• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Em Havana, animais abandonados nas ruas recebem identificação, comida e acompanhamento veterinário

Pois é, galera... tem gente que gosta e tem gente que não gosta de Cuba..... Mas, olhando isto, a gente tem que gostar, né?
-----------------
No Brasil, aproximadamente, 30 milhões de animais vivem abandonados nas ruas; Nas ruas de Havana, em Cuba, cachorros e gatos são castrados, identificados e alimentos

Segundo pesquisa recente, hoje no Brasil existem, aproximadamente, 30 milhões de animais abandonados nas ruas. Deste total, 10 milhões são gatos e 20 milhões cães.

Ainda de acordo com o estudo, em cidades grandes, a proporção é que
para cada cinco habitantes há um cachorro. Em cidades menores, o cenário é semelhante e pode chegar a ¼ da população local.

Enquanto isso em Cuba

Apesar de ser um problema vivido em diversas regiões do mundo, em Havana, os animais que "teoricamente" vivem recebem um tipo de acompanhamento veterinário.

Nas ruas, os animais são castrados e ganham um crachá de identificação com nome, foto e telefone do local onde costumam ficar mais tempo. Além disso, também são alimentados, bebem água limpa e recebem carinho da população local.

FONTE: Catracalivre

7 comentários :

  1. Isso parece ser só mais uma propaganda para inglês ver, como tudo é mentira lá, tem a moeda do povo e a dos turistas e do governo, a saúde do povo e a dos turistas e do governo, esse aí deve ser o programa de animais do governo, resta saber como são tratados os animais do lado oculto do povo

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Beti - a própria população não tem alimentos suficientes. Então, como crer que os animais tenham? Preste atenção, Sheila, quando vir um documentário sobre Cubra, em como as imagens são feitas sempre tentando esconder a decadência - ou minimizá-la - e exaltar os lugares mais conservados.

    ResponderExcluir
  3. Quem paga pela alimentação deles? O Governo?

    ResponderExcluir
  4. Sheila, esse trabalho é feito pela ONG Protección Animales de la Ciudad - PAC Cuba https://www.facebook.com/PACCuba?fref=ts que não tem nada a ver com o giverno, é uma iniciativa de protetoras locais.

    Vc pode verificar na própria página que não são todos os bichinhos que vivem nas ruas de Cuba recebendo esse tratamento. Há maldade e animais abandonados e passando fome do mesmo jeito que no resto do mundo. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  5. Cuba não tem lei de proteção animal e essa ONG luta para que isso se torne realidade. O govenro Cubano nada tem com esse trabalho da ONG.

    ResponderExcluir
  6. Achei linda a foto, mas será que na prática acontece isso mesmo?! Tenho minhas dúvidas. Alguns amigos meus já foram em Havana, e pelas fotos, não havia nenhum cachorro de rua com essa identificação. (Mariclara)

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porem, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.