21/07/2015

Trabalho de voluntários tem ajudado animais abandonados - PR

Sinceramente, eu tenho profunda admiração por aqueles que a Prof. Sônia Felipe chama de "protetores socorristas"... Nunca vi uma definição tão apropriada para este trabalho incrível feito por pessoas dedicadas a fazer o impossível para atender aos animais. 

O que me revolta é saber que o poder está entregue a incompetentes como este secretário de agricultura que aparece na reportagem.... Céus, o moço não sabe nem falar..... Pobres companheiros que além das dificuldades, ainda tem que engolir coisas deste gênero.... Força aí, galera!!!!! precisando, conta com a gente!!!!!!
--------------------------------------------

Bom dia Paraná - Rede Globo - 20/07/15

Na cidade de Pinhão, são aproximadamente cinco mil animais abandonados nas ruas. Não há projeto do poder público para o controle de reprodução


2 comentários:

  1. Jorge Romano21/07/2015 22:19

    Eu tô ficando meio lento para entender as coisas. O menino que está brincando de secretário quer que a ONG informe qual o numero de animais precisam ser castrados, para fazer um estudo, para licitar e depois contratar??? Eu devo ter entendido tudo errado, não pode ser isso o que aquele boçal falou. O serviço é do estado/prefeitura e não da ONG. Licitação para castrar? Só se ele pretende entrar na fila.

    ResponderExcluir
  2. Se não acionassem uma equipe de reportagem, estes voluntários jamais receberiam uma resposta.
    Indiferente se políticos tem ou não algum tipo de formação educacional, o que importa mesmo é que a grande maioria aprende a desviar verbas rapidinho.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪