20/10/2015

Cleo Pires faz campanha contra consumo de ovos de galinhas confinadas

É sempre bom pessoas notórias fazerem suas escolhas e prestigiarem nossa causa....
---------------
A atriz Cleo Pires se uniu, nesta sexta-feira (16), à Humane Society International (HSI), uma das maiores organizações globais de proteção animal, para convidar os consumidores a fazer escolhas mais compassivas e rejeitar os ovos produzidos por galinhas confinadas em gaiolas em bateria.

No Brasil, cerca de 95% das galinhas usadas na produção de ovos em escala comercial passam suas vidas inteiras confinadas em gaiolas de
metal tão pequenas que elas não podem sequer andar ou esticar suas asas.

“Eu fiquei chocada quando a HSI me mostrou como os animais são tratados na produção de ovos no Brasil. Estou feliz por ter narrado o filme da organização ‘Ovos: Gaiolas versus Livres-de-Gaiolas’(http://www.hsi.org/ovos) e espero que ele informe muitas pessoas sobre a origem dos nossos alimentos. Tenho certeza de que muitos brasileiros também serão contra o tratamento extremamente desumano ao qual as galinhas são submetidas depois de assistir ao vídeo e farão escolhas mais éticas na hora de comprar alimentos”, disse Cleo.

Carolina Galvani, gerente sênior de campanhas de animais de produção da HSI no Brasil, disse: “É realmente muito gratificante trabalhar com a Cleo Pires na conscientização sobre a realidade da produção de ovos no Brasil. O confinamento por toda a vida de galinhas poedeiras em gaiolas em bateria é uma das práticas mais cruéis da pecuária. Por isso, nós convidamos os consumidores a fazerem a diferença ao deixar os ovos produzidos por galinhas engaioladas fora de seus pratos”.

O filme da HSI “Ovos: Gaiolas versus Livres-de-Gaiolas” contém imagens de granjas de ovos da cidade de Bastos, maior polo da produção nacional, e também mostra imagens de granjas brasileiras que não usam gaiolas e vendem seus ovos com certificação de bem-estar animal ou com os rótulos “caipira” ou “orgânico”. O filme aborda ainda os problemas de saúde pública, como o maior nível de contaminação por salmonela em sistemas de confinamento intensivo em gaiolas.

FONTE: HojeemDia

4 comentários:

  1. Jorge Romano20/10/2015 16:38

    Muito bom. Não se pode vender 1 dúzia de ovos a R$ 2,99, e até por menos, com qualidade , tem que haver alguma coisa errada, e a coisa errada está no sofrimento absurdo imposto as galinhas para que coloquem vários ovos ao dia. Acendem a luz em plena madrugada para enganar e induzir a colocação dos ovos. O ideal é comprar de quem tem criação doméstica. No mercado, não basta trazer a inscrição de "caipira", "orgânico", ou "vermelho", o mais importante é a certificação de que as aves tem acesso as áreas de pastagem E rezar para que seja verdade.

    ResponderExcluir
  2. Seu irmão, Fiuk, se tornou vegano e tomara Cléo seja vegana também porque não apenas galinhas sofrem, bois, porcos, coelhos, gansos, peixes - também.
    http://www.anda.jor.br/20/10/2015/fiuk-vira-vegano-prepara-programa-alimentacao

    ResponderExcluir
  3. Que os nossos irmãos os animais sejam tratados com respeito dignidade e amor que eles merecem, faz bem para todo mundo. Marta

    ResponderExcluir
  4. NÃO DEVEMOS NOS ESQUECER NUNCA QUE UM CORAÇÃO TEM A MESMA FUNÇÃO EM QUALQUER CORPO - ILA FRANCO

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪