16/07/2014

Parque Ecológico recebe animais vítimas de maus-tratos na capital - SC



Minha grande preocupação é o sustento do bichos que quase nunca é garantido... uma constante incerteza.....
----------------------------
Trilha Ecológica do Rio Vermelho é inaugurada em Floriaópolis (Foto: Fatma/Divulgação)
Local pode ser visitado por grupos, que podem agendar passeio.
Voluntários também podem participar do projeto, no Rio Vermelho.

Além da trilha, o Parque Ecológico do Rio Vermelho, em Florianópolis, também possui um Centro de Triagem que recebe e cuida de animais silvestres vítimas de maus-tratos que foram apreendidos em operações da Polícia Ambiental.

O local possui 16 viveiros e cerca de 150 animais
silvestres e, para quem visita, o espaço permite um contato direto com a fauna e a flora catarinense. Mais de 35 espécies catalogadas no estado podem ser visitadas no local, como macacos, jabutis, araras e papagaios.

De acordo com a Fatma, a trilha foi inaugurada em abril e passou por um período de adaptação dos animais. A visitação é gratuita e o espaço também é acessível para pessoas com dificuldades de locomoção por meio de decks de madeira.  Ainda segundo o órgão, a visita será acompanhada por guias bilíngues.

Em dias úteis, o passeio é destinado a grupos escolares ou previamente agendados. Interessados em agendar horários ou ser voluntário no local podem enviar um email para trilha@fatma.sc.gov.br ou entrar em contato pelo telefone (48) 3665 4492. 

Aos finais de semana e feriados, a visitação é aberta ao público, também com o auxílio de coordenadores. O espaço vai funcionar entre terças e domingos, das 10h às 17h. Para mais informações, acesse o site da Fatma.

FONTE: G1

4 comentários:

  1. fabíol ratton16/07/2014 12:37

    Sheila, é SC, não PR, hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kakakaka.... desculpa aí!!!!!! me avise sempre, pleeeeasse!!!!!! já corrigi....
      bjs

      Excluir
  2. A única maneira de saber se os animais serão bem cuidados é a fiscalização, isto é, fiscalizar os fiscais e o monitoramento com cameras 24 horas para evitar de "dar zebra" e animais não "pagarem o pato" como às vêzes ocorre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, fiscalização das ONG's e dos próprios visitantes já é um bom começo.

      Excluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪