20/09/2014

Psicanalista diz que não gosta de bichos e é demitido do programa da Fátima


Muito bom.... este idiota falou um monte de besteira.... teve o que merecia.... Caso não tenha visto CLIQUE AQUI para ver o vídeo que ele diz que não gosta de animais na cara de uma protetora.... nojento....


Após um ano no ar, o psicanalista Francisco Daudt foi despedido do "Encontro com Fátima Bernardes" por conta de sua sinceridade. "O fato de eu não ser endossador do senso comum gerava uma série de reclamações dos telespectadores. Sou um touro indomável, falo o que penso. Não sabia que era um defeito ser sincero, achei que era uma virtude", contou Daut em entrevista ao UOL.

O estopim teria ocorrido na última segunda-feira (15), quando Francisco disse que não gostava de animais e que achava normal deixar um cachorro de estimação, por exemplo, dormir fora de casa,
fora do espaço comum dos humanos. "É verdade que eu não gosto muito de bicho. Quando minha filha perguntava qual bicho eu gostava, respondia: 'leitão a pururuca'. Aí, ela falava: 'bicho vivo, pai'. Eu respondia: 'ostra'. Tenho uma relação com o cachorro da minha filha (que durante sete meses fica em sua casa), na qual eu sou o dono e não ele", expôs Daudt ao comentar o fato de uma mulher ter 50 gatos e 17 cachorros em casa e gastar mais do que ganha com os animais.

"A gota d'água foi eu insultar a 'religião' de algumas pessoas, só porque disse que não gostava de bichos. Foi como falar mal de Maomé para os islâmicos", comparou Francisco. 

Com participações todas as segundas-feiras, Daudt tinha a função de comentar os assuntos discutidos por Fátima Bernardes, Lair Rennó e Marcos Veras, com a participação de famosos e anônimos. Ele analisava e expunha seu parecer clínico ou pessoal.

Entretanto, a dispensa da atração não deixou o psicanalista triste, ele entendeu que sua posição não cabia para o espaço lhe dado na TV Globo. "Vou embora satisfeito, agradecido pelo amor de toda equipe. Afinal, me aturaram durante um ano. O Arruda [Maurício, um dos diretores da atração] me ligou e disse que o programa não era para ser polêmico e as minhas [colocações] eram", disse. "O Bial [Pedro] chegou em mim e disse: 'Suas ideias são ultrajantes para o Na Moral, pense para Fátima", contou o médico aos risos.

A gota d'água foi eu insultar a 'religião' de algumas pessoas, só porque disse que não gostava de bichos. Foi como falar mal de Maomé para os islâmicos, diz Francisco Daudt.

Apesar das reclamações de alguns telespectadores, Francisco teve uma recepção diferente nas ruas. "Quando vou a algum restaurante, os garçons fazem festa. As pessoas me paravam na rua e elogiavam o fato de eu ser sincero. Ouvia: 'Adoro você, você fala o que pensa, é ótimo'", contou ele.

Com planos de migrar para a TV a cabo, Daudt, que também é colunista do jornal "A Folha de S.Paulo", contou que a experiência de falar ao vivo foi gratificante. "TV ao vivo é uma delícia, você não é editado, pode falar o que pensa. Meu maior medo era a Globo me oferecer R$ 100 mil por mês e eu ter que parar de dizer o que penso", declarou. 

Após o desligamento, Francisco enviou um e-mail para Fátima, agradecendo-a, juntamente com toda a equipe do programa. Abaixo um trecho da mensagem:

Fátima, quero te dizer o quanto foi gostoso, divertido, enriquecedor e afetivo o tempo que passei no seu programa. O quanto me fez bem perceber, por meio de repercussões variadas nas ruas, das visitas ao meu site, o imenso alcance do seu programa e o bem que pude fazer através dele, sobretudo para pessoas simples, às quais de outra maneira nunca teria acesso. A quantidade de carinho que recebi dessas pessoas me aqueceu o coração e  mostrou como o saber psicanalítico e da natureza humana se encastelam numa linguagem enrolada e acadêmica, deixando de cumprir seu papel social de influenciar na capacidade de reflexão praticamente virgem de tais pessoas, que são excluídas socialmente pelo pedantismo que esses conhecimentos costumam ter.

Segundo a Rede Globo, o contrato de Daudt acabava em setembro e não foi renovado porque a intenção é ter um rodízio maior entre os participantes. "Aconteceu isso com o músico Branco Mello, que participava nas sextas-feiras e com a psicóloga Tatiana Paranaguá. A ideia é ter a maior participação de diversos colaboradores." 

32 comentários:

  1. Eu acho que ele tem o direito de expressar as suas ideias e opiniões desde que não desrespeitem os outros. O que eu achei mais ofensivo, foi quando ele disse que a televisão, graças a Deus, ainda não tinha cheiro. O que, na minha opinião ofendeu bastante a protetora assim como todas as pessoas que tem muitos animais em casa, como é o meu caso. Não gostei, o acho pedante, arrogante e besta demais quando se refere aos outros que gostam de animais nos considerando desequilibrados e carentes por amar os animais e tratá-los muito bem, com todo o carinho e dedicação. Sinceramente, não gosto de pessoas que não gostam de animais. Aliás, desconfio do caráter destas pessoas. Portanto, nós que amamos os animais devemos ignorar as ofensas de pessoas sem coração, e pedir a Deus que as ilumine e as mantenham longe de nós e dos animais, para não nos fazer mal. Uma observação: o que esse homem deve fazer ao flap??? quando sua filha não está por perto???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palavras bem postas MARCIA MACHADO. O humano que despreza os outros animais da hierarquia zoológica revela bem de seu caráter por achar-se superior e não considerar sentimentos dos demais. Afora isto, o que se tem por psicanalista revela uma ignorância de outra realidade e se resigna a ficar encastelado no próprio saber, cuja veracidade é dele, não necessáriamente saber correto científicamente falando. É o caso de sua afirmação de que nós os amantes dos animais projetamos neles sentimentos e consciência que são nossas. Pois nisto ele se engana. Há hoje uma literatura científica, com base na fisiologia e anatomia do cérebro dos animais que evidencia possuirem eles conscIência (v.g. a Declaração de Cambrige). Também no que concerne à noção de Direitos dos Animais há hoje embasamento jurídico-legal. Sem falar que na nossa convivência verificamos as condutas inteligentes de gatos e cães ( o Daut até admitiu a maior esperteza dos Gatos). Logo, ele é um sujeito que se acha a cereja do bolo e comete contradições inaceitáveis para quem se considera o dono da verdade. Ele, na imprensa, comete um grave pecado : praticar imprensa marron porque faz por aparecer sobre acontecimentos que não conhece. Saudações, Luiza Moll de P.Alegre/RS

      Excluir
    2. Concordo com você, Márcia... sou protetora e acho que pessoas desse nível devem ficar fora da mídia, para não virar moda não gostar de bichos. Tenho muitos cães em casa, faço doações, tenho página de adoção no Face e fico ainda mais decepcionada com pessoas que fazem esse tipo de apologia na TV

      Excluir
  2. Beeeeeeeem feito!!!
    Vai ser sincero agora no inferno!
    hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Nem sempre podemos falar o que queremos ou que pensamos, precisamos respeitar as pessoas. E alguns comentários "sinceros" nos levam à cadeia...cuidado com o que diz.....foi no mínimo muito grosseiro da parte dele. Fizeram muito bem em demití-lo, ele que vá falar o que quer com gente como ele.
      Por isso amo Incondicionalmente os animais, eles jamais fariam o que esse SER HUMANO infeliz
      fez.....

      Excluir
  3. Nunca ouvi fala nesse senhor. Nunca assisti ao referido programa.Pelo que pude observar na reportagem ele tem um dos piores defeitos que considero em alguém:o deboche! Posso imaginar as bobagens que deve ter dito ao longo do tempo em que participou do tal programa.Ninguém é obrigado a gostar de animais,mas a insensibilidade das palavras dele é que chocam,incluindo as respostas que deu à própria filha. Que arda no fogo do inferno. NORMA VALLE

    ResponderExcluir
  4. Não gosta de animais e se comparou a um TOURO?! Além de contraditório é por demais pretensioso o histriônico sujeitinho!...

    ''O odioso é a porta de saída do ridículo.'' Victor Hugo

    ResponderExcluir
  5. Bem feito se fuleuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Estes profissões formados na área de comportamento humano acham que são dono das razão. Não entende o que é sentimento, carinho. Julgam que pessoas que cuidam dos animais são carentes e desequilibrados por não compactuar com certos humanos. Prefiro mil vezes ois animais. Frustados é esta pessoa que proferiu tamanha imbecilidade.

    ResponderExcluir
  7. KKKKKKKKKKKK é isso ai Jose cara otário insensível, e ainda digo mais nós podemos fazer uma (VAQUINHA) para contribuir com a passáge dele só de ida para esse lugar. e tenho certeza que la ele ficaria muito feliz pq ele seria o bicho q ele mais gosta o própio leitão a pururuca afinal ele é gordo e segundo dizem o lugar é um forno, perfeito pra degustação dos 7 pés!

    ResponderExcluir
  8. Se achava o DONO DA VERDADE... quebrou a cara vaza nojento. Como pode ser tão imbecil e se considerar terapeuta... tenho pena de quem precisa desse COISA como muleta, muito triste.

    ResponderExcluir
  9. Incrível como o ato de amor choca. Recolher animal de rua p/o referido sr. é perda de tempo.Bom seria se fòssemos todos como ele : não respeitar nossos irmãos e comê-los todos e ficar gordão q. nem ele.

    ResponderExcluir
  10. Incrível como o ato de amor choca. Recolher bicho de rua p/o referido sr. é perda de tempo.Será q. ele gostaria q. fôssemos como ele,além de não gostar de animal vivo, come todos eles, e fica pançudo como ele? Credo.

    ResponderExcluir
  11. Nesse caso o castigo foi rápido, ele mereceu. Não gosta de animais é o mesmo que não ter sentimentos, aí entra a análise desse caráter duvidoso.

    ResponderExcluir
  12. Também nunca vi esse talzinho, mas pelo que vocês falam, já foi tarde. Eu o teria demitido, também, não por ser sincero, isso é até uma, qualidade, desde que com educação, que pelo que pude perceber ele não tem, mas por não gostar de animais. Gente que não gosta de animais, não presta.

    ResponderExcluir
  13. Beth Vieira20/09/2014 20:36

    Nossa, que satisfação ler essa matéria e todos os comentários. Faço das suas as minhas palavras Márcia Machado e Luiza Moll, e ratifico cada um dos comentários acima.

    Estava assistindo o programa no dia e fiquei revoltada com o sr. em questão. Já o tinha ouvido anteriormente e por diversas vezes fiquei chocada com tanta arrogância, soberba, deboche, inconveniência, pedantismo, insensibilidade e ignorância, mas agora ele se superou. Quem sabe assim, ao ficar desempregado, tenha tempo de se auto analisar e procurar ser uma pessoa (e profissional) melhor?

    Fico muito feliz quando vejo que a Proteção está sendo respeitada e que bom que nossos animais começam a ocupar o verdadeiro espaço deles!

    ResponderExcluir
  14. O bom de toda essa polemica é que destaca “o joio do trigo” no que se refere a quem tem aprendido da vida o melhor que ela ensina e quem ainda está soletrando a cartilha. Animais são preciosos como terapeutas, guias de cegos, salvadores de vidas ou simplesmente como a imprescindível companhia de estimação com os quais aprendemos os sentimentos bons que alguns pobres humanos desconhecem. Azar o deles.

    ResponderExcluir
  15. Olha, se eu fosse essa filha, tiraria correndo esse cão da casa dele, sabe-se lá o que ele faz na ausência da filha com esse animalzinho? Para mim essas pessoas que dizem que não gostam de animais são completamente mal amadas e infelizes e usam de argumentos sórdidos desses para se vangloriar e se achar o bonzão. Se isola meu senhor, vá morar bem longe de nós e de nossos bichinhos.

    ResponderExcluir
  16. Petulante, é o verdadeiro joio do trigo.

    ResponderExcluir
  17. Já havia visto este senhor algumas vezes no programa da Fátima, assim como em participações em outras programações da globo, e meu pensamento sempre foi - "Porque dão espaço pra essa criatura?" - Não sei a escolaridade dele e pouco me importa sua formação e experiência, seus pensamentos são retrógrados, já demonstrou também ser machistas em vários momentos, cheio de razão, que quer ser o dono da verdade. Até que enfim perceberam que a participação dele mais atrapalha do que ajuda.

    ResponderExcluir
  18. Não gostar de animais não significa que maltrate os bichos. Eu também não gosto na minha casa, mas nunca maltratei ou critiquei quem gostasse.
    Quanto a falar o que pensa, infelizmente, não se pode falar o que pensa porque as pessoas não estão preparadas para ouvir a verdade. As pessoas se enganam em 99% do tempo!

    ResponderExcluir
  19. Estou reenviando, parece que não chegara aí.

    Eu temo sobre o dia em que discordar das massas poderá ser algo fatal ou mesmo perigoso ao cidadão. Já pensou que só por pensar diferente diante de grande parte da sociedade já tratam com medo? Isto é uma reflexão sobre a manipulação das massas. O mundo em que vivemos nos faz temer oque é diferente. Porém não nos preparar, para raciocinar. E quem pensa ou mesmo discorda da maioria, corre o risco de ser julgado por uma multidão. Da mesma forma que se discute time de futebol. Com empirismo e não com a lógica. E acaba nisto. Seria algo como demitir alguém por torcer por outro time que não a maioria. Oficialmente isto nunca aconteceu. Porém me pergunto se isto já não acontecera por debaixo dos panos. Ainda sim me pergunto, será que por discordar só este texto não é arriscado a minha pessoa? Melhor eu parar.

    ResponderExcluir
  20. O que acho bizarro, também, são as as auto-proclamadas celebridades rindo do que esse "senhor" fala, principalmente quando insinua que animais fedem. O ser humano, em sua necedade de se achar superior, limpinho e cheiroso, esquece que fede muito mais que os animais e que mascara sua puzza com banhos diários, produtos das mais variadas marcas, dentifrícios, sabonetes, perfumes, loções, cremes para chulé e sprays para o hálito. Experimentem colocar em jaulas separadas, gatos e mulheres e deixe-os sem banho, sem perfume, sem escovar os dentes, sem absorventes, sem toalhinhas, sem sabonetes, durante um mês (para que passem por um ciclo menstrual), para ver quem fede de verdade. Cada uma !!!

    ResponderExcluir
  21. Elaine Rowena Scarpe21/09/2014 06:49

    Concordo infelizmente com os comentários acima, com um agravante: o dito senhor não apendeu NADA, e vai continuar a desfiar o seu preconceito em outras plagas...Lamentável...

    ResponderExcluir
  22. JÁ FOI TARDE!!!!

    ResponderExcluir
  23. guarde a opinião de bosta dele a sete chaves,e como psicanalista, é um bosta de profissional! credo!

    ResponderExcluir
  24. Achei tudo muito natural ! Só que está mais do que claro, que vivemos em uma sociedade medieval, medíocre e ditatorial. Um apresentador de programa que por sinal com uma cultura carente, não conseguiu respeitar os Direitos Humanos e muito menos a opinião alheia, sobretudo, porque quiz fazer mídia com a camada mais ignorante que povoa os programas de televisão.
    Acredito que enquanto não houver respeito pela opinião alheia, a sociedade vai continuar no mesmo status de mediocridade. Cada cidadão deve sempre poder expor com sinceridade suas ideias. Isso se chama livre arbítrio.Falar nomes de baixo calão indica a pobreza cultural e intelectual de nossa sociedade. Lamentável!

    ResponderExcluir
  25. Se o Sr.Daudt tivesse apenas mencionado em publico que nao gostava de animais, o problema seria dele nao nosso. Ele pecou em muito em desrespeitar a opniao do proximo, isso é sinismo e falta de profissionalidade. Uma pobre alma errante nesse mundo ja tao caotico. A opniao desse Sr. e um saco de arroz caindo no paquistao tem o mesmo peso.
    E galera, sempre vale a frase: " Nao se importe se um humano nao gosta de animais, agora fique muito atento se animais nao gostam desse humano". Eles sao bem mais sabios e farejam a podridao da alma humana ha quilometros. Abr. Dora

    ResponderExcluir
  26. Não se trata de sinceridade e sim de arrogância e atraso mental. O mundo girou e este senhor ficou parado no tempo. Vejam que suas convicções são do início do século passado e se assim ainda pensa, provavelmente, também acredita que mulheres, negros e crianças são inferiores ao homem branco. É apenas um imbecil.

    ResponderExcluir
  27. Esse gordo com jeito de relaxado deve feder infinitamente mais que os animais!!! Idiota arrogante e mal educado !!!!!

    ResponderExcluir
  28. Eu amo os animais, admiro a todas as pessoas que dão proteção principalmente a aqueles que tem fome,sede,frio, indefeso,com falta de carinho,maltratado,agredido,amendrontado,atropelado etc. Essas pessoas terãm a recompensa de Deus, podem ter certeza.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪