26/11/2014

Polícia apreende 130 gatos em apartamento na Tijuca, Rio

Só se não li direito, mas, para onde foram os animais?
--------------------------------
Gatos foram retirados de apartamento na Tijuca (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Dono foi autuado por maus tratos.
Animais estavam em imóvel na Rua Conde de Bonfim.

Policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) apreenderam, na tarde desta terça-feira (25), cerca de 130 gatos. Os animais foram localizados dentro de um apartamento na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca. O dono foi autuado por maus tratos.

Segundo os agentes, eles foram até o local para cumprir um mandado de busca e apreensão. Durante as investigações, foi apurado que o responsável havia sido notificado diversas vezes pelos órgãos de fiscalização, mas ignorava todos os chamados.

Ainda de acordo com os policiais, o autor foi autuado, assinou o termo circunstanciado e o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim).

FONTE: G1

11 comentários:

  1. Boa pergunta, Sheila! Foram retirados (apreendidos) e levados prá onde??

    ResponderExcluir
  2. Apreende. Foram tratados como mercadoria, não se espera um bom final para isso. E para onde foram levados? Não concordo com o autor, mas tirar o animal de um ambiente e levá-lo para outro pior, onde ficará em uma gaiola apertada com pouca alimentação e nenhuma higiene também não é a solução. Ou com outros gatos que podem estar doentes e, assim, adoecerem e morrerem sem cuidados. Mentalidade difícil de entender...
    E que notícia pela metade o G1 publicou!

    ResponderExcluir
  3. No site extra.globo eles tem a reportagem mais completa e segundo eles o gatos foram levados para a Fazenda Modelo, em Guaratiba, na Zona Oeste da cidade. Agora resta saber se esta Fazenda Modelo é mesmo um bom final para esses gatos.
    O link para a reportagem é http://extra.globo.com/casos-de-policia/idoso-que-mantinha-130-gatos-dentro-de-apartamento-autuado-por-maus-tratos-foi-deus-que-ordenou-14659141.html

    ResponderExcluir
  4. Li no Olhar Animal que os gatos foram encaminhados para um local chamado Fazenda Modelo em Guaratiba.
    Quanto ao caso, trata-se de pessoa acumuladora de animais, o que é caso de tratamento psicológico. Mas o caso já foi encaminhado para a Justiça Criminal.
    Enquanto isso outros casos que que realmente tratam de crueldade sem limites, aparentemente não acontece nada.

    ResponderExcluir
  5. Jorge Romano26/11/2014 18:14

    Tô apostando R$ 0,10 que é bem capaz de terem ido parar na Suipa, porque poucos sabem que ela não é governamental. Não é raro acautelar animais apreendidos na Suipa.

    ResponderExcluir
  6. A notícia não está completa, pois não sabemos o motivo pelo qual o dono foi acusado de maus tratos, afinal havia gatos doentes, com fome, feridos? Se o cara não for um acumulador, é um desesperado protetor tentando salvar vidas e em qualquer caso, ele precisa de ajuda. Ajuda pra ele e pros gatos!

    ResponderExcluir
  7. Alguem tem contato com protetor de la??? E so questionar, precisa ser verificado.

    ResponderExcluir
  8. Amigos, como nenhum meio de comunicação teve competência ou interesse em divulgar o caso com detalhes, vou esclarecer. O senhor em questão não é um protetor que recolhe animais de rua. Ele é um lunático que acredita que o Deus vivo quer que os gatos procriem. Ele tinha apenas um macho e duas fêmeas. Os outros 127 são descendentes destes três. O imóvel cheirava a urina ao ponto dos policiais terem que usar máscaras, a ração estava misturada com urina no chão escorregadio onde havia fezes incrustradas. O cara precisa de tratamento? Claro. Os animais merecem viver neste ambiente? Não. Eles foram para a fazenda modelo. É o local ideal? Não. Alguém tem uma sugestão melhor? Deixá-los lá? Deixar que sejam 260? 300? 500? A Fazenda Modelo está aberta todos os sábados e aceita ajuda. Muitos protetores vão até lá tirar fotos dos animais que estão para adoção, dar banho, passear.Lá eles tem alguma chance. Naquele apartamento fétido, nenhuma. A imprensa divulgou uma foto bonitinha deles em cima de um móvel. Tenho os vídeos que foram disponibilizados para a imprensa mas não sei por qual motivo não foram utilizados. Outros esclarecimento. Jamais os policiais, ao menos, os atuais, da DPMA, levarão qualquer animal resgatado de maus tratos para a SUIPA. JAMAIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É cada um fala sua "verdade" e repleta de penas de pavão. Gostam de aparecer. Emitem "opiniões" do dic:. ideia sem fundamento; presunção; vaidade... "Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existem". Fui algumas vezes neste apartamento e grande era o empenho para fazer o melhor que alguém pode numa situação difícil como aquela com tantos gatos e garanto que nunca existiu ração misturada com urina e nem fezes incrustadas. Existia sim um fétido de urina e chão escorregadio quando começava acumular após o descanso necessário e pegava-se então duro na faxina para amenizar o impossível com todos esses animais. Todos saudáveis, amigos, carinhosos e por incrível que pareça nenhuma pulguinha para contar a história.
      Mas como servo do Deus vivo e a prova do Mesmo que ele passou e ninguém passaria e que os cegos não enxergam, foi o próprio Criador que permitiu tirar os animais para preparar sua grande vitória que deixará o mundo de boca aberta e toda imprensa noticiará e no mundo todo, para honra e glória do Nome do Todo Poderoso. Quem viver verá. E os vídeos não foram utilizados porque o Deus Fogo consumidor não permitiu que seu "servo inútil" (Lc 17:10) fosse escrachado e será sim honrado por Ele, muito breve e todos saberão. Chegou a hora. Mateus 5:11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, MENTINDO, disserem todo o mal contra vós por minha causa. 2 Timóteo 3:12 E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições. 13 Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.
      Atos 5:29 Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa OBEDECER a Deus do que aos homens.
      Assim é o mundo: Falam do que não sabem e nem entendem. Usam da sabedoria própria, e não do Alto. essa sabedoria é carnal, terrena e maligna como diz no livro de Tiago 3:15

      Excluir
    2. Acompanhei de perto, algumas vezes o tratamento cuidadoso e carinhoso que este senhor sempre deu aos animais, inclusive alimentando com ração de ótima qualidade. Estive também no dia da apreensão no local e obtive informação diretamente do veterinário da Sepda (Dr.H.P.) que estava na operação que informou não reconhecer nenhuma doença nos animais. O que pelas fotos expostas na mídia pode-se observar a vitalidade e porte sadio dos animais.

      O que me causou espanto foi ver fotos e filmagens retiradas pela equipe da Sepda e policiais/DPMA, na mídia tão rapidamente, não se trata de material de uso legal? Não precisa de autorizações para divulgar? Material vendido? Qual a função e real interesse dos participantes da operação? Estariam enquadrados no Art. 319: "Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal:...”???

      A "Fazenda Modelo" tem o nome bonito, mas pelo que fui informado ficarão confinados a gaiolas bem menores do que o espaço que ocupavam, é isso? Até que ponto é modelo (pra inglês ver?)? OS animais terão carinho e alimento de qualidade que estavam acostumados?

      Quem tem olhos para ver.... Não é sobrenatural os animais estarem totalmente saudáveis?

      Provérbios 28:5 Os homens maus não entendem o juízo, mas os que buscam ao Senhor entendem tudo.

      Excluir
    3. Caro senhor que postou a resposta no anonimato,

      Não discuto com argumentos religiosos. Discutir esse tema é um absurdo. Fé é a crença naquilo que não se pode provar.
      Estive no apartamento e vou falar dos fatos. Os animais não estavam subnutridos. Havia bastante ração, mas de má qualidade, isso é verdade. Boa parte da ração estava diretamente sobre o chão do imóvel e este estava todo (TODO) coberto de urina. Os pés escorregavam. O proprietário dos animais chegou a pedir para calçar chinelos para não sujar o pé quando saiu de seu quarto (quarto que não havia nenhum gato). O odor de amônia que exalava da urina era intoxicante, algo impossível de descrever em palavras. Os animais não tinham espaço suficiente para se deitar sem que o fizessem sobre a urina que estava pelo chão, razão pela qual muitos tinham o pelo úmido de urina e alguns apresentavam problemas dermatológicos. O espaço estava de tal maneira saturado de animais que, apesar de haver redes de proteção, alguns gatos romperam a rede, despencaram pela janela e se espatifaram na casa do vizinho que morava nos andares inferiores. Obrigar animais a viver em meio a fezes e urina em um espaço confinado é crime. O dono deles não estava fazendo nenhum trabalho de caridade, apenas achava errado (devido a crenças religiosas) castrar os animais. Castrar é um ato de amor. Ele próprio não ficava naquele ambiente. Nos cômodos da casa em que ele ficava, ele não permitia a presença de gatos.
      Os gatos não tinham absolutamente nenhum comprovante de atendimento veterinário, muito menos caderneta de vacinação.
      Ele apenas atribui a sorte ou azar de tudo o que acontece em sua vida à vontade divina.
      Como ele perdera a data de castração, junto à SEPDA, dos seus primeiros 3 gatos, ele interpretou isto como um sinal divino de que os animais deveriam se reproduzir indiscriminadamente.
      Gostaria de saber a opinião dos gatos em ter que comer ração encharcada de urina e de ter que se deitar para descansar ao lado de suas próprias fezes. Achar que um animal deve sofrer por conta de suas convicções religiosas é uma das atitudes mais odiosas que podem vir de um ser humano.
      Esqueci de mencionar o relato dos moradores que diziam que, não raro, ele descartava os corpos dos gatos mortos na lixeira do edifício.
      Ora, o que será que aconteceu para seus animais morrerem? Ele não os tinha há tanto tempo assim (2 anos) para atribuir a morte dos mesmos à velhice.
      Morreram de doenças infecciosas, de brigas, problemas congênitos?
      Nunca saberemos, pois ele jamais procurou atendimento veterinário para os animais. O fato é que ele não tinha condições de mantê-los de forma a atender todas as suas necessidades, mas insistia em fazê-lo devido a crenças religiosas.

      Excluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪