26/10/2015

Gata "funcionária" provoca rebuliço na Assembleia de Minas

Gente, muito legal.... tão bom se fosse assim em todos os lugares!!!!! aliás, infelizmente, lá mesmo os coleguinhas do Deputado já estão questionando se animais dentro da Assembléia "pode"..... ô nojo!!!!
Leiam a ATUALIZAÇÃO do caso, ao final.
------------------------------------
Nova "funcionária" da Assembleia é uma gata! Nora é a mascote da Comissão Extraordinária de 
Proteção aos Animais. Ela passa os dias no gabinete do presidente, 
deputado Noraldino Júnior, e frequenta reuniões.

A mais nova “funcionária” do gabinete do deputado estadual Noraldino Junior (PSC) é uma gata cheia de charme e está causando verdadeiro rebuliço na Assembleia Legislativa. É que Nora, como foi batizada a vira-lata adotada pelo parlamentar, é, de fato, uma felina, que desde a quinta-feira passa
os dias na sala do deputado, no 21º andar do Edifício Tiradentes. A presença da mascote movimenta os corredores da Casa e foi responsável pela polêmica da semana: ela pode ou não pode permanecer nas dependências do Legislativo?

"Funcionária" gata terá de deixar gabinete de deputado na Assembleia
“Pelo regimento interno, não há impedimento, mas tem gerado comentários”, diz um técnico. Na quinta-feira,  ela “assistiu” – com direito a compor a mesa – à reunião da Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais e foi apresentada. Nora, que tem cerca de um ano, foi abandonada em uma casa em Macacos, em Nova Lima, na Grande BH, e resgatada por protetores e chamou a atenção de Noraldino, que preside a comissão. “Fui à casa da pessoa e adotei, ela estava muito magra e sem comida. Levei ao veterinário e decidi trazê-la para o gabinete”, conta. 

A gata passa os dias no gabinete com toda a liberdade possível. Sobe nas mesas, fica na janela e pede atenção dos “colegas de trabalho”. Faz as necessidades no banheirinho de areia. Segundo o parlamentar, existe uma rede de proteção para que ela não saia pelos corredores da Assembleia e, à noite os funcionários se revezam para oferecer um leito. 

Tudo parecia certo, mas alguns assessores de fora começaram a questionar a presença da gatinha. “Deste sexta-feira, toda hora vem alguém perguntando e tive informação de algumas pessoas que estariam contrárias à permanência dela. Não fiz um pedido oficial, até por desconhecer o regulamento interno, mas vou conversar com o presidente da Assembleia e, se tiver algum impedimento, levo para casa”. 

Noraldino defende a permanência da gata e lembra que algumas empresas já permitem a presença de animais de estimação nos ambientes de trabalho. "Existem empresas que até adotam os bichos para melhorar a convivência entre os funcionários”, completa.  secretário da mesa, Alencar da Silveira JR (PDT), disse que, se a gata não dorme na Assembleia, não há problemas legais. “O que não pode é morar, fazer visitas pode", afirmou.

Fonte: Estado de Minas
-----------------------------------------
ATUALIZAÇÃO:
Não podia dar outra coisa... ô gente nojenta!!!!
Após dez dias em gabinete da Assembleia de MG, gata muda para o interior



O deputado estadual Noraldino Júnior (PSC-MG), que passou dez dias com a gata Nora na Assembleia mineira
A gata Nora, de aproximadamente um ano, sem raça definida e com as vacinas em dia, deve viajar de carro no início da noite desta sexta-feira (23) de Belo Horizonte para Juiz de Fora (MG), distante 280 km da capital mineira, para se fixar em sua nova casa: a da família Fagundes.

Nora foi adotada recentemente pelo deputado estadual Noraldino Júnior (PSC), 32, defensor da causa dos animais. O nome adotado, claro, é uma abreviação de Noraldino e foi escolhido pelos funcionários do gabinete. O animal e um cachorro estavam abandonados no distrito de Macacos, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, depois de os donos deixarem a cidade. O cão foi adotado por um casal, e o gato, pelo parlamentar.

O animal começou a "frequentar" o gabinete do parlamentar na Assembleia de Minas Gerais desde o dia 13. À noite, a gata dormia na casa do parlamentar. Durante os dez dias que passou no gabinete do deputado na Assembleia de Minas, a gata teve liberdade, subiu em mesas, andou pelas janelas em segurança. Foram instaladas telas de segurança nelas. O chão recebeu um coberto e um "banheirinho" de areia foi montado. Segundo o gabinete de Noraldino Júnior, os custos todos saíram do bolso do político.

A felina chegou a ser levada para "compor" a mesa de uma reunião da Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais, presidida por Noraldino Júnior, e teve registrada a sua presença.

"Adotei a gata. Ela estava muito magra e sem comida. Levei ao veterinário e decidi trazê-la para o gabinete", disse o deputado.

Na quinta-feira (22), porém, o deputado foi chamado pelo presidente da Casa, deputado Adalclever Lopes (PMDB), que lhe pediu para que deixasse de levar a gata para a Assembleia. Noraldino Júnior atendeu, mas antes conseguiu um local para receber o animal.

"Quis [com a adoção] mostrar que abandonar um animal aumenta ainda mais o número de animais de rua, dificulta o controle do poder público e aumenta os casos de maus-tratos. Isso tudo precisa ser combatido", afirmou o parlamentar.

Segundo ele, o animal frequentar o ambiente de trabalho é uma forma de deixá-lo mais leve e aumentar a produtividade. "Ela [a gata] com certeza deixava nosso ambiente com mais paz. Era uma troca: ela nos alegrava, com seu jeito meigo, com as suas brincadeiras com bolinhas de papel, e a gente a enchia de carinho", disse.

Ele afirma ter atendido à solicitação do presidente da Assembleia porque houve reclamações de funcionários de outros gabinetes.

A família que irá receber a gata é a de Nathalia Fagundes, 30, assessora de comunicação do deputado. Ela vai levar Nora até a casa da família, em Juiz de Fora. "Meus pais ainda não sabem. Vai ser uma surpresa. Mas eles vão adorar."

Cinco funcionários do gabinete cuidaram da gata no período, mas com a assessora de comunicação o apego foi maior. "Vão ser umas quatro horas de viagem até Juiz de Fora, depende do trânsito. Vamos sair no início da noite. Vamos eu e mais três colegas. Já está tudo preparado. Ela [Nora] vai numa caixinha", afirmou Nathalia Fagundes.

9 comentários:

  1. O ser humano é mesquinho, invejoso, mau caráter... muitas vezes por não gostar da pessoa ou do tipo de animal se volta contra ele...Nojentos!

    ResponderExcluir
  2. Ana Lucia Nunes26/10/2015 22:40

    Sábia decisão de tirar a gatinha da convivência com tantas pessoas repletas de energia negativa.
    Tomara que seja muito feliz na nova família !

    ResponderExcluir
  3. É, tem gente que não merece ter um animal não humano por perto.

    ResponderExcluir
  4. Que mal faz a gatinha para esses cretinos que não a querem lá ? Não gostam ? Azar deles. Fica longe e deixem a bichana em paz.

    Neusa

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. É... qto temos ainda que evoluir enqto seres humanos.... Para mim e para muitos ter os animais por perto é um privilegio e uma honra, enqto que para outros sua presença é indesejável. Talvez porque tê-los por perto, desperte em seu interior sua verdadeira essência que é o puro amor e sua moral ilibada, matéria original com a qual fomos feitos, mas fazem uso do seu livre arbítrio e fazem questão de se desviarem do cominho maior. Mal sabem esses outros que mais uma vez estão lhe dando um nova chance, talvez a última. "Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais". IMMANUEL KANT - Não podemos evoluir planetariamente enqto permanecermos com nossas almas adormecidas em relação aos nossos irmãos menores. O Planeta Terra nos pede mais consciência em nossas atitudes.

    ResponderExcluir
  7. Mais que certo um animal próximo a negociações de sua espécie. Quem sabe a cambada se sensibilizaria e votaria leis mais firmes contra os maus tratos. Pena ela ter aparecido após minhas visitas à ALMG como grevista em manifestação. Adoraria tê-la conhecido. Mas vou guardar o nome do deputado e tentar trocar opiniões com ele. Quem sabe...

    ResponderExcluir
  8. Em qualquer ocasião, a presença de um animal só trás benefício, mas infelizmente sempre tem um mau caráter pra implicar.

    ResponderExcluir
  9. a gata foi tirada do local porque estava se destacando mais do que os dputados que la estavam. Brilhou cai fora.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪