28/09/2015

Muçulmanos de todo mundo massacram animais no 'Dia do Sacrifício'

Mais um ano de massacre de animais no mundo inteiro para comemorações do Dia do Sacrifício, chamado Eid al-Adha. Eu quero respeitar a religião, mas, como fazê-lo diante de alguém que cultua tamanha barbárie? 

Desde 2010 que denunciamos em nosso blog esta crueldade em nome de Deus..... 

Este ano os líderes religiosos recomendaram ninguém tirar fotos ou fazer filmes para não haver protestos.... Estou registrando abaixo duas matérias que reporta os acontecimentos deste ano.

Neste blog "A  Idade Certa" tem uma matéria antiga falando sobre uma ativista no Cairo. Não deixe de ler: ‘Eid al Adha’É um ritual religioso mas tenebroso: O Islã na luta pelos direitos dos animais.

Aproveitando o tema de animais na religião, descobri que está sendo feito um vídeo sobre as festas cruéis da Espanha. O nome é "Santa Fiesta"
---------------------------

Os muçulmanos de todo o mundo se reúnem para sacrificar o gado na celebração do Festival  Eid al-Adha   
Seguidores do Islã, tradicionalmente, matam animais, como ovelhas, vacas, cabras e camelos no sagrado Dia do Sacrifício quando comemoram a misericórdia de Deus, que no Corão conta que o profeta Ibrahim foi poupado de matar seu filho Ismael em troca de uma cabra.

Muçulmanos de todo o mundo reuniram-se hoje para sacrificar o gado comemorando séculos de
rituais neste festival sagrado. Matanças cerimoniais nos matadouros, nos parques e até mesmo nas ruas foram vistos hoje como parte do Eid al-Adha, um dos dias mais sagrados do calendário do Islã. Multidões, incluindo crianças, na Faixa de Gaza,   Malásia, China, Tailândia  e Europa, adoradores se reuniram para comemoração da misericórdia de Deus.

Os rostos de olhos arregalados dos jovens - alguns sorrindo, alguns profundamente na contemplação e alguns um pouco assustado - testemunharam a matança ritual, de acordo com o protocolo Halal, que é obrigatório.Famílias são incentivados a escolher os seus melhores animais para o ritual, que remonta aos dias dos profetas do Alcorão - a saber Ibrahim, que é análogo a Abraão na Bíblia.

O livro sagrado islâmico diz como Deus exigiu que Abraão sacrificasse seu primeiro filho, Ismael, em um ato de subserviência a ele. No entanto,  quando Ibrahim cortou a garganta de seu filho, ele descobriu que um anjo havia substituído Ishmael com uma cabra. Os sacrifícios de animais ainda realizadas hoje são destinadas para simbolizar e celebrar ato de misericórdia de Alá.

Vacas, ovelhas e cabras são os animais mais comuns que são tomadas para abate, mas outros animais - incluindo camelos - também apresentam dependendo da região. Na Grã-Bretanha os assassinatos rituais têm de ter lugar num matadouro.

Famílias escolhem sacrificar animais de boa qualidade. Não existem regras absolutamente vinculativas sobre o que fazer com os restos mortais, mas uma tradição diz que famílias dividem a carne utilizável em três. Uma parte que consomem-se, outra vai para os amigos, e o terceiro final é dado aos pobres.

A data exata do Eid al-Adha no calendário ocidental muda a cada ano - em 2015, o festival foi realizado em 24 de setembro As festividades coincidem com a peregrinação Hajj - que foi atingida por uma tragédia deste ano, quando mais de 700 pessoas foram esmagadas até a morte nos arredores de Meca.

Crianças e suas famílias são retratados assistindo uma vaca recém-abatidos em Rafah, 
em Gaza, no Eid al-Adha - alguns com alegria, alguma perplexidade e outros com excitação

Essas crianças não se incomodam com o abate em Allepo, Síria.
 O festival continuou apesar do caos em que se encontra o país


Esta vaca está sendo amarrado antes da sua morte, em Kuala Lumpur, Malásia

Fonte: Daily Mail (tem outras fotos)
----------------------------------
Mais de 4.500 turcos se ferem sacrificando animais na Festa do Cordeiro

Um total de 4.514 turcos sofreram ferimentos acidentais enquanto sacrificavam animais durante a realização na quinta-feira do primeiro dia do Eid al-Adha, uma das principais festividades muçulmanas, informou o jornal "Hurriyet".

O Eid al-Adha, ou Festa do Cordeiro, é uma celebração de quatro dias na qual muitos muçulmanos, especialmente praticantes, sacrificam um animal e dividem sua carne: um terço para a família, um terço para os parentes e um terço para os pobres.

Embora as autoridades de muitas cidades tenham disposto espaços especiais para realizar o sacrifício com açougueiros profissionais, muitos turcos optam por matar eles mesmos os cordeiros, vacas ou bois, o que costuma provocar uma avalanche de acidentes.

Segundo Hurriyet, 4.514 pessoas foram atendidas ontem nas unidades de emergências dos hospitais por cortes. A maioria dos lesionados tinham cortes nas mãos, mas em dois casos os ferimentos foram no nariz.

Fonte: Terra
-----------------------------------------

13 comentários:

  1. MALDITOS,mil vezes malditos...

    ResponderExcluir
  2. Credo!! Que horror gente! Como pode Deus de amor que criou todos os seres neste mundo gostar de tal atrocidade? Ele fica é muito triste de ver tamanha ignorância deste povo. Como pode gente estamos em 2015 e ainda a gente vê estes absurdos acontecendo. Peço por todos estes animais, que Deus os proteja sempre. Marta

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus q. horror, isso não é religião, é massacre, maus tratos explícito. Precisamos fazer algo. socorro!!

    ResponderExcluir
  4. Muçulmanos, judeus, cristãos,...
    Fiquei maravilhada uma vez q participei de um culto Hare Krishna e vi q eles tratam os animais como irmãos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Veronica Santos. Gosto muito deles e do Budhismo Tibetano. São os poucos que respeitam os animais...

      Excluir
  5. Eu fico me perguntando que adultos serão essas crianças que acompanham tudo isso com "naturalidade". Parece um círculo de violência que não acaba nunca...

    ResponderExcluir
  6. O pecado da carne, em nome de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Farta de tanta ignorancia em nome de Deus. Vade retro cultuadores do mal e exploradores do sofrimento alheio.

    ResponderExcluir
  8. Detesto religião, especialmente as que lavam seus pecados com sangue. Não acredito que um deus de bondade permite algo assim, isso é coisa de homens sádicos, ignorantes, primitivos.

    ResponderExcluir
  9. Na verdade o que o ser "humano" quer é apenas uma desculpa qualquer para matar. Nossa espécie é o câncer deste Planeta.

    ResponderExcluir
  10. gente!!!!os adultos desde já induzindo as crianças a serem futuros assassinos de inocentes, é uma invasão de vírus esses, estes sujeitos.

    ResponderExcluir
  11. Malditos MUÇULMANOS, que destroem a religião, pois só estão bem vendo sangue INOCENTE.
    MATAM ANIMAIS, MULHERES e CRIANÇAS. É A RELIGIÃO DA MORTE.!!!
    Nunca a EUROPA, irá tolerar isto. E se o fizerem, que sejam bem castigados.
    Mas a Europa é PARVA, agora na Suécia, França e Alemanha, as leis querem desculpabilizar a violação ou estupro de mulheres por muçulmanos, pois faz parte da
    " cultura " destes povos, E a Europa tem que compreender... Uma OVA, FDP.

    ResponderExcluir
  12. Maldita religião. Hediondo a crueldade a matança contra inocentes animais. Essas gente criminosa tinha que apodrecer na cadeia. Tinha que ter pena de morte para esses assassinos de animais. Holocausto, parecem nazistas, demônios. Selvagens, porque essa gente ainda vive ? Raça maligna dos infernos. Tomara que sofram muito por cada animal que matam. Malditos assassinos.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪