03/03/2014

Dario Cecchini, açougueiro mais nojento do mundo, virá ao Brasil

A galera está se organizando para uma manifestação tanto no Rio quanto em Sampa. Participem, galera..... oportunidade única de mostrar a este cara nojento o quanto desprezamos o que faz....

__________________________

Italiano vai preparar três refeições na churrascaria Pobre Juan, em São Paulo e no Rio, em março


Em março, o açougueiro italiano Dario Cecchini, considerado o mais pop do mundo, virá ao Brasil. A informação foi divulgada pela coluna do crítico de gastronomia da Folha de S. Paulo, Josimar Melo.


Dono da Antica Macelleria Cecchini, localizada em Panzano in Chianti, na Itália, em visita a terra tupiniquins programada para março, Dario vai preparar três refeições na churrascaria Pobre Juan, em São Paulo e no Rio.


Segundo o jornal, o açougueiro é conhecido como o "rei da bisteca fiorentina", prato típico de Florença, na região italiana da Toscana, onde vive e toca o negócio que está em sua família há oito gerações.

Irreverente, Dario gosta de cozinhar e fazer cortes especiais enquanto recita versos de "A Divina Comédia", de Dante Alighieri. Além disso, ele é dono de três restaurantes além do açougue.


A visita ao Rio de Janeiro e São Paulo está programada para os dias 12 e 13 de março, respectivamente. O menu custará R$ 180.


MAD 2013

Em agosto de 2013, Dario Cecchini foi uma das atrações do MAD Symposium, considerado o evento mais conceitual de cozinha da atualidade.

Com o tema “Guts”, que significa “entranhas” em tradução para o português, Dario estripou um porco que estava pendurado acima do palco e causou polêmica em uma palestra.

__________________
Outro nojento do gênero é este aqui:
Alex Atala gera polêmica ao matar galinha ao vivo em palestra


"O pior inimigo da cozinha brasileira chama-se Alex Atala"
(olha a cara diabólica dele)


_______________
ATUALIZAÇÃO em 17/03/14:
Vejam como foram as manifestações clicando aqui

17 comentários:

  1. rosa elisa villanueva03/03/2014 12:38

    Eles são capazes de tudo para ganhar dinheiro. A fama sobe à cabeça deles. esse Alex Atalla se acha.

    ResponderExcluir
  2. No mínimo deve ser convidado da Friboi e deve cozinhar para o Roberto Carlos!

    ResponderExcluir
  3. Tão digno de piedade quanto o animal que esquarteja é este irmão açougueiro cujo egoísmo, impiedade e frieza não lhe permite ver nos animais aqueles seres com o mesmo direito à vida de seus filhos humanos que ele abraça e beija ao encontrar saudáveis e felizes quando retorna ao lar, após lavadas as mãos sujas de sangue.

    ResponderExcluir
  4. É a total degradação do ser humano ... a que pé chegamos !!!
    Esses atos selvagens em público...
    Que todo o sangue de inocentes e indefesos derramado, um dia volte e invada suas casas... afogando seus filhos...

    ResponderExcluir
  5. Tem lugar para ambos no inferno. Já deve ter plaqueta de "reservado" pois merecem e muito. Pena que o tempo de Deus seja diferente do nosso... Aí, temos que aguentar essas desgraças aqui na terra... Não tenho pena de quem desgraça a vida de um animal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente seu desabafo, Yara, porém permita que lhe diga: Existem Defensores de Animais que humildemente confessam terem sido Caçadores ontem. Assim como um pit bull assassino pode ser domesticado e ensinado a salvar vidas, igualmente alguns humanos podem ser recuperados, sim, como a ovelha perdida de volta ao redil. Deus é suprema justiça, é certo, mas é também principalmente Misericórdia e ao invés de virar sua face abre Seus braços ao filho pródigo porque sabe que Ele aprendeu a lição. Mesmo que séculos sejam necessários, um dia, glorioso e belo, estes açougueiros serão veganos após lavados e purificados nas suas próprias lágrimas.Deus é Pai.

      Excluir
  6. Não se esqueçam que Brasil e Argentina são os lugares do mundo onde mais tem churrascaria. Guardem um pouco vossas revoltas (muito justas) para os grandes açougueiros daqui.

    ResponderExcluir
  7. Quer dizer que matar ao vivo, pra todo mundo ver, não pode? Quando é nos matadouros, pode? Por quê? Como disse Paul McCartney: "Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos". Quanto mais mostrarem essas barbaridades, mais as pessoas vão se dar conta do quanto é absurda a relação com os animais. E eles morrem de qualquer jeito, à vista de todos, ou bem escondido, por trás das paredes dos matadouros.

    ResponderExcluir
  8. Podres, imundos , tomara que morram engasgados com um pedaço de carne na guela

    ResponderExcluir
  9. São uns covardes e sádicos. Com certeza eles não só apreciam comer a carne destes animais, como PRINCIPALMENTE, apreciam o seu sofrimento... Não são pessoas. São monstros.
    Uma pessoa com este comportamento, numa situação de um acidente em que as pessoas ficam afastadas completamente do mundo, ela é capaz de matar um ser humano e comer a sua carne. Eu acredito nisto de verdade!!! E lamento que ninguém consiga prever estas coisas antes que aconteçam.

    ResponderExcluir
  10. Pensando bem, não tem muito sentido apedrejar o cara (só este cara) , porque como outra amiga escreveu, tanto faz matar no matadouro, ou no palco, pois estão matando do mesmo jeito, dá a impressão que ele vai ser apedrejado só porque matou no palco, enquanto que nos matadouros, nunca ouvi falar que o povo foi fazer manifestação...Pensem bem, pois me parece uma baita perda de tempo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino em baixo, tem toda razão. Ele é carnívoro e não é hipócrita. Qual é a diferença entre ele e a Ana Maria Braga, o Edu Guedes e outros? Ah eles não tem coragem de fazer o serviço sujo e mandam matar. Pois entre eles e os que matam prefiro os que matam. Aliás todos os que comem carne deveriam ter que matar sua comida pra isso, aí teríamos o número de consumidores reduzido ao extremo, pode ter certeza. Comer churrasquinho com outro matando é mole.

      Excluir
  11. Alex Atala: Homem especista e violento. Em nome de uma cultura em culinária arcaica, mata cruelmente animais e ainda mostra seu lado sádico, sensacionalista e pobre de ser. Prazeres banais as custas de assassinatos perversos de animais não humanos. Homem robô, insensível. A massa inconsciente da sociedade é representada por esses tipos de homem-coma, vegetando na impregnação do capitalismo alienado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ser humano doente que acredita ser são é mais digno de piedade do que os animais que sacrifica porque intimamente reconhece que os animais, em sua inocência, pureza e fragilidade são superiores ao homem. Não parece, mas todo este horror porque passam os mártires animais CONTRIBUI para que multidões ainda indecisas se resolvam pelo Veganismo já.

      Excluir
    2. Será que humanos assassinos deveriam matar mais humanos ou mais animais não humanos para que haja conscientização da sociedade? Será que estupradores deveriam estuprar mais para conscientizar as multidões? Será que racistas deveriam impor mais segregação para conscientizar os povos? Será que pedófilos deveriam cometer mais crimes para que os inocentes mártires acordem o mundo? Será que a continuidade da violência não estimula um mundo violento? Será que a violência não estimula uma sociedade que se entretém ou se entorpece com a espetacularização da crueldade?

      Excluir
  12. No Rio protestamos na frente do restaurante Pobre Juan dentro do Shopping Fashion Mall!

    Os convidados ficaram constrangidos e o açogueiro do inferno ficou acuado lá dentro!

    Missão dada é missão cumprida!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪