01/09/2014

Cão permanece junto ao túmulo de seu dono adolescente por semanas após sua morte

Mais uma lição que estes animais nos dão.... Por isso que eu não entendo as diferenças culturais deste mundo todo. Os bichos reagem exatamente igual  em qualquer lugar do mundo.... São ou não superiores a nós? O que me espantou certa vez, foi ver uma pessoa super importante e conceituada em nosso meio declarar seu especismo ao dizer que os animais estão em "plano inferior ao nosso"? que plano, cara pálida?
------------------------------
Um cão recusou-se a deixar uma sepultura por duas semanas em uma exibição notável de devoção após a morte de seu dono adolescente.

Inseparáveis: Bhaskar, que tinha 18 anos, adotou Tommy há cinco anos, e eles estavam sempre juntos

Após Bhaskar Shri, 18 anos, morrer em um acidente de carro, seu cão Tommy ficou sem comida e água
por 15 dias durante dia e  noites geladas enquanto guardava o túmulo em Chennai, sul da Índia.

O jovem trabalhador da construção civil adotou o cão há cinco anos e os dois rapidamente se tornaram inseparáveis. Então, quando Bhaskar foi morto em uma colisão estrada trágico o cão se recusou a deixá-lo. 

Tommy o cão senta-se ao lado da sepultura de seu dono, onde permaneceu por duas semanas, até que ele foi resgatado

Uma voluntária que trabalha com a organização sem fins lucrativos Blue Cross of India finalmente resgatou o cão faminto depois de 15 dias ao relento.

Ela disse: "eu vi pela primeira vez o cão marrom sentado em um túmulo recente numa noite, mas, jamais imaginaria o que estaria acontecendo. Mas em 13 de agosto eu estava na área novamente, para um outro resgate e o vi  sentado no mesmo lugar na mesma posição. Parecia que ele não tinha se movido por semanas. Eu podia ver que ele estava fora do normal. Estava perturbado,  faminto e eu estou certa de que ele tinha lágrimas em seus olhos. Eu dei-lhe água e biscoitos, mas ele se recusou a se mover. Então, com meus companheiros, percorremos ao redor da área perguntando aos moradores se eles sabiam o cão. Eles me disseram que o cão se chamava Tommy e ele estava guardando o túmulo de seu dono".

Um oficial de resgate de animais da Cruz Azul da Índia acredita que Tommy estava lá por duas semanas

A Sra.Williams, a voluntária, finalmente conseguiu encontrar a mãe de Bhaskar, Shrimati Sundari, também uma trabalhadora da construção civil. Ela acrescentou:
"Quando Tommy a viu pulou em cima dela e lambeu suas pernas e depois  descansou o rosto em seus pés. Era óbvio que ele a conhecia. "

A Sra. Sundari disse que seu filho e Tommy estavam sempre juntos, mesmo nos canteiros de obras. Mas após o acidente de carro em 02 de agosto Tommy tinha desaparecido. Ela pensou que ele tinha encontrado uma outra casa.

Proprietário de Tommy, Bhaskar Shri, foi morto em um acidente de estrada em 2 de agosto

"Ela estava muito feliz por ele estar de volta. Ela o chamou de  amigo leal e prometeu que iria mantê-lo como um lembrete de seu filho ", disse a Sra Williams. "Foi muito triste vê-los caminhar juntos. Mas eu estava feliz que eles se reecontraram. Tenho certeza de que Tommy vai ajudar Shrimati em sua dor, os cães são surpreendentes em tempos de emoção. "

Fonte:  DailyMail
tradução livre do Google

11 comentários:

  1. Os animais sempre ensinando os seres humanos......Que bela e comovente história..

    ResponderExcluir
  2. Eu espero que essa organização mantenha contato e verifique a situação do cão no futuro. Não acredito que a mulher não soubesse do cão. Então ela nunca foi lá ver o túmulo do filho? E que túmulo, né? Sei lá, a história, pra mim, tá mal contada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em países muito pobres os túmulos são igualmente pobres mas o amor verdadeiro e rico pode ser encontrado em qualquer lugar.

      Excluir
    2. Meu amor morreu,meu pai morreu,minha mãe morreu e eu nunca fui visitar os túmulos. Acho isso deprimente ,mórbido e sem sentido. Visitar o quê? Eles não estão mais ali. Entendo que a mulher,mãe do rapaz que morreu,não tenha ido lá e por isso não sabia do cão. Respeito quem vá visitar túmulos de seus entes queridos,é opção de cada um. Eu não vou. NORMA VALLE

      Excluir
  3. Jorge Romano01/09/2014 15:06

    Só em pensar no que nós ditos da raça superior, ainda temos que apreender. O sujeito que disse que os animais estão em plano inferior, certamente nunca conviveu e teve o amor de um. Lamentável. O bobão perdeu.

    ResponderExcluir
  4. É um local de muita pobreza, o túmulo mostra isso. O lugar do animal é junto à mãe desse rapaz.

    ResponderExcluir
  5. Miguel Angelo Paccagnella01/09/2014 20:11

    Quem assistiu ontem dia 31 de agosto ao jogo entre Corinthians e Fluminense, deve ter visito um cão que ali estava na arquibancada também assistindo ao jogo. A policia foi lá e educadamente retirou o cão, que foi na frente da policia saindo do Estádio.Fiquei emocionado pois o cão ali estava sem fazer mal a ninguém, enfim ele é um cão.

    ResponderExcluir
  6. Que historia linda e triste !!

    ResponderExcluir
  7. Os animais falam através do olhar, de gestos, do comportamento, mas a grande maioria dos humanos ainda não é evoluída o bastante para entender isso. O olhar desse cão, parecesse dizer: - "Não importa para onde você vá, eu te guardarei"!

    ResponderExcluir
  8. Quem experimenta o amor de um cachorro, cuidando e convivendo com ele,
    sabe o gostinho da felicidade...

    ResponderExcluir
  9. Os animais são espíritos superiores. Entram em nossas vidas para que possamos evoluir. Através deles é que nossos espíritos sobem os degraus do conhecimento espiritual,da sabedoria e do amor. NORMA VALLE

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪