15/08/2015

Histórias sobre animais: Um cão ocupa o lugar do outro para consolar menina

A história é linda, mas, não sei se as fotos são relativas. 
---------------------------------------------
Todos os dias o cachorro esperava por esta garota. Quando ela fez 5 anos, tudo mudou de repente!

Muitas pessoas têm uma imagem ruim de cachorros de briga. Pitbulls e outras raças semelhantes são as maiores vítimas do preconceito. Mas a história desse animal mostra que o caráter de um cachorro não depende de sua raça.

Greg Heynen tinha exatamente este preconceito contra o pitbull-labrador de sua mulher. Desde que ambos passaram a morar juntos e ela trouxe o cachorro, o cachorro, chamado Zack, parece odiá-lo. Ele se comporta de maneira inquieta e agressiva perto de Greg. Greg fica ainda mais preocupado por saber que sua filha está para nascer. É assim que ele descreve a história:

Flickr/SheilaSund (Symbolbild)

“Eu e minha mulher temos dois cachorros. Antes de nos conhecermos cada um tinha um e trouxemos
ambos para a nova casa. O cachorro dela era um pitbull-labrador chamado Zack e ele me odeia. Quando nossa filha nasceu, eu disse à minha mulher: “Se ele chegar perto do bebê uma única vez, ele terá de ir embora!”

 Flickr/ThisYear’sLove (Symbolbild)

Nós levamos nossa filha para casa e os dois cachorros a cheiraram e lamberam balançando os rabos. Eu tive que afastar o Zack porque ele não queria parar de lambê-la. Deste momento em diante Zack se tornou o protetor da minha filha e quando ela estava sentada em algum canto do chão ele também precisa ter pelo menos uma pata naquele canto.

Facebook/Pitbull-Staff (Symbolbild)v

Zack idolatrava minha filha e quando ela ficou mais velha ele dormia na cama com ela. De algum jeito ele sempre sabia quando era hora de dormir e esperava toda noite ao pé da escada por ela, para segui-la para a cama.

Facebook/Pitbull-Staff (Symbolbild)

Zack foi envenenado por um vizinho idiota e nós tivemos um dos piores dias de nossas vidas. Quando vimos como nossa filha se despedia dele, enquanto ele estava imóvel no chão, eu e minha mulher choramos de soluçar.

Flickr/PaulRoth (Symbolbild)

Neste dia, às 8h da noite, minha filha subiu as escadas para seu quarto. Neste momento nós entendemos de repente o que estava realmente acontecendo. Pela primeira vez em cinco anos minha filha não tinha o Zack subindo as escadas ao seu lado. Ela olhou para mim e sua mãe com medo e pânico nos olhos.

Flickr/PhilipDean (Symbolbild)

Neste momento levantou o meu cachorro, que minha filha sempre amou, mas nunca concorreu com o Zack, e esbarrou a cabeça nela. Ele colocou uma pata na escada e olhou de novo para ela. Os dois foram para a cama juntos e minha filha o apertou fortemente contra si.

Durante os próximos seis anos, até sua morte, Sam a esperou toda noite ao pé da escada”.

Facebook/Pitbull-Staff (Symbolbild)

Que história tocante de uma família e seus dois cachorros, que com seu amor e lealdade conquistaram a todos.
Compartilhe esta história com todos que você conhece para mostrar que um cachorro é sempre o reflexo do seu dono.

Fonte: Não acredito

4 comentários:

  1. Linda historia! Eu tenho muito medo de perder meus cães, já perdi um, o Black, hm PUG preto ano passado, por NEGLIGÊNCIA do veterinário. O cachorro tava na clínica, cheio de problemas de pele e dos rins, esperando para ser atendido, e nada. O veterinário não apareceu. PASMEM: Quando o dono da clínica chegou, disse que era para voltar no dia seguinte, mas o cachorro tava agonizando ali. Não deu outra: ele morreu ali mesmo, depois de duas horas aguardando atendimento, sem que um veterinário o atendesse. Depois, foi enterrado debaixo de uma palmeira, ele morreu negligenciado, mas teve um enterro digno, pelo menos. O nome da clínica que o negligenciou é Saúde Animal, e fica em Belém do Pará. Não pudemos fazer nada quanto a isso, na época, mas se alguém fechasse a clínica por qualquer motivo, me faria um favor e ainda salvaria animais das mãos dos veterinários negligentes de lá. Namastê

    ResponderExcluir
  2. Mais uma prova de que os animais entendem a nossa alma, o nosso coração. Eles já nascem sabendo o que nós levamos uma vida inteira para aprender

    ResponderExcluir
  3. Ana Lucia Nunes16/08/2015 11:33

    Lindo e emocionante relato !!!
    Quem convive com os peludinhos sabe o quanto eles são amáveis, inteligentes e a manifestação do amor incondicional.
    Infelizmente, muitos deles absorvem a energia negativa dos seus dons irracionais, embora tenha conhecido alguns que se recusaram a aprender o "comando de ataque".

    ResponderExcluir
  4. Alem de emocionante demais a historia. Chorei...

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪