar todos para casa, em breve cada um terá mais de cem gatos em casa, sendo que a maioria mora em apartamento e mal tem dinheiro para cuidar de um.

      Excluir
  3. Concordo plenamente contigo, Teresinha! Digo mais: estes gatos já deveriam ter sido adotados há mujuuuito tempo, pois, na rua, no espaço "X" ou "Y"!, atrás da Pref, não é lugar para ninguém viver, tampouco nossos gatinhos. Realmente é terrível imaginar que ninguém leva 2 ou 3 desses gatos para casa. "Ah, já tenho muitos. Mniha casa não tem espaço!", aposto que isso vai ser dito dezenas de vezes.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente, amiga Teresinha, não é tão simples assim, quem ama, cuida, respeita, hospeda, abriga, já tem muitos animais sob a sua responsabilidade, e não se pode abrigar um animal, pura e simplesmente, existe um período de adaptação,de separação, de testes e cuidados veterinários, para quem já tem outros animais, para evitar contágios, doenças, precisa-se de espaço, tempo e dinheiro, joga-se a responsabilidade para poucos, o Governo, no caso, a Prefeitura tem de cumprir as leis já existentes, como a do Animal Comunitário, e e proteção aos animais, cabe ainda aos legisladores criar leis que punam exemplarmente o abandono, para que não continuemos enxugando gelo, como fazemos, todos os dias, a população tem que se unir e questionar, sim, esbravejar, gritar, para que façam a parte deles, os intitulados protetores, não tem mais dinheiro, espaço e muitos, nem ao menos , condições psicológicas para tanto abandono e tantos animais precisando de ajuda, em todos os locais da Cidade, do Estado, do País.Não podemos levar para casa todos os animais abandonados que passam pela nossa vida, não podemos assumir a responsabilidade que é de toda uma população, de todo um Governo, precisamos de ações, não só para resgatar os animais, mas, para cobrar do Governo atitudes coerentes com a situação atual.Eu, infelizmente, não posso abrigar nenhum, sofro todos os dias situação semelhante no meu condomínio, e você, pode abrigar algum? Difícil essa situação, não vemos saída, apenas algumas portas de fuga, quem pode ajudar? Divulgação nas Redes sociais, na TV, quem sabe , abra o coração de alguém com condições de ajudar esses pobres animais.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, amiga Teresinha, não é tão simples assim, quem ama, cuida, respeita, hospeda, abriga, já tem muitos animais sob a sua responsabilidade, e não se pode abrigar um animal, pura e simplesmente, existe um período de adaptação,de separação, de testes e cuidados veterinários, para quem já tem outros animais, para evitar contágios, doenças, precisa-se de espaço, tempo e dinheiro, joga-se a responsabilidade para poucos, o Governo, no caso, a Prefeitura tem de cumprir as leis já existentes, como a do Animal Comunitário, e e proteção aos animais, cabe ainda aos legisladores criar leis que punam exemplarmente o abandono, para que não continuemos enxugando gelo, como fazemos, todos os dias, a população tem que se unir e questionar, sim, esbravejar, gritar, para que façam a parte deles, os intitulados protetores, não tem mais dinheiro, espaço e muitos, nem ao menos , condições psicológicas para tanto abandono e tantos animais precisando de ajuda, em todos os locais da Cidade, do Estado, do País.Não podemos levar para casa todos os animais abandonados que passam pela nossa vida, não podemos assumir a responsabilidade que é de toda uma população, de todo um Governo, precisamos de ações, não só para resgatar os animais, mas, para cobrar do Governo atitudes coerentes com a situação atual.Eu, infelizmente, não posso abrigar nenhum, sofro todos os dias situação semelhante no meu condomínio, e você, pode abrigar algum? Difícil essa situação, não vemos saída, apenas algumas portas de fuga, quem pode ajudar? Divulgação nas Redes sociais, na TV, quem sabe , abra o coração de alguém com condições de ajudar esses pobres animais.

    ResponderExcluir
  6. Fiquem de olho nos gatos senão esses covardes podem até matá-los.Autoridades inúteis.

    ResponderExcluir
  7. Espero que nas próximas eleições a população se lembre de tudo isso.

    ResponderExcluir
  8. Assino e compartilho do pensamento da protetora Daniela Franco, visto que todos os animais tem direito a uma vida digna e o Planeta Terra clama por mais consciência por parte dos seres humanos. A voz de quem os defende jamais poderá se calar enquanto houver um lamento de dor, frio, fome ou sede. EMAIL's ENVIADOS

    “Enquanto não amarmos um animal, uma parte de nossa alma permanecerá adormecida.” (Anatole Franco)

    "Podemos julgar o coração de um homem (nação) pela forma como ele trata os animais". IMMANUEL KANT

    "NÃO DEVEMOS NOS ESQUECER NUNCA QUE UM CORAÇÃO TEM A MESMA FUNÇÃO EM QUALQUER CORPO" - ILA FRANCO

    ResponderExcluir
  9. O governo tem condições de conseguir remédios de pulga em conta e poder tratar tranquilamente, mas não faz porque PREVENÇÃO nunca foi o hábito dos políticos porque assim não teria como encher mais os seus bolsos com dinheiros! Eles NÃO CUMPREM SUAS OBRIGAÇÕES COM QUEM OS COLOCOU NO PODER, FARÃO COM OS ANIMAIS?! Oro para que se faça muita coisa e mudem bastante o enredo dessa historia...agora anotem os nomes dos políticos que estão participando dessa emboscada aos animais.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪