17/01/2014

Dois adolescentes foram flagrados maltratando um cavalo no Recife

Estou publicando contrariada esta matéria posto que, o próprio jornalista confessa, não se saber o destino do cavalo. Com certeza os desgraçados vão se vingar no animal e precisaríamos ver se algum companheiro de Recife conseguiria apurar melhor o caso. Já liguei para a emissora e eles não souberam me dizer nada. Precisava ver qual foi a delegacia que registrou o BO para a gente ver se conseguia ajudar na punição destes nojentos malditos!!!!

Amigos queridos desta linda Recife, estamos a disposição de vocês para ajudar no que for preciso!!!! Por favor, achem uma pista que corro atrás, mesmo estando aqui do Rio, tá?

Pobres animais (aqui no Rio não é diferente) que ficam nas mãos destes marginaizinhos amaldiçoados!!!!!

NETV - Rede Globo - 16/01/14

10 comentários:

  1. Não é à toa que a marginalidade no Brasil começa cedo.
    Punição dura e impiedosa para estes bandidos adolescentes !

    ResponderExcluir
  2. Crianças e adolescentes, nada. Isso são marginais e merecem levar umas belas chicotadas, iguaizinhas as que eles estavam dando no pobre cavalo.

    ResponderExcluir
  3. Quem trata animais com crueldade tem que ser tratado com crueldade extrema ! Tortura é pouco !

    ResponderExcluir
  4. Cibele Teles17/01/2014 16:16

    Eles foram para a DPCA (departamento de PROTEÇÃO à criança e ao adolescente), também conhecida como: passa a mão na cabeça de bandido menor de idade. Depois que papai ou mamãe foi na DPCA buscar, foram para casa. O centro da cidade de Recife é vigiado por centenas de câmeras da SDS (Secretaria de Defesa Social), mas é como se não houve nada, é roubo, é morte, são maus-tratos aos animais, eles sabem que estão sendo filmados, sabem que vão ser presos, mas não estão nem ai porque sabem que no Brasil não tem justiça, sabem que DE MENOR não vai preso e fica por isso mesmo, o cavalo deve ser de um desses carroceiros que não quer a proibição do “trabalho” dele, mas também não faz nada pelo animal, muitos carroceiros não tiram nem a carroça dos animais, nem o direito de se deitar para descasar os cavalos tem, como o próprio vídeo mostra era noite quanto o fato ocorreu e o cavalo ainda estava com a carroça, ou fazem como na minha cidade, deixam o animal solto perambulando pelas ruas durante a noite. Um apresentador fez um bom comentário no programa dele, sobre os DE MENOR que começam praticando crimes contra animais e depois passam a fazer o mesmo com pessoas: http://www.cardinot.com.br/cameras-de-monitoramento-da-sds-flagram-adolescentes-maltratando-cavalo/

    ResponderExcluir
  5. Li no ANDA que o cavalo foi levado pelo CCZ.

    ResponderExcluir
  6. Depois que falo que, quem nasce ruim, morre ruim, aparece um idiota para me criticar achando que estou sendo radical. Para este tipo de gente, eu faço uso das palavras do apresentador Ratinho: "Se você acha que ele merece uma chance porque lhe falta amor e carinho, então coloca ele dentro de sua casa, na sua cama, entre você e sua mulher. Depois me conta o que ele aprontou"!

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro animais, mas quando pego um com hidrofobia, opto pela eutanásia, por não haver cura. Sofre o bicho e todos os que estão em volta. Acho que esse tipo de coisa não tem cura...

    ResponderExcluir
  8. É muito triste tudo isso. Faz mal à nossa alma, ao nosso corpo... Posso imaginar o estado de depressão que algumas pessoas chegam quando tiram a própria vida por não conseguirem mais nenhum tipo de esperança sobre tudo que vêem e presenciam... Não acho que se deva matar a si próprio com tantas misérias. Acredito que a luta é perene e a gente podendo realizar uma parte no nosso entorno, já uma esperança. Cada um de nós tem no seu próprio bairro situações que podem ser denunciadas, que podem ser encaminhadas etc etc. Mas a gente acha que é tão pouco!!! Desde ontem penso nisso. Em todo lugar, a qualquer momento as situações de maus tratos são imensas! É só olhar ao lado. Durante 3 dias viajei pelas estradas do interior da Paraíba até o Ceará. O que mais vi foram cavalos maus tratados e cachorros abandonados à própria sorte. Cavalos amarrados em sol pleno, este sol causticante de 40 graus aqui no nordeste! Algumas vezes eu paro e desamarro o cavalo e aí aparece o dono que não tem a mínima ideia de que o que ele faz está errado! Outras vezes só posso chorar. Ontem passando pela praia do Futuro, em uma pequena favela (privilegiada a favela com a belíssima imagem da bela praia cearense!) mulheres de uma casa próxima estendiam roupas no sol enquanto um pobre cavalo "amargava" o seu lombo no sol, sem pasto e sem água! Completamente sem sentido aquele cavalo em pleno sol. Como se as pessoas não tivessem mais sentimento, como se não enxergassem, como se aquele animal fosse feito de pedra e lata! Fico imaginando que nunca ninguém lhes falou a verdade. Essas pessoas nasceram e viveram vendo isso e já não enxergam mais um ser vivo atrás daquelas 4 patas... É desolador demais. Mais tarde, e na sequência, em frente a um condomínio chamado Beach Place Resort Residence, na praia do Japão, no município de Aquiraz, em um restaurante no espaço deste condomínio, descubro muitos cachorros que são abandonados ali ou que chegam atrás de comida e de água. Quando pergunto aos garçons de quem são eles respondem que não são de ninguém, ou simplesmente estão ali... Estão à própria sorte! As pessoas entram e saem e ninguém se interessa ou olha para eles. Pensar que os cachorros vivem perto do ser humano, que foram domesticados por ele mas estão sem ele, o ser humano! Pelo menos neste lugar alguém lhes dá comida! Mais tarde, em uma cidade do Rio Grande do Norte, chamada Itajá, em um restaurante de estrada mais cachorros abandonados... acho que estas cenas se repetem em muitos locais deste imenso Brasil... Se em cada um destes lugares existir alguém que os olhe já seria muito bom. Ao menos uma pessoa...

    ResponderExcluir
  9. E apossssssssssssssssssto como o povo da cidade ficou vendo e nao fez nada, deve ser normal isso por ali.
    Esses desgraçados foram paridos por quengas

    ResponderExcluir
  10. Crueldade existe é na minha cidade......uma mulher de nome íris lemos dona do estabelecimento iris construçao escravisa uma burrinha de sua propriedade para entrega de material de construçao....o pobre da burrinha está muito debilitada com um enorme ferimento no lombo devido a sela que é usado diariamente, cega, pois não seu globo ocular ou seja não teu seus olhos e que segundo um seu empregado que exerce a função de carroceiro desse deposito bate muito nela por pressão da patroa para realizar as entregas de forma rapida

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪