30/03/2014

Baleias do oceano Antártico estão a salvo, segundo o Sea Shepherd... show!

Esta galera não brinca em serviço....
____________

Tradução: Igor Ramos, voluntário ISSB

A Sea Shepherd Conservation Society está orgulhosa em anunciar que a frota baleeira japonesa deixou as águas do Tratado da Zona Antártica (ATZ), encerrando a temporada de pesca de baleias no local durante o ano de 2014. Em 13 de março de 2014, às 0215 AEDT, o Sistema de Identificação Automático (AIS) sinalizou a saída do navio fábrica japonês – Nisshin Maru – da zona de pesca e ultrapassando o limite de 60ºS. Podemos confirmar que o navio segue rumo ao norte com seu destino marcado: Japão. À velocidade de 10 a 11 nós, o navio deve chegar no seu destino em aproximadamente três semanas.



Desde a última visualização do navio japonês, os navios da Sea Shepherd, The Steve Irwin e The Bob
Barker, navegaram e ocuparam as únicas áreas cujo tempo era propício para a caça. Durante esse tempo, o navio Nisshin Maru foi acompanhado por apenas um navio arpoador. Isso apenas confirmou a desastrosa temporada de caça japonesa. Na terça-feira, os arpoadores Yushin Maru No. 2 e Yushin Maru No. 3 começaram a deixar suas posições, a sair de trás dos navios da Sea Shepherd, indicando que estavam ficando sem combustível, por tanto, incapazes de perseguir os nossos navios. Sem ter a posição informada para o navio-fábrica, os navios The Steve Irwin e The Bob Barker seguiram para o norte na tentativa de pressionar o navio fábrica a sair da zona de caça e da zona do tratado antártico.

Em uma década de campanhas, este foi o primeiro ano em que os baleeiros permaneceram com seus AIS ativados, permitindo assim, que a Sea Shepherd soubesse a localização de cada um dos barcos. Com o sistema ativado, foi possível descobrir as auto-designadas zonas de caça e os “esconderijos” utilizados para evitar serem interceptados pela Sea Shepherd. O Capitão Siddharth Chakravarty disse: “Ao entregarem suas localizações e sinalizarem o claro fim da campanha, os baleeiros sinalizaram uma certa rendição. Após um trabalho duro, não lhes sobrou opção se não retornarem para casa e abandonarem a caça. Eu estou imensamente orgulhoso dos nossos esforços e de termos atrapalhado a caça japonesa durante toda a temporada.”

Desde de a primeira vez em que localizamos a frota baleeira em 5 de Janeiro, a frota da Sea Shepherd perseguiu arduamente os pescadores japoneses, localizando o Nisshin Maru em quatro gravações diferente e perseguindo-o. A expectativa de uma boa temporada foi quebrada após as perseguições e intervenções da Sea Shepherd continuarem. As ações resultaram na filmagem de duas baleias Minke sendo processadas no convés do navio fábrica. O Capitão Peter Hammarstedt falou: “a tardia partida da frota baleeira japonesa é uma prova de que eles tiveram uma temporada desastrosa, e a partida somente na segunda semana de março é um sinal de desespero; o clima já está extremamente impróprio para a caça. Antes de iniciarmos essa campanha, fizemos uma promessa aos nossos clientes – às baleias e aos voluntários ao redor do mundo – de que iríamos conduzir os pescadores para fora da zona de caça. Nós cumprimos a promessa! Nós somos implacáveis, não temos piedade!”

O navio Sam Simon retornou para sua doca em Williamstown, Melbourne, para as boas vindas de um herói. O Bob Barker segue, agora, rumo a Wellington. O Steve Irwin irá retornar a Hobart para honrar o lider da Sea Shepherd e co-lider da campanha relentless, Bob Brown. Ambos os navios deverão chegar por volta de 22 de março. A Sea Shepherd continua a única organização comprometida a proteger o Santuário Antártico Oceânico das Baleias, intervindo diretamente contra as operações ilegais da frota baleeira japonesa.



4 comentários:

  1. conceição30/03/2014 11:12

    amo de paixão esses guerreiros.
    que determinação.
    vão pra casa ""seus japinhas"" chorar na cama que é um lugar quente e deixem as nossa baleias em paz.

    ResponderExcluir
  2. Já era hora dos "japinhas" irem fechar mais seus olhinhos e dormir muuiiiitooooo! XÔ!

    ResponderExcluir
  3. Tomara que seus navios afundem no caminho...

    ResponderExcluir
  4. UHRUHHH!!! Equipe do Bem do Sea SHEPERD!!! SEM PALAVRAS!!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪