31/07/2014

Denuncia da PEA sobre barbaridade em Hospital Veterinário - PI

Gente, o vídeo é horrivel, mas, por favor assinem a petição cujo link está lá embaixo. Vejam, também, a NOTA distribuída pela ONG APIPA.
-----------------------


A Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, esteve reunida com o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), Antônio Auro e com a Coordenadora do Núcleo de Defesa dos Animais e também membro da Comissão Juliana Castelo Branco.

O encontro foi realizado na sede da Seccional para analisar as denúncias recebidas pela Comissão relativas às aulas práticas de Fisiologia do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do
Piauí (UFPI) e instalações do laboratório do mesmo. Segundo as denúncias, os animais estariam sendo maltratados durante as aulas de Fisiologia e os laboratórios estariam, de acordo com a norma vigente, apresentando condições inadequadas em sua estrutura física.

O vice-presidente da Comissão da OAB-PI, Esdras Nery, explicou que o primeiro passo é apurar a veracidade dos relatos, para isto, a Comissão encaminhou uma cópia formal das denúncias com representação para o Conselho Regional de Medicina Veterinária, Ministério Público Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Esdras Nery afirmou que em relação à possibilidade de maus tratos, cabe ao Conselho de Ética da UFPI, que já foi notificado, avaliar a metodologia utilizada nas aulas de Fisiologia.

Antônio Auro, presidente do CRMV, afirmou que irá apurar as instalações dos laboratórios do Curso de Medicina Veterinária da UFPI assim como as instalações do Hospital Veterinário da Instituição.

Fonte: OAB Piauí
Data: 28/7/2014 12:05:02
---------------------------
Cliquem na imagem para ver o vídeo. IMAGENS FORTES


Publicado em 29/07/2014
DENÚNCIA

Maus tratos e morte em Hospital Veterinário!

Professores de fisiologia do Hospital Veterinário do Piauí foram denunciados por usarem medicamentos vencidos e protocolo anestésico inadequado para a abertura de tórax, e, ao que tudo indica, cometerem um CRIME AMBIENTAL.

De acordo com a denúncia, o cão era sadio e o procedimento foi para simples demonstração. Além disso, o cão não estava entubado e nem cateterizado, tão pouco estava com pano de campo estéril. O professor e os alunos não estavam paramentados adequadamente (touca, máscara, luvas cirúrgicas, proteção para os pés, avental cirúrgico de manga longa). Os instrumentais estavam em cima da mesa e sem pano de campo estéril. Sem contar que o ambiente é de uma sala de aula e não de um centro cirúrgico.

O protocolo anestésico usado era inadequado para tal procedimento o que resultou em dor e sofrimento imensuráveis ao animal. A prática desse professor levou o cão à uma morte lenta e dolorosa.
A denúncia está sendo investigada pela comissão da OAB-PI.

16 comentários:

  1. Acho que nao existem palavras para designar tal atrocidade. Praticada por individuos que querem um dia, talvez, serem veterinarios. A culpa nao é so dos monstros assassinos desses professores de coisa alguma, esses alunos deveriam perder o direito a vaga. Afinal quem compartilha tal atrocidade é conivente. Cade o pessoal da protecao animal do Piaui para fazer protestos na frente dessa Uni?? É inacreditavel alguem ter coragem de cometer um ato barbaro desse. Pobre animal, pobres animais desse mundo dominado por quem nao tem condicoes de dominar nem a propria alma imunda e que sentem prazer no abominavel. Por favor, nao vamos deixar um ato desse passar novamente em branco e sem consequencias. Isso é muito grave. Nao adianta se horrorizarem com a China ou com as touradas! No nosso pais acontecem coisas ate piores. Dora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. maria do carmo31/07/2014 14:31

      Faço minhas, suas palavras!

      Excluir
    2. Profissionais da morte, isso sim.

      Excluir
  2. Francamente? Não tive coragem de ver o vídeo, mas posso imaginar os horrores. Nas universidades deste País ocorrem cenas execráveis - com professores sendo seus incentivadores ou praticantes por pura crueldade. Vi uma reportagem onde um aluno descrevia o que um dos professores fazia, por puro sadismo, com um ratinho. Ele, segundo o aluno, batia com a cabecinha do ratinho contra a quina da mesa para deixá-lo inconsciente, ao invés de aplicar-lhe anestesia. O aluno dizia-se chocado e não queria mais assistir às aulas, mas esse mesmo professor - e outros também - costumavam perseguir os alunos que não compactuavam com suas bárbaras agressões. É o fim!

    ResponderExcluir
  3. É bom DIVULGAR TODOS OS NOMES DESSES FUTUROS VETERINÁRIOS, INFELIZMENTE, PORQUE JAMAIS QUERO LEVAR ALGUM DOS MEUS ANIMAIS A CONSULTAR COM UM CRIMINOSO DESSES !!! MAS DE TODOS MESMO !!! INCLUSIVE DOS PROFESSORES DESSA CORJA !!! VAMOS LÁ, QUEM VAI PUBLICAR ??? EU QUERO SABER !!!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com vc Teresinha,tbm quero saber o nome de todos.

    ResponderExcluir
  5. Difícil entender,professores que deveriam ensinar ética, respeito aos animais, fazendo algo tão bárbaro. Que tipo de profissionais nossas universidades estão colocando no mercado ? Estou desanimada e triste com tanta maldade.

    ResponderExcluir
  6. Teria vergonha de ser mãe de um criminoso e monstro como esses "profissionais".

    ResponderExcluir
  7. Sem coragem de assistir atrocidades principalmente por nada poder fazer para impedí-las, mas locais como esse pululam aos montes aqui e no mundo inteiro e vez em quando vem à tona algumas dessas barbáries legalizadas de desumanos acostumados a elas achando normal sua conduta psicopata para alunos aprender como serem maus, ganhando um dinheiro "honesto" com isso no futuro, quando possuírem um "honorável" Doutor antes do nome "limpo" sem nenhuma gota de sangue nele.

    ResponderExcluir
  8. rosa elisa villanueva31/07/2014 20:30

    Não tenho coragem de ver o vídeo, mas imagino as barbaridades que ele apresenta. Já ouvi denúncia que em algumas faculdades de veterinária uma turma inteira de alunos faz exame de toque em uma mesma vaca, imaginem o que isso representa, 30-40 alunos enfiando o braço inteiro na vagina de uma mesma vaca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosa, com as pobres vacas isso ocorre mesmo.... mundo afora !!! e aqui nesta merda de país... isso ocorre até nos programas televisivos .... achando graça, dizendo que é programa de "humor"... tipo do danilo gentile.... do babaca do otávio mesquita....

      Excluir
  9. Minha nossa ! O que dizer quando responsáveis pelo bem estar de seres tão indefesos, agem com tamanha crueldade ! Parem o mundo que eu quero descer ! Carol/ Natal-Rn.

    ResponderExcluir
  10. ASSASSINOS, é o que são, a besta do professor e os alunos, jamais serão veterinários.

    ResponderExcluir
  11. QUANDO ALUNA DE VETERINÁRIA, NOS IDOS DE 80, SEMPRE PROCUREI AVALIAR A IMPORTÂNCIA DE UMA AULA PRÁTICA PARA O MEU FUTURO PROFISSIONAL. POSSUIA, NA QUELA ÉPOCA, UMA IDÉIA BASTANTE CLARA DAQUILO QUE QUERIA SER QUANDO ME TORNASSE PROFISSIONAL DA ÁREA VETERINÁRIA. EM MUITAS OCASIÕES, ME RECUSEI A PARTICIPAR DE DETERMINADAS PRÁTICAS. ME CONFRONTEI COM PROFESSORES, ARGUI A TECNICA UTILIZADA E OUTRAS COISAS MAIS. O QUE QUERO DEIXAR AQUI COMO MENSAGEM É QUE O QUE ESTÁ ENVOLVIDO NESTE CASO, NÃO É O SER PROFISSIONAL E SIM O SER PROPRIAMENTE DITO. SE VOCÊ SE COLCOA NA POSIÇÃO DE "MAIS UM", "APENAS MAIS UM" NA ESCALA DO REINO ANIMAL, SERÁ UM SER HUMANO CAPAZ DE RESPEITAR O OUTRO DA MESMA ESCALA. SERÁ UM SER QUE SE COLCOARÁ NO LUGAR DO OUTRO E PERCEBERÁ QUAL O SENTIMENTO, SEJA DE DOR, DE ANGUSTIA OU DO QUER QUE SEJA, QUE A SITUAÇÃO DESPERTRÁ. NÃO É O PROFISSIONAL É O SER QUE É INCAPAZ DE AVALIAR, DE SENTIR, DE RESPEITAR O OUTRO. É POR ISSO QUE A ESPÉCIE HUMANA SE ENCONTRA EM FRANCA DECADÊNCIA DE VALORES, CONCEITOS E PRINCÍPIOS. É POR ISSO QUE O MUNDO SE ENCONTRA EM VERTIGINOSA DESTRUIÇÃO!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso, também caro Anônimo, que Ongs de Proteção aos Animais extrapolam sua capacidade física, financeira e emocional para abrigar mais um animal carente; humanos do bem existem, são mais do que eram antes e serão maioria amanhã se não desistimos de acreditar nisso, principalmente fazendo a nossa parte. Compaixão é fundamental principalmente partindo daqueles que pretendem curar nossos animais de estimação, amanhã. Nenhum deles merece sofrer através de mãos que estudam para salva-los. Professores insensíveis à dor de um animal torturado e manietado a pretexto de ensinar uma lição de insensibilidade e desamor, não são mestres, são carrascos, não muito diferentes de um açougueiro manipulando suas carnes sem nenhum sentimento, sorrindo até. Parabéns, Dra. pela sua lucidez, você é exceção.

      Excluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪