18/06/2014

Os animais do Santuário Gaia - Espanha



A Gisele nos mandou um vídeo do Santuário Gaia que fica na Espanha sobre um cordeirinho cego que foi encontrado ao lado do corpo de sua mãe morta. Veja ele já no Santuário:



Neste vídeo ele é apresentado ao restante da família:


Agora, eu gosto muito de ver a sorte destes frangos que iam para um abatedouro, mas, sofreram um acidente no caminho:
 

6 comentários:

  1. Lindo e muito importante o trabalho que esse pessoal faz,acompanho o trabalho deles pelo face.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! Como a bezerrinha gosta de um afago, não é? e a ovelhinha que fica chorando e pedindo chamego, correndo atrás do moço - é o preferido dela. Esses são felizes, são livres e estão em paz.

    ResponderExcluir
  3. Quem dera que todos os animais tivessem direito a vida, a comida em abundancia, a uma cama quentinha, carinho e pastos verdejantes.
    Muito lindo o trabalho com os animais.

    ResponderExcluir
  4. Uma amostra do paraíso onde espécies diferentes convivem em paz tutoradas pelo Anjo Guardião humano racional e superior. Um dia o mundo inteiro será assim, o protótipo é esse.

    ResponderExcluir
  5. Jorge Romano18/06/2014 22:22

    Mesmo cego ele se movimenta com facilidade. Já tinha ouvido falar desse santuário. Maravilhoso trabalho. Dizem que a inveja é uma m...., mas deu uma inveja danada daquele cara sentado na terra, com os animais no seu colo.

    ResponderExcluir
  6. Assim como a sorte não é igual para os humanos, infelizmente também não o é para os animais. Quem dera todos os animais tivessem esse destino felíz... Quem dera!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪