17/07/2014

Cão se recusa a deixar local onde dono morreu



É capaz dele morrer..... cães morrem de tristeza sim...
-----------------------
Cachorro exibe sinais de luto e não quer comer ou beber (Foto: KFOR)
Animal, agora em um abrigo, apresenta sinais de luto e profunda tristeza

Detetives da seção de homicídios foram chamados depois que um corpo foi encontrado em Oklahoma. Quando chegaram lá, deduziram que se se tratava de um homem que estava de passagem e que faleceu de causas naturais.

Porém, os detetives não esperavam presenciar uma reação tão emocionante do fiel companheiro do animal: um bull terrier. O cão foi encontrado protegendo o local onde seu dono falecera e se recusava a sair.
Esse leal e valente bull terrier permaneceu debaixo de um sol escaldante de quase 38° no meio de um verão de Oklahoma, para guardar o corpo. Apesar do calor, o cão se recusava a deixar o local.

Oficiais de controle de animal foram chamados para levar o animal a um abrigo, mas tiveram que se esforçar muito para tirá-lo de lá. O cão está agora em um abrigo local para animais.

A atitude de desafio e teimosia do cachorro se transformou em pesar. Ele apresentava comportamentos muito parecidos com luto e tristeza, como se recusar a comer, beber, dormir ou mesmo levantar a cabeça.

“O cão continuava querendo voltar para onde o corpo de seu dono”, disse Sheridan Lowery, supervisor do Abrigo para Animais de Oklahoma. “O dono faleceu, mas o cão não sabe o que está acontecendo. Ele não sabe como reagir”, disse.

FONTE: Globo Rural

6 comentários:

  1. Quem sabe o tempo ou um colega da mesma espécie, um filhote para motiva-lo à proteção de um ser mais fraco consigam curá-lo, mas vai se saber em quantos pedaços se partiu o coração dele e quantos ainda restam em condições de serem costurados.

    ResponderExcluir
  2. Fádua Andrade17/07/2014 12:29

    Sim, eles morrem de tristeza. Tivemos um cão que não suportou a morte do amigo, que foi envenenado. Primeiro lutamos prá não perder o Cinza, mas infelizmente não conseguimos salvá-lo. O Doio, seu parceiro, foi poucos meses depois... não comia, não bebia, uivava, perdeu todo o brilho nos olhos... nunca vamos esquecer desses nossos dois anjos.

    ResponderExcluir
  3. Triste essa realidade, eles sente e muito

    ResponderExcluir
  4. Rita Couto.17/07/2014 16:14

    Tadinho. Quem sabe ele consiga superar estabelecendo laços de afeto com outro animal ou uma pessoa de um novo lar.

    ResponderExcluir
  5. Se ele não for tirado do abrigo por alguém que substitua bem o seu dono, morrerá de tristeza.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪