31/12/2014

Assustado com fogos de Natal, cão se joga de sacada e morre enforcado

Quando há 20 anos atrás comecei a fazer a campanha "Bicharada, passa p´ra dentro", ninguém se tocava no desespero dos animais. Hoje, a consciência é bem maior e os casos trágicos merecem matéria que acaba alertando cada vez mais sobre este problema.....
-------------------------------------------
Vira-lata Mel morreu aos 11 meses (Foto: Reprodução/Facebook)
Caso aconteceu no bairro Universidade, na Zona Sul de Macapá.
Dona do animal diz que a cadela tentou se esconder do barulho dos fogos.

Uma cadela vira-lata chamada "Mel", de 11 meses, morreu na madrugada do dia 25 de dezembro após se assustar com o barulho provocado pela explosão de fogos de artifício na celebração da noite de Natal. O episódio aconteceu no bairro Universidade, na Zona Sul de Macapá. Segundo a dona, Bruna Góes, o animal estava amarrado em uma coleira na sacada da casa, que tem dois andares, e durante a queima de fogos se jogou e morreu enforcado.

Em um grupo de adoção de animais na rede social Facebook, a amapaense relatou o
ocorrido e postou um vídeo com fotos da cadela. A publicação comoveu centenas de internautas, e havia tido quase 400 curtidas até esta segunda-feira (29).

Dona do animal postou mensagem em um grupo no Facebook relatando a tragédia (Foto: Reprodução/Facebook)
Na publicação, Bruna se refere ao animal como "filha" e atribui a tragédia aos fogos de artifício. "Uma dor que não estou conseguindo suporta... eu me culpo todos os dias por isso é ainda tem pessoas para me dizer que é só adota outro perecido, ela não era substituível [sic]", publicou.

Emocionada, Bruna contou ao G1 que amarrou Mel e os outros dois cães porque sabia que eles se assustariam com os fogos que normalmente os vizinhos soltam na noite de Natal. Para ela, a morte da cadela foi uma tragédia que marcará a data.

Bruna e a cadela Mel (Foto: Bruna Góes/Arquivo Pessoal)
"Foi tudo muito rápido. Quando começaram a soltar os fogos ouvi a Mel latindo e depois de 10 minutos pedi para a minha sobrinha ir até a sacada soltá-los, foi quando ela percebeu a falta dela. Foi um desespero. Pensei em mil coisas e depois de um tempo a encontramos enforcada. Foi uma tragédia que acabou com o meu Natal e o da minha família", disse Bruna.

A cadela havia sido adotada em janeiro de 2014 e estava prestes a completar um ano. Para a dona do animal, a morte de Mel foi causada pela queima de fogos de artifício, segundo ela, feita de forma irresponsável pela população durante as festas de fim de ano.

"Eu não tinha o costume de amarrá-la. Ela vivia com a gente solta dentro de casa, como um membro da família. Era querida por todos aqui", lamentou.

Nas vésperas do Revéillon, Bruna pede à população que tenha consciência na hora da queima de fogos.

"Às vezes as pessoas não imaginam que os fogos podem deixar nossos bichinhos aterrorizados. Poderiam dar mais atenção a essa situação na cidade para não acontecer uma outra fatalidade como ocorreu com a Mel", pediu.

ONG fará esquema para proteger cães e gatos em abrigo durante queima de fogos (Foto: Anjos Protetores/Divulgação)

ONG fará ação para proteger cães e gatos em abrigo durante queima de fogos no Réveillon em Macapá (Foto: Anjos Protetores/Divulgação)
Proteção
Em um canil localizado no bairro Araxá, na Zona Sul de Macapá, voluntários da ONG Anjos Protetores estão realizando um esquema para proteger os 62 gatos e os 26 cachorros que vivem no local, na hora da virada.

Segundo o integrante da entidade que resgata e cuida de animais de rua, o jornalista João Clésio, a ação será para evitar que os animais se assustem durante a queima de fogos.

"Vamos nos revezar das 23h até a 1h da manhã do dia 1º de janeiro para acalmar os animais, pois sabemos que é difícil esse período para eles", disse Clésio.

FONTE: G1

10 comentários:

  1. Tão simples... porque não usavam tela de proteção?

    ResponderExcluir
  2. Agora não adianta chorar, todo mundo tá cansado de saber que não pode amarrar animal quando soltam fogos. Não tenho dó dela. É a única culpada. Quem sabe agora deixe de ser imbecil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, a dona é a única culpada, deveria ter colocado o animal dentro de casa, se possível embaixo da cama. Não adianta culpar só quem solta os fogos, ela é a responsável pelo animal. Deixar amarrado??? Francamente!

      Excluir
  3. Lamentável ela ter prendido a cachorra do lado de fora do apto vamos dizer assim. Tivesse deixado dentro de casa com a família.
    Parabéns a ONG pelo trabalho durante a virada.

    ResponderExcluir
  4. Fiquem por perto deles para esta tragédia não acontecer.

    ResponderExcluir
  5. Deveria ter prendido num cômodo, sem amarrar. Lamentável, mas foi culpada pela morte do animal.

    ResponderExcluir
  6. Fogos nem deveriam ser usados, mas são, pelo menos por enquanto, infelizmente. Agora cabe a nós protegermos nossos filhos, principalmente os peludos que são mais sensíveis ao barulho.

    ResponderExcluir
  7. Carmen Lucia de Almeida02/01/2015 17:42

    É inconcebível que uma pessoa que tenha um ou mais animais não tenha a consciência
    de que tem que prende-lo dentro de casa, fechar todas as janelas, ligar o ar condicionado
    ou ventilador, até que os fogos acabem.Espero que essa pessoa tenha aprendido - se
    arrepender não vai adiantar nada.

    ResponderExcluir
  8. Não se culpe, Bruna, você teve a melhor intenção, fogos são uma guerra para eles e continuarão sendo comercializados para compradores ignorantes aloucados extravasarem suas neuroses com barulhos ensurdecedores. Você, Bruna cuidou de sua filha com todo o amor, ela está linda na foto, não se culpe, encontre nos momentos bons que vocês viveram a paz que você precisa agora pra cuidar de seus outros “filhos”. Não podemos prever tudo, não somos deuses e às vezes optamos justamente pela atitude que causará o imprevisto, na intenção de preservar nossos amores. Fique em paz Bruna, porque Mel deseja isso pra você e Deus também.

    ResponderExcluir
  9. Coitadinha , já era adotada , festas, fogos, é assim, pensam que tudo cai do céu, pegou o bichinho e entregou para quem cuidar , em uma sacada era o óbvio que essa tragédia iria acontecer, infelizmente mas agora a bichinha já morreu, descansou. Desculpem eu amo muito estes bichinhos e tem coisas que é óbvia , tem que cuidar!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪