24/05/2014

Novela da Record vai mostrar o universo das corridas de cavalo

Será que vamos ter problemas pela frente? realmente, será um universo que a própria proteção animal não conhece.

Fala Brasil - Rede Record - 22/05/15

No dia 2 de junho estreia a nova superprodução da Record, Vitória. A trama, inédita no Brasil, mostra o universo das corridas de cavalo.

15 comentários:

  1. Meu pai foi campeão de hipismo nos anos 60, e hipismo é esporte tem o fair-play não corre dinheiro, não oficialmente como nas corridas, mas cavalo é cavalo e gente sempre tem pra explorar.Se em prova de laço de várzea tem dopping imagine numa corrida que movimente milhões, porque um cavalo campeão pode ir para o exterior e ser vendido por muito dinheiro, é verdade que eles são bem tratados e torturados das mais diferentes formas. Graças a DEUS em Curitiba o Jóquei Club fechou faz anos, mas muita maldade se pratica nas pistas e haras.

    ResponderExcluir
  2. Esses hipódromos deveriam ser todos fechados. É um circo, onde o cavalo faz o show, e por trás das coxias são maltratados sem piedade. Jóquei, arena de touradas e rodeios é sinônimo de tortura.

    ResponderExcluir
  3. Tenho dois cavalos, pratico hipismo modalidade salto e adestramento, sou amador, peguei meus cavalos ainda potros e comigo ficarão à vida toda. Moro9 em chácara, estão na minha casa sob minha supervisão. Procuro criar meus cavlos, por incrível q pareça o mais livre possível, comno na natureza, pasto, capim, água, dou ração tbém, porquer na hora do esporte exigimos esforço deles. Conheço mais o dia a dia de hípicas e posso afirmar que na grande maioria é um desastre para o cavalo, confinados em baias e com capim ou feno racionado, pelo confinamento ficam muito mais sujeitos a cólicas e morrem aos montes, ficam com vícios de baia, estressados e infelizes.
    Conheço somente pelo meu ferrador, o mundo de corridas, provas de laço, tambor, e etc, ele fala q a pior tortura pra ele é qdo ele tem q ferrar cavalos de corrida, é onde occorrem as maiores atrocidades aos cavalos, é onde rola mais dinheiro, e como rola dinheiro, muiiito ,mas muiiita grana, ele já viu um cavalo que n podia correr uma prova estava com uma lesão, mas já havia muitas apostas nele, e então ele teve q correr, começou a prova e no meio da prova seu joelho deu fratura exposta, foi sacrificado em plena pista, é revoltante, é cruel, é nojento, pelo dinheiro, o maldito dinheiro, e onde rola dinheiro, aposta e animais, tenha certeza que o homem n tem escrúpulo, e quem se fode são sempre os animais, digo sempre, quer apostar vai no bingo, aposta na loteria, deixem os animais em paz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio to chocada com tudo que li, nao sabia que era tao cruel assim.

      Excluir
    2. ninguém sabe dessas coisas, só quem convive no meio. Eu também achava o ser humano ótimo. Até que entrei na proteção animal.

      Excluir
    3. Engraçado Enedina....desde criança sempre fui apaixonada por animais ...andava olhando para o chao para nao pisar em formigas ,,,, sempre dei comida e agua a animais perdidos que via pelo caminho mas só depois que entrei para a proteção é que descobri o tamanho do sofrimento que eles passam nas ruas....que ficar sem agua ou comida, ou um lugar p dormir é o sofrimento menor de um animal de rua ... e, como disse, eu realmente me importava com eles ....e tenho certeza que muita gente agiria de forma diferente se tivesse essa experiência .... talvez seja um caminho trazer pessoas que não são protetores para ajudar em mutirões ....

      Excluir
  4. Não posso criticar sem saber do que realmente se trata, então vou assistir e depois eu conto.

    ResponderExcluir
  5. Legal, uma égua com meu nome!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... seus dois posts são duas cacetadas na nossa inteligência!

      Excluir
    2. ká, ká, ká, ká...

      Excluir
  6. Como já disse aqui anteriormente, morei defronte a um haras. Conheci o administrador e minha mãe e irmã frequentavam sua residência. Minha irmã contou-me após alguns anos, quando não mais morávamos nessa cidade, que viu um dos funcionários coberto de sangue e com um machado nas mãos - fora sacrificar um dos cavalos que estava ali como hóspede. Eles hospedavam cavalos por dinheiro e, provavelmente - não posso afirmar - o proprietário pagou para que ele fosse sacrificado com anestesia, mas para poupar o dinheiro o administrador o fez da forma cruenta como informei. Odeio o mundo do turfe e tudo que ele encerra e acreditem-me: quando essas novelas ridículas mostram essas bestialidades, uma horda de idiotas logo quer experimentá-la, pois o brasileiro - boçal e sem berço - é um consumidor voraz de tudo quanto a TV aberta veicula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo, tudo mesmo. Concordo totalmente. E podem escrever: é isso mesmo que vai acontecer após a novela.

      Excluir
  7. Cavalinhos parecem contentes correndo mas poucos sabem "a que preço".

    ResponderExcluir
  8. Espero que não mostrem cenas onde os animais são maltratados. Serão ideia dispensáveis para se passar. Tem sempre um cabeça vazia que experimenta... Mas, se for necessário protestar e xingar alguém por causa de algum absurdo, eu tô aqui, à disposição. Não assisto novelas, portanto, conto com o blog para me manter informada.

    ResponderExcluir
  9. Que absurdo!

    Temos que cobrar mais sobre a situação dos cavalos, tem a situação dos cavalos de paqueta, petropolis etc, pois os animais sofrem demais e de quem é a culpa disso tudo? Claro que são dos turistas também, pois são eles que utilizam esses serviços. Um outra situação que acontece muito nas comunidades, são os cavalos que servem de uso para os moradores de comunidades, eles utilizam carroças o dia inteiro, e depois "emprestam" seus cavalos para crianças durante a noite, ou seja, esses pobres não descansam, trabalham o dia inteiro, em baixo de sol e chuva, sem alimentação adequada.

    Saiu uma reportagem falando sobre isso.

    http://extra.globo.com/casos-de-policia/moradores-da-vila-cruzeiro-dizem-que-traficantes-agora-usam-cavalos-para-transportar-drogas-12590556.html



    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪