• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Canil Municipal de São Sepé é flagrado promovendo maus-tratos aos animais - RS

A denúncia foi feita por moradores da cidade que fizeram fotos.

RBS Notícias - Rede Globo - 15/02/13
Leia mais...

Para refletir: A Sabedoria dos Lobos

“Texto fundamentado no livro "A sabedoria dos lobos", de Twyman L. Towery

Durante séculos, homens e lobos coexistiram, vendo-se uns aos outros mais com respeito de que com medo. Cada um respeitava a organização social e a habilidade de caça do outro. Foram parceiros na manutenção do intrincado equilíbrio da Terra. Entenderam que faziam parte da natureza mais do que a natureza fazia parte deles. Então, o homem começou a acreditar que era superior e que não precisava mais do lobo. De fato, ele não permitiu mais ao lobo nem o direito de viver.

O homem capturou, fuzilou e envenenou lobos por toda aparte. Isso apesar de o lobo ter dado ao homem seu mais fiel amigo e companheiro: o cão. Hoje, há um reconhecimento crescente de que podemos mais uma vez aprender com nossos velhos amigos Canis lupus. Atualmente os lobos, com assistência dos homens, estão começando e ressurgir pelo mundo. Em nossos dias, a ordem social do homem parece estar em decadência, enquanto a do lobo permanece intacta. Nossas organizações e as pessoas que delas fazem parte estão desorientadas por problemas causados por divórcio, crime, superpopulação, reorganização e outros, enquanto os lobos continuam como mesmo padrão participativo, brincalhão, eficiente e coeso.
Nosso sistema educativo está sofrendo um declínio gradativo, enquanto o dos lobos, como sempre, coloca a educação, a proteção, o apadrinhamento e aconselhamento dos mais jovens em primeiro lugar. Eles sabem que seu futuro depende de suas crias e agem de acordo com esse princípio. Obviamente, temos muito a aprender com os lobos.


Mandamentos do Lobo
Respeite os mais velhos
Ensine os jovens
Coopere com o grupo
Divirta-se quando puder
Cace quando precisar
Descanse nos intervalos
Reparta suas afeições
Manifeste seu sentimentos
Deixe sua marca.
Leia mais...

No RS, homem ataca cachorro com faca no por causa de latidos

Fala Brasil - Rede Record - 16/02/13
Leia mais...

Veterinária é condenada por morte de poodle - SP


A Justiça de São Paulo condenou uma veterinária a indenizar em R$ 11 mil os donos de um poodle de cinco anos que morreu após ser submetido a uma tartarectomia (retirada de tártaros).
A morte do cão, chamado Fred, ocorreu em agosto de 2011, em Amparo (a 130 km de São Paulo). A decisão de primeira instância foi publicada no início deste mês.

Arquivo Pessoal
Fred morreu após tratamento
Fred morreu após tratamento
A veterinária Kátia Pereira Michelini, 46, ainda pode recorrer da condenação, que a considerou negligente por não ter solicitado exames de hemograma no poodle antes de aplicar anestesia geral.

Um laudo de necropsia apontou que "o cão morreu por síncope cardíaca associada a provável quadro de discrasia sanguínea" (alteração do sangue). O problema seria constatado se o hemograma tivesse sido feito, diz o laudo.

O advogado André Luiz Cunha, parente dos donos do cão, afirma que eles procuraram a Justiça "para evitar que outros cães e seus donos passem pelo mesmo sofrimento".
Ele diz que a indenização será usada para tratar animais de rua. Dos R$ 11 mil, R$ 10 mil são por danos morais e R$ 1.100 por danos materiais.

OUTRO LADO
A veterinária disse à reportagem que vai recorrer da decisão, por considerá-la "injusta". "Foi uma fatalidade. Mas eu entendo o lado deles [donos do cão]."

Ela afirmou que Fred não morreu em função do atendimento dela. Michelini enviou ontem à Folha outro laudo que diz não ser possível associar a morte à anestesia geral. Disse ainda que chegou a cobrar exames pré-operatórios, mas aceitou dispensá-los porque os donos alegaram que não tinham tempo e aceitaram que o procedimento ocorresse assim mesmo. A Clínica Veterinária Au Au Miau, onde aconteceu o procedimento médico, fica no centro de Amparo e atende cerca de 500 animais por mês, segundo a veterinária.

Leia mais...

Trote de calouros ajudam entidades de Joinville - SC

Jornal do Almoço - Rede Globo - 14/02/13
Leia mais...

GARRA e suas parceiras fazem campanha de adoção hoje - RJ


Leia mais...

Fazenda de exploração de cobras e outros répteis


Imagino para quem este cara vende os animais.... meu Deus!!!!!


Publicado em 15/02/2013
No lugar de vacas e porcos, a fazenda "La Unica" é a casa de 20 mil répteis, que são vendidos aos Estados Unidos, Ásia e Europa. Felix Reyes é o dono da bicharada toda e para manter seu espaço seguro contra ladrões, ele não precisa de cachorros.
Leia mais...