28/05/2014

Animais de estimação são resgatados de cidade inundada na Sérvia

A coisa é triste, gente!!!! veja nossa postagem anterior e ao final desta as várias fotos e vídeos sobre esta tragédia.... 
-------------------
No auge da corrida contra o tempo para ajudar as vítimas das piores inundações em um século na Sérvia, os equipes de socorro têm provado sua solidariedade ao resgatar as animais de estimação que foram separados de seus donos.

Na cidade de Drazevac, o jardim de Vesna Prokopljevic, transformado em canil, abriga 70 cães que os socorristas conseguiram resgatar de Obrenovac, cidade vizinha completamente submersa
e que foi abandonada pela maioria de seus 20.000 habitantes. Localizada em uma colina, Drazevac escapou das fortes chuvas.

Pastores alemães, golden retrievers, terriers, griffons e também vira-latas brincam neste jardim a espera de serem recuperados por seus donos. "Eles estão tão traumatizados, apavorados, cobertos de lama. Nós demos comida, água e carinho", conta esta mulher de 50 anos. Quando Obrenovac, a 40 km de Belgrado, foi atingida no último fim de semana, os proprietários desses cães foram retirados às pressas, carregando o mínimo possível, ou, mais comumente, absolutamente nada.

Apaixonada por cães, Vesna construiu com seu próprio dinheiro há vários anos em sua propriedade um canil onde abriga cães abandonados de Obrenovac. Foi assim que, logicamente, os cães resgatados das inundações chegaram até sua casa. Na casa de Vesna, o visitante é recebido com latidos e muita festa pelos cães que veem ao seu encontro. Mas alguns, mais idosos, têm dificuldades para andar. Eles levantam a cabeça, olham o visitante antes de repousar novamente no chão, decepcionados ao perceber que o momento do encontro ainda não chegou para eles.

"Eles estão cheios de esperança de reencontrar seus donos", diz Vesna, que conta com a ajuda de vários amigos e voluntários. Ela se diz pronta a continua a receber os cães, a fim de dar aos donos - que muitas vezes perderam tudo e que estão distantes em centros de acolhida - o tempo para resolver a questão de alojamento. E, sabendo que muitas vítimas estão em situação precária, "cada proprietário que encontrar seu amigo de quatro patas conosco receberá comida, medicamentos e coleira para seu cão", explica.

Em Drazevac, aqueles que desejam recuperar seus cachorros devem provar que são efetivamente seus proprietários, assegura Milan Cosic, um policial aposentado que ajuda os Prokopljevic. "No pior dos casos, podemos ao menos observar se o cachorro reconhece seu dono, esse momento costuma ser emocionante", conta Milan. "Uma mulher desabou em lágrimas quando seu cão a reconheceu e começou a pular alegremente", lembra. Alguns querem recompensar os Prokopljevic por ter acolhido seu animal, mas todo presente é proibido. "Estamos simplesmente felizes em salvar um animal e reuni-lo com seu proprietário", diz Vesna.

Em Obrenovac veterinários de Belgrado também criaram equipes responsáveis por socorrer e retirar os animais de estimação que ficaram presos nesta cidade que continua inundada e cujo acesso foi proibido pela polícia. Os proprietários foram convidados a entregar suas chaves de apartamentos e casas e endereços. "Nesta manhã salvamos quatro gatos, oito cachorros (...) e outros virão", indicou à AFP um veterinário, Sreten Kostic.

FONTE: Terra
______________
Vejam a matéria publicada pelo Guia Global
Imagens inspiradoras: Pessoas arriscam suas vidas salvando animais das devastadoras enchentes nos Balcãs


Foto: http://rt.com/files/news/27/58


Foto: AFP / Andrej Isakovic


Foto de Twitter / @ ChaosAddicted 


Foto de Twitter / @ GeorgeMorina


Foto de Twitter / @ DarkoJuranovic


Foto de Twitter / @ KacicaBicBoziji 


Foto de Twitter / @ njofranjofra 


Foto: AFP


Este homem conseguiu salvar mais de 50 cães
Foto de Twitter / @ hurricanezippy


Foto de Twitter / @ alna_anna


Foto de Twitter / @ RubenPapian 


Reuters / Marko Djurica


Foto de Twitter / @ Krle22


Foto de Twitter / @ KacicaBicBoziji 






5 comentários:

  1. Jorge Romano28/05/2014 10:25

    Triste pela inundação e lindo pela solidariedade entre os seres. Sem agressividade, sem proteção, apenas com as mãos. Mobilizados em manter uma vida.

    ResponderExcluir
  2. É possível aplacar sede e fome mas curar a saudade, quem há-de?

    ResponderExcluir
  3. Depois de ver essas fotos com várias pessoas ajudando os animais (aquele pastor como o gatinho nas costas... Sem palavras!), ainda dá para ter esperança de que parte da humanidade merece o Paraíso. Em qualquer lugar do mundo, ainda se encontram gente responsável e de bom coração.

    ResponderExcluir
  4. Victória, penso da mesma forma.
    Felizmente pessoas boas, compassivas existe em todos os cantos deste mundão de meu Deus, para renovar a nossa esperança e principalmente para ajudar os indefesos e inocentes....
    Evelina.

    ResponderExcluir
  5. Minha oração para estas pessoas e animais ! Que eles possam ser ajudados e se ajudar.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪