09/07/2015

Após 8 meses, homem reencontra cão perdido em feira de adoção no RS

Que felicidade!!!!! como é bom ler coisas do gênero, não? que todos os envolvidos sejam abençoados.... e que sorte da figurinha, heim? tomara que tenha aprendido a não fugir mais....

Luiz Irvando reencontrou cão Fox após 8 meses 
(Foto: Prefeitura de São Leopoldo/Divulgação)

Oito meses após seu cão fugir de casa, o comerciário Luiz Irvando teve uma feliz surpresa ao visitar uma feira de adoção de animais em São Leopoldo, no Vale do Sinos, Rio Grande do Sul. Em meio a outros cachorros, ele reconheceu imediatamente Fox, o seu animal de estimação.
"Procuramos ele por todos os lugares. Minha filha ficou arrasada. O Fox estava na família há 8 anos,
nossa esperança era que alguma pessoa de bem estivesse cuidando dele", declarou Luiz.
O reencontro aconteceu no dia 27 de junho. Durante 8 meses, o animal, que não enxerga de um olho e tem pouca visão no outro, foi batizado de Barnabé e recebeu cuidados de funcionários da Prefeitura de São Leopoldo no canil municipal da cidade após ser atropelado em outubro do ano passado, após fugir da casa de Luiz Irvando.
"Nunca imaginei que pudesse estar no canil. Nosso maior medo era que, por conta da deficiência visual dele , pudesse ser atropelado, o que acabou acontecendo. Mas ele está ótimo, ainda tem dificuldade para se locomover, mas foi muito bem cuidado. Estamos felizes com o retorno do Fox, já está dono da casa novamente", afirmou o proprietário do cão, emocionado.
No retorno ao seu lar, Fox fez dois novos amigos: o cachorro Toddy e o gato Billy, que foram adotados na ausência dele.

Fonte: G1

4 comentários:

  1. Que bom, seria ótimo se fosse sempre assim.

    ResponderExcluir
  2. Jorge Romano09/07/2015 19:30

    Eventos de adoção devem ser visitados por quem perde seus "fujões". Muitos são recolhidos perdidos e acabam sendo colocados para adoção. Pela sua condição visual, o Fox deveria usar uma identificação, assim como todos animais de estimação.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a cena. Para eles conviver num outro ambiente, principalmente depois de ter convivido num lar, é muito estressante. Sorte que teve pessoas amigas durante o período que esteve fora de casa.

    ResponderExcluir
  4. Putzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz tinha que ser dele !!!!!!!!!

    Só não entendo como um cachorro foge da sua propria casa.

    Saio, deixo a porta de casa aberta, meu cachorro fica esperando eu voltar na porta e não sai de casa , nem que a vaca tussa.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪