04/06/2015

Rebel, o lobo sacrificado em zoológico americano

Agora me digam o seguinte: o pobre lobo merecia isto?
Fonte: The Dodo
Colaboração: Helô Arruda
--------------------------------------

Um lobo foi morto devido a uma série de erros humanos no jardim zoológico estadual e as pessoas estão indignados.

O incidente começou no final do mês passado em Menominee Park Zoo, um pequeno zoológico público em Oshkosh, Wisconsin, quando um trabalhador deixou aberta uma porta para uma área fora dos limites do zoológico. 

Vários visitantes aproveitaram o portão aberto para entrar na área privativa da equipe e chegar perto matilha de lobos do zoológico.

Enquanto uma mãe estava ocupada tirando fotos dos animais em cativeiro, seu filho de quatro anos
de idade, aproximou-se do recinto e enfiou os dedos através da cerca de arame. Um lobo curioso de 12 anos de idade chamado Rebel aproximou-se e mordeu a mão da criança.

A criança sofreu quatro perfurações pequenas, que foram facilmente tratadas após o incidente. Mas quando a Divisão de Saúde Pública de Wisconsin envolveu-se, as coisas ficaram muito piores para Rebel, que era o alfa de uma matilha de quatro.

De acordo com o Departamento de Polícia de Oshkosh, a Divisão de Saúde Pública (DPH) considerou Rebel uma ameaça para raiva porque a vacina não tem se mostrado eficaz em lobos.

Spencer Wilhelm, gerente de operações para o Wolf Conservation Center, disse ao The Dodo que a vacina não foi estudada porque ninguém quer matar o número necessário de lobos para pesquisá-la, mas que todas as evidências apontam para que vacina funcione . Rebel estaria imunizado para raiva até 2018.

Apesar dos protestos do zoológico, o DPH deixaram os pais decidir se queriam dar na sua criança vacinas de raiva preventivas. Se não quisessem,  Rebel seria morto para que pudesse ser testado. Os pais escolheram para  sacrificá-lo. Rebel teve resultados negativos.

Agora, os antigos fãs do zoológico estão em pé de guerra sobre o tratamento de Rebel,  muitos argumentam que o lobo estava apenas agindo naturalmente e nunca deveria ter estado em cativeiro em primeiro lugar.

"Eu não entendo por que este animal selvagem teve de sofrer pelo que os seres humanos idiotas fizeram", uma pessoa escreveu na página do Facebook do zoológico. "Os pais devem ter sido punidos por permitir que seu filho entre em uma área não-pública." "Por que um zoológico pode ensinar as crianças que é certo matar um animal selvagem que nem deveria estar atrás das grades?" outra pessoa perguntou.
“Vacinações anti-rábica são desagradáveis mas duram apenas alguns segundos. Para evitar um desconforto temporário uma vida foi encerrada sem necessidade”

As pessoas têm questionado se os funcionários públicos de Wisconsin lidaram com a situação de forma adequada, considerando que eles imediatamente colocaram o lobo sobre a mesa. Mas, infelizmente, a morte de Rebel é apenas o último de uma série de decisões trágicas apoiadas por políticas animais para selvagens questionáveis.

Em abril o Alaska condenou  uma família de ursos negros à morte por exibir um comportamento defensivo - porque um grupo de turistas os cercaram e os perseguiu até uma árvore. A decisão foi revertida, felizmente, devido ao clamor público.

Em maio, um leão da montanha adormecido foi brutalmente morto em um longo minuto de chuva de tiros de curta distância, em Nebraska, simplesmente por tirar uma soneca ao lado de um edifício.

E enquanto as preocupações da raiva são certamente válidas,  a morte de Rebel era desnecessária.

"Se os pais estavam preocupados, eles deveriam ter tratado seu filho através de vacinas" observou Wilhelm. "Na minha opinião, acho que o lobo não deveria absolutamente ter sido morto."

4 comentários:

  1. Palhaçada, não cuidam dos filhos , negligência de funcionários e por causa de quatro furinhos já tratados o lobo perdeu a vida. Se fosse o contrário, a criança torturasse o bicho batendo com uma barra de ferro como já li até ririam da situação. Pobre lobo que pagou com ma vida a negligência de tantos desumanos Como diz você Sheila: NOJO

    ResponderExcluir
  2. Com certeza não deveria ter sido morto. Eu teria, por prevenção, aplicado a vacina no meu filho, aliás, eu não o teria deixado chegar perto dos animais, melhor ainda, não teria levado meu filho para ver animais enjaulados, é muita crueldade. Ô mundo-cão!!!

    ResponderExcluir
  3. Fabíola Ratton05/06/2015 13:40

    Depois do acidente a mãe, que não estava cuidando do filho, quis poupá-lo das vacinas? Não deveriam nunca ter dado a opção aos pais. Quem faz caca tem que pagar. O Zoo é que deveria ter entrado com uma ação contra eles.

    ResponderExcluir
  4. Os "pais" deveriam ter sido processados e não o animal sacrificado. Os inocentes sempre pagam por pecadores. E quanto ao leão da montanha ser morto apenas porque tirava uma soneca ao lado de um edifício é inconcebível - o ser humano não vale nada mesmo.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪