22/01/2014

Estado de SP pode proibir o teste com animais

Ontem, pela manhã, o Governador de São Paulo, recebeu representantes da proteção animal para ouvir a defesa do PL que proíbe a utilização de animais em pesquisas na área de cometologia e produtos higiênicos. Sinceramente, achei um grande avanço esta atitude, ou seja, não deu para ele ignorar a mobilização feita pelas redes sociais pedindo que sancione o referido projeto.



Continuo afirmando que não é atribuição de um governador deliberar a matéria, mas, conforme me falou uma amiga: ele seria muito burro se não sancionasse posto que a proteção daria mais votos a ele do que as industrias que atuam no mercado.... É, procede a observação....

Perguntei algumas pessoas envolvidas na confecção do referido PL (na justificativa não há nenhuma informação a respeito) como ele funcionaria na prática, ou seja, quantos laboratórios pesquisam produtos voltados a estes setores? Ninguém me informou nada e sem mesmo como seria a regulamentação do PL. Afinal, quem iria fiscalizar o cumprimento da Lei? ninguém me respondeu....

Destaco que o "marketing social" foi muito bem feito e vamos torcer para que, de alguma forma, a coisa seja positiva para nossa grande luta pelo fim da experimentação animal. Minha qualificação para dizer isto vem do nosso currículum ligado a esta questão. Conheço bem todas as normas da ANVISA e quero esclarecer para aqueles que dizem que "não há legislação sobre uso de animais em cosméticos e produtos de higiene" que existe sim e pode ser lida a sua Regulamentação CLICANDO AQUI

Existem uma variação enorme de regulamentos de segurança e a própria ANVISA abre seu site dizendo:
Para garantir ao consumidor a aquisição de produtos seguros e de qualidade, a Anvisa é responsável pela autorização de comercialização de artigos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes, mediante a concessão de registro ou notificação. A Anvisa também fiscaliza e estabelece normas para as empresas fabricantes, verificando o processo de produção, as técnicas e os métodos empregados até o consumo final.

Minha teoria é única: nenhum governador tem atribuição para estabelecer regras em matéria de um órgão federal. É inconstitucional. A mobilização feita deveria ser voltada ao governo federal, pois, aí sim estaríamos na reta para o objetivo final: retirar o animal da pesquisa....


SPTV - Rede Globo - 21/01/14

Matéria do G1

Nossas postagens a respeito:

7 comentários:

  1. Queiroz Alcântara22/01/2014 10:48

    A vitória em nível estadual será bem-vinda, sim, ainda mais tratando-se do Estado de São Paulo, mas seria melhor ainda se conseguíssemos ser vitoriosos em nível nacional. Vamos nos mobilizar em prol dos nossos amigos bichos.

    ResponderExcluir
  2. Há que se lembrar que essas indústrias facilmente podem sair de SP e migrar para outros estados, o governo federal é que deveria ser pressionado mesmo, mas vamos torcer para a coisa caminhar a se encaminhar

    ResponderExcluir
  3. é um pontapé inicial, isso irá abrir precedentes para lutarmos pelo país inteiro e mobilizarmos o congresso a nosso favor.

    ResponderExcluir
  4. a verdade é uma só9 onde entra muita grana,)vale tudo.olhem a festa do peaõ,drogas,e outras cositas mas,quando o ser que se (auto intitula) humano compreender a verdade,a verdade nos libertará,porque não programar um congresso p/ debater o assunto uma ves por todas?e...se fossemos nós,que delicia,não?reflita,sr,governador,o sr. é médico e como tal tem que provar total humanidade

    ResponderExcluir
  5. A proteção animal dá mais votos que pulgas em cão de rua, que o diga o vereador Roberto Tripoli e seu irmão deputado Ricardo Tripoli. Quem é de Sampa sabe disso e político que não gosta de bicho tem que por o rabo entre as pernas, já os que gostam tem seu lugar garantido entre os eleitores.

    ResponderExcluir
  6. VITÓRIA! PL 777/13 SANCIONADO!!!!Parabéns Deputado Feliciano Filho pela conquista e obrigado Governador Geraldo Alckmin, pelo fim da crueldade e pelo pioneirismo paulista!!!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪