05/12/2013

Zoonoses tira 99 cães de casa - Contagem - MG

Vejam mais fotos no link da postagem

Há nove anos, a pensionista Solange Machado de Oliveira, hoje com 57, perdeu o marido, um policial militar, e entrou em depressão. Na tentativa de superar a dor da solidão, ela buscou forças em sua paixão pelos bichos e passou a recolher animais de rua, tratar deles e os abrigar na casa em que vivia, no bairro Santa Maria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. No entanto, na
manhã desta quarta-feira (4), fiscais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade estiveram no local e recolheram os 99 cães abrigados por ela, em cumprimento a um mandado judicial.

O CCZ explicou que em 2009, devido ao barulho e ao mau cheiro no imóvel, um vizinho entrou com ação no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) solicitando a retirada dos animais. Em setembro de 2011, o Ministério Público também pediu a retirada dos animais, alegando danos ambientais. A própria Zoonoses informou que protelava a medida, na expectativa que Solange conseguisse um local adequado para os animais. Mas o recolhimento precisou ser feito nesta quarta, após a ação do MPMG ser julgada procedente, conforme publicado na última segunda-feira.

Durante o cumprimento da ordem judicial, Solange desmaiou, foi levada para a casa de uma vizinha e precisou ser socorrida para o Hospital Militar. Bastante abalada, ela preferiu não falar a  O TEMPO.

“Minha mãe passou mal e tivemos que chamar a ambulância. Ela sempre gostou de bichos, mas após a morte do meu pai ela se agarrou à causa. Começou pegando um ou outro, e com o tempo as pessoas começaram trazer os bichos para a casa dela. Ultimamente, era muito comum pessoas abandonarem sacolas com filhotes ou amarrarem animais machucados na grade da casa. Ela não resistia e colocava os bichos para dentro”, contou a filha única dela, de 29 anos, que solicitou anonimato

Mesmo a casa tendo dois andares e extensa área externa, foi preciso retirar os móveis do imóvel e abrigar os cachorros também dentro dos cômodos. Solange passou a ficar, durante o dia, onde mora a filha. Diariamente, por duas vezes, ela ia à antiga casa para alimentar e limpar a sujeira dos cães. Durante a noite, para evitar que os animais fizessem barulho excessivo, Solange levava um colchonete para o local e dormia em meio a eles.

Internação.
Até a tarde de ontem, Solange continuava internada. Segundo a filha, a pensionista teve a pressão arterial alterada, mas já se acalmou e garantiu que não vai desistir. “Ela quer arranjar um lugar para pegar todos os cachorros de volta”.

Legislação
Limite. Ainda segundo a Zoonoses, o código sanitário permite a posse de até cinco animais em áreas urbanas. É autorizada quantidade maior apenas quando são filhotes, de até 90 dias.

Destino
Exames. Segundo o Centro de Controle de Zoonoses de Contagem, os veterinários participaram de mutirão para colher o sangue de todos os cães. Após isso, os animais diagnosticados com leishmaniose serão sacrificados. Os demais cachorros serão vacinados.

Cronograma.
A dona dos animais tem prazo de três dias para arranjar um local adequado para abrigá-los. Caso não consiga, os cães serão disponibilizados para adoção no Centro de Controle de Zoonoses de Contagem.

Local.
O centro fica na avenida João César de Oliveira, 4.665, bairro Cinco. Informações: (31) 3351-3722.

Fonte: O Tempo

20 comentários:

  1. Os animais serão apenas vacinados? e a castração necessária para se tentar controlar essa população de animais que já é um verdadeiro caos nas cidades deste país? a zoonoses de BH não tem estrutura para castrar? tem que dar um jeito de arranjar. Se os protetores sérios conseguem fazer isso eles também tem que conseguir. Essa colecionadora é apenas mais uma no meio de centenas....#bichonãoémuleta pra maluco...pra isso existe psiquiatra.

    ResponderExcluir
  2. SE AS PESSOAS PARASSEM DE ABANDONAR NÃO SOBRECARREGARIA TANTAS OUTRAS
    SE OS POLÍTICOS DESSEM MAIS ATENÇÃO, MUITO SOFRIMENTO SERIA MINIMIZADO
    É TRISTE VER UM ANIMAL JOGADO NA RUA NÃO PODER LEVÁ-LO OU PROCURAR POR ABRIGO (QUE SÃO POUCOS) QUE ESTÃO SEMPRE LOTADOS
    Simone

    ResponderExcluir
  3. Pelo descrito o problema é a localização do imóvel, apesar de ter área extensa e dois andares. Acumuladores não se preocupam em alimentar e limpar duas vezes por dia, ou retiram móveis pra ter espaço para abrigar. O que certamente é insuficiente em se tratando de 99 animais. Porém, é como já foi dito aqui, há os que abandonam na porta de quem cuida. Tb não está claro se esses animais já não estavam castrados. As informações estão incompletas. Admitir que uma pessoa teve depressão após a morte de um ente amado e tenha a partir dai se dedicado a uma causa não nos fornece elementos suficientes pra classificá-la como doente. Existem pessoas seríssimas que se dedicaram a lutar contra a violência, a cuidar de doentes de AIDS, etc., que passaram por perdas e depressão. Se a própria Zoonose protelou a medida é porque essa pessoa deve ter sido sobrecarregada pelos constantes abandonos em sua porta. Não são todos os protetores que optam pela eutanásia ou conseguem dizer não pra um acolhimento.Eu realmente não consigo julgar esse caso. Faltam dados e não dá pra limitar a interpretação de quem escreveu a matéria.

    ResponderExcluir
  4. Vamos imaginar que o estado vá cuidar desses cães até serem adotados,vamos torcer para que não comecem a aparecer com positivos para leishmaniose.

    ResponderExcluir
  5. Pobre mulher, sei bem como é isso! O povo "sem noção" se aproveita da depressão em que a pessoa está passando e abandona os animais na porta desta, achando que ela fará milagres. Ninguém ajuda, só infernizam ainda mais.
    Agora, a pergunta que faço é: será que o CCZ deste local, será honesto ou usará a desculpa de que a maioria está doente, só para sacrificá-los e diminuir a quantidade de animais? Alguém se preocupou com a saúde mental e emocional da dona Solange? Isso é mais que desumano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobre mulher? Porque deu mais do que podia? Já usaram o centro de zoonose para algum serviço? Conseguiram?
      Até hoje as Capivaras da Lagoa, estão desassistidas pelo serviço e olhem, o IBAMA seria obrigado a dar uma solução ao caso.
      Ninguém, tem a obrigação de proteger os animais irracionais, para isso existe o poder público, que nem dos humanos consegue cuidar.

      Excluir
  6. E os outros protetores da cidade não poderiam ajudar? Recolher alguns, dividir, sei lá. Se passou tanto tempo, será que ela pediu ajuda?

    ResponderExcluir
  7. Que bom seria se os semelhantes tivessem, ao menos, 1/10 da generosidade desta senhora. Se ser generoso, ético, caridoso e ter bom coração é sinal de doença, então só me resta desejar que esta sociedade dura e insensível adoeça. E, assim, o mal e a injustiça continuam vencendo "de lavada"!
    Beti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beti, é isso mesmo !
      Agora virou moda, chamar os generosos de "acumuladores" de doentes mentais !
      Esse termo surgiu, devido aos acumuladores de lixo nos EUA... e logo transferiu esse termo as pessoas que resgatam animais de rua ... olha é triste ter que ouvir isso vindo de gente que se diz protetores\ativistas pelos animais...
      Essa senhora poderia ter tranquilamente ido para um grupo de danças... e ir festar... curtir a vida com a aposentadoria e pensão do falecido... olhar para o próprio umbigo...
      Sem palavras...!

      Excluir
    2. É sempre assim: os que abandonam ficam impunes e os que acolhem são punidos.

      Excluir
    3. É anonimo, disse tudo, eu já estou entrando nesses generos.
      2% dos animais que tenho em casa, eu recolhi, o restante fopram abandonados aqui.

      Excluir
  8. POLÍTICA PÚBLICA DE CONTROLE POPULACIONAL ÉTICO JÁ!
    PL 575/2011 (ALMG) + PL 1376/2003 (Congresso Nacional)
    prontos para votação

    Mais um caso - quantos, somente em 2013???
    CÃES DA DONA SOLANGE - Contagem MG

    A omissão generalizada do Poder Público quanto à ausência de uma Política Pública de Controle Populacional ético - consistindo em conscientização da população quanto ao não abandono, oferecendo castração / microchipagem gratuitas e constantes eventos de adoção responsável -, resulta na sobrecarga de cidadãos, que assumem para si, o pesado e caro fardo de resgatar, salvar, abrigar e manter milhões desses seres sencientes que, se abandonados pelas ruas de todo Brasil, proliferam-se aceleradamente, expostos a todo tipo de maus tratos.

    Zoonoses tira 99 cães de casa
    Pensionista que abrigava animais desde que ficou viúva passou mal e foi internada
    www.otempo.com.br/zoonoses-tira-99-c%C3%A3es-de-casa-1.755803

    Protetora de animais aguarda decisão da Justiça para reaver 96 cães - Projeto Proteger
    www.facebook.com/media/set/?set=a.625059194217669.1073741841.352231161500475&type=1

    Projeto de Lei federal nº 1376/2003 (BRASIL)
    Dispõe sobre a política de controle da natalidade de cães e gatos e dá outras providências.
    www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=122642


    PL 575/2011 (MINAS GERAIS)
    www.almg.gov.br/atividade_parlamentar/tramitacao_projetos/interna.html?a=2011&n=575&t=PL

    "A grandeza de um povo é medida pela forma como seus animais são tratados."
    MAHATMA GANDI

    MOVIMENTO MINEIRO PELOS DIREITOS ANIMAIS
    "Liberdade aos Animais, ainda que tardia!"
    movimentomineiro@gmail.com
    www.facebook.com/movimentomineiro
    @MovMineiroDA

    ResponderExcluir
  9. Ana Lucia Nunes10/12/2013 11:59

    Triste estória !!!
    Triste, revoltante e repetitiva !!!
    Quem cuida é que se lasca, quem abandona fica impune e o governo acha mais fácil " descartar ".

    ResponderExcluir
  10. Na minha casa tem 3 cadelas que minha filha encontrou abandonadas na rua, carregou nas costas e troxe pra casa. ela gasta muito com bichos, paga veterinário para fazer cirurginhas quando precisa, paga tosa e banhos caros para mantelos limpos e saudaveis.

    ResponderExcluir
  11. na rua coqueiros do bairro novo recanto em contagem mg tem uma cachorra com leishmaniose a dona dela simplesmente jogou ela na rua o que fazer nessa situação pois a cachorra já ta num estado critico

    ResponderExcluir
  12. Minha cachorra está tremendo muito e está babador também e eu ñ sei o que fasse? estou dessesperado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem que procurar um veterinário, primeiro que tudo. Não adianta ficar desesperado aqui na internet. Procure um profissional para avaliar sua cachorrinha.

      Excluir
  13. Boa tarde!
    Tentei ligar várias vezes...chama mas ninguém atende.
    Assim fica inviável.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde!
    Liguei várias vezes mas ninguém atende...
    Assim fica inviável!!
    Att

    ResponderExcluir
  15. Iolanda Teixeira Ribeiro18/09/2017 13:44

    O cão está abandonado e parece
    Está muito doente infelizmente não tenho condições para cuidar dela pois já tenho uma e não sei qual é o problema dela apesar da minha compaixão isto não basta para salvá se puderem resgata-la dou uma ajuda.
    Desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪