23/12/2013

Revelada a patifaria no Zoológico do Rio


O Jornal O Dia fez uma ótima matéria sobre o Zoológico do Rio. A famosa fundação Rio Zoo. Agora, no final do texto da reportagem, grifei em vermelho para que vejam o quanto o Prefeito do Rio Eduardo Paes é um debochado quando se trata dos temas relativos aos animais.... ô nojo!!!!!!!
Animais do Zoo do Rio têm vida de cão sem dono
Veterinários enumeram problemas, como recintos pequenos e inadequados

Rio - Na tarde de quinta-feira, famílias se aglomeram em volta do urso Zé Colmeia, que veio há dez anos de um circo para ser uma das grandes atrações do Jardim Zoológico do Rio. Mas o olhar de curiosidade das crianças que observavam o animal logo dava lugar a expressões de tristeza. “Pai, porque o urso só fica se arrastando para frente e para trás o tempo todo?”, questionava uma menina. 
Mas não eram apenas as crianças que se comoviam com o estado de muitos animais , vivendo
sozinhos e cabisbaixos em seus recintos. Rogerio Oliveira, de 43 anos, lamentava enquanto passeava com seus filhos. “Não está havendo renovação, os animais parecem velhos, acabados. Eles precisavam de uma atenção maior”, disse o visitante. Segundo a veterinária Andrea Lambert, os frequentadores têm razão em se queixar: “Os animais vivem em grupo na natureza, então é obrigação do zoológico oferecer uma companhia, há uma lei do Ibama que diz isso”.

O urso Zé Colmeia tem um comportamento estranho: fica andando para trás e para frente. Para os veterinários, ele trouxe essa mania do circo. Foto:  Fernando Souza / Agência O Dia

Macaco Tião

Para a veterinária, o temperamento do famoso Macaco Tião era um exemplo dos problemas causados pelo modo com que esses animais vivem isolados, em viveiros pequenos: “O comportamento rabugento do Macaco Tião era estresse puro. A diabetes que causou a morte dele foi consequência disso”. 
De acordo com Daniel Baltazar, veterinário do Zoológico do Rio, a história do urso Zé Colmeia ajuda explicar o seu comportamento. “Ele é um animal sequelado, porque no circo ficava em um ambiente pouco maior que o tamanho de seu próprio corpo. A gente tem plena consciência que pode controlar ele, mas não podemos curar. Nós estamos tentando sanear todos os problemas que ele encontra.” 

A onça sofre de um problema congênito nos olhos: frequentadores dizem que os animais estão velhos
Foto:  Fernando Souza / Agência O Dia

Mas Carlos Esberarb, professor de Zoologia da UFRRJ, vai além na explicação: “Como o urso fazia shows no circo, ele anda para frente e para trás para se manter ativo. Daí, este tipo de comportamento”, diz o especialista, que já trabalhou no Zoológico do Rio.
Reclamações sobre a falta de manutenção também são frequentes entre os visitantes. Segundo a RioZoo, uma equipe terceirizada realiza a limpeza nos banheiros. Mas na tarde de quinta-feira, a equipe do DIA constatou que não havia sabonete nem papel higiênico nos banheiros do parque. A assessoria da instituição informou que há projetos de revitalização para o início do próximo ano. O zoo planeja iniciar em janeiro uma série de melhorias nos recintos dos animais e nos banheiros.

No exterior, um novo conceito

Segundo a veterinária Andrea Lambert, enquanto os zoológicos mais modernos tentam ao máximo reproduzir o ambiente que os animais encontram na natureza, o do Rio sofre com as restrições que o seu próprio espaço físico impõe.

Jaulas interditadas e banheiros em más condições de higiene são problemas que incomodam os visitantes. RioZoo promete melhorias. Foto:  Fernando Souza / Agência O Dia

“É um zoo que tem um padrão antigo, e é pequeno. As condições de jaulas e recintos são sofríveis. Se você for a um zoológico no exterior, é muito diferente. Eles são novos, bem maiores, mais arejados. Tentam reproduzir o habitat do animal na natureza. O bicho devia ter uma qualidade de vida muito melhor do que está aí” afirma a veterinária. Na parte de comentários da página da Rio Zoo no Facebook, é possível observar as centenas de reclamações de pessoas que se frustram ao visitar o Zoológico do Rio.

Indicações políticas

A fundação RioZoo, que administa o parque, já teve quatro presidentes desde que o prefeito Eduardo Paes assumiu o cargo em 2009. No comando há dois anos, o administrador de empresas Sérgio Luiz Felippe é irmão do presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felippe (PMDB). Antes dele, a fundação era comandada por Mônica Valéria Blum Rocha, atualmente lotada no gabinete de Jorge Felippe. Por lá ainda passaram Marcelo José Rodrigues Maia e Anna Laura Valente Secco Freire. O Zoológico do Rio abriga 2.700 animais, número que pode variar levando-se em conta nascimentos e óbitos Do total, há 990 aves, 800 peixes, 600 répteis e 350 mamíferos.

Fonte: Jornal O Dia
__________________
Outras postagens nossas a respeito do estado da Fundação rio Zóo

25 comentários:

  1. Esperar o que do Eduardo Paes ?
    Só coisas ruins,é claro !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Sou contra quaisquer formas de conservar animais selvagens - ou silvestres, como queiram - em jaulas, cativeiros, gaiolas, reservados, baias, cevas, etc, etc e etc... A única exceção, para mim, fica a cargo dos animais domésticos que foram acostumados a dependerem de nós, como cães e gatos, e mesmo assim, soltos em casa e no quintal.
    Sou extremamente contra os Jardins Zoológicos, principalmente agora que temos a tecnologia de criar imagens, e que podem reproduzir filmes animados de quaisquer animais com bastante perfeição. Tanto que até duvidamos que sejam desenhadas graficamente.
    Quando criança fui ao Jardim Zoológico, mas quando pai, jamais levei meus filho para se divertirem com o confinamento de animais que necessitam de regiões vastas para completarem seus ciclos de vida... Desculpem-me os que pensam diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Alexandre adorei sua resposta, penso igual.

      Excluir
    2. Fádua - POA23/12/2013 15:17

      isso ae, Alexandre, assino em baixo!

      Excluir
    3. concordo totalmente com suas palavras, parabens por ser uma pessoa tão esclarecida.

      Excluir
    4. Concordo! Ja passou da hora de mudar essa cultura mediocre! Ja bastam as extincoes em massa...deixem os bichos soltos...Filmem apenas pra assistirmos como disse bem o Alexandre...

      Excluir
  3. Concordo integralmente com o que disse o Alexandre, os animais tem que ter suas naturezas e instintos preservados e nao viverem confinados e fora de seu habitat natural para entretenimento do homem.
    Agora e obrigacao do Estado zelar pela saude e bem estar fisico e psiquico dos animais que estao no zoologico. E o do Rio e uma vergonha!!!

    ResponderExcluir
  4. Concordo, também, plenamente que animais selvagens pertencem a natureza, mas já que foi cometido o erro e eles não podem ser reintroduzidos nos seus habitats, que sejam,pelo menos, bem tratados para tentar minimizar essa maldade.

    ResponderExcluir
  5. o q eu acho bemmmmmm interessante é q no RIO de JANEIRO, OS CASOS DE MAUS TRATOS DOS ANIMAIS, O ABANDONO DOS MESMOS ESTA CADA DIA PIOR.SEMPRE AS DESGRAÇAS ESTA O rio de janeiro junto.me pergunto, pq sera??????????????????/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade a maldade está em todo planeta, e tudo culpa exclusiva de nós humanos!

      Excluir
  6. Pra mim todos os zoológicos do mundo deveriam ser fechados. Isso só demonstra que mais uma vez os humanos tratam os animais como produtos, como objetos de exploração e observação. Como o Alexandre mencionou acima, a tecnologia de hoje permite muito bem mostrar em imagens, robôs e vídeos todos os animais. Só sou a favor de santuários e locais onde os animais maltratados, regatados e que não têm condições de sobreviverem sozinhos, são tratados e e em alguns casos devolvidos ao habitat natural. Com exceção disso, não acho graça em explorar os animais, enjaulá-los e condicioná-los a uma vida limitada, só para nossa diversão.

    ResponderExcluir
  7. Sheila, só agora vc soube disso? Eu denunciei ha 2 anos atrás: http://www.fabianojacob.com.br/2012/05/a-verdade-sobre-a-fundacao-rio-zoo/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, amigo, eu já sabia há muito tempo... e como sabia!!!!!! aliás, coloquei no final da postagem outras nossas a respeito..... Agora, inegavelmente, é a primeira vez que eu vejo na grande mídia o escancaramento da patifaria que Eduardo Paes faz com o uso político dos cargos. Como digo em uma das minhas postagens: Cesar Maria matou e Eduardo Paes enterrou a proteção aos animais aqui no Rio. Cá p´ra nós amigo, sou do tempo que Promotor ao ler uma matéria desta, botava p´ra quebrar.... Hoje em dia, como aconteceu com vc., mesmo com provas irrefutáveis, eles entregam o ouro ao bandido, né mesmo?
      bjs

      Excluir
    2. claro, é tudo política, nada neste país funciona mais.

      Excluir
  8. Sou contra qualquer tipo de exploração de animais, zoológicos, circos, rodeios, pampa safari, vaquejadas, etc. Tem de terminar com essa pouca vergonha. Os zoológicos são um incentivo ao tráfico internacional de animais. Não venham tentar me convencer que os animais são "legalizados". O que é "legalizado"? Ora, falem sério! É uma vergonha, não importa se "imitam o habitat dos animais". ISSO É UMA DESLAVADA MENTIRA !!! É só explorção e mais nada!

    ResponderExcluir
  9. Na prócxima eleição, terminem com a raça desse desgraçado. Não tem pior político do que prefeito !!!

    ResponderExcluir
  10. Concordo em gênero, número e grau com todos os postantes.

    ResponderExcluir
  11. Não sei como fazer, mas o certo é darmos início ao fim dos zoos. É um presídio de segurança máxima para criaturas inocentes que foram cruelmente arrancadas de seu habitat natural. Mesmo aqueles que nasceram em cativeiro, não merecem essa vida tão vergonhosa.

    ResponderExcluir
  12. Temos que cobrar uma posição do novo secretário da SEPDA. Ele é político ligado ao prefeito. ficou omisso neste caso.

    ResponderExcluir
  13. Teresinha, o prefeito é político e o secretário dos animais? ficou calado, demonstrando que não poderemos esperar muita coisa disso ai.

    ResponderExcluir
  14. Concordo com anônimo de 24/12. Temos que cobrar uma posição do novo secretário. o que vc acha Sheila? devemos ficar caladas?

    ResponderExcluir
  15. Será q essa galera q adora "meter o pau" em tudo (hábito de brasileiro) faz alguma coisa além disso? (Também hábito nacional, falar, falar e não fazer nada) O ideal é q animais selvagens permaneçam em seu habitat natural, concordo, mas o q fazer com os pobres animais q vieram de cativeiros ou foram salvos de caçadores imbecís e não tem condições de se readaptarem, jogar ao vento ou devolvê-los as floresta e a seus países de origem (aos q não se ligaram, ursos não são nativos daqui) entregando-os a própria sorte. Pros sem noção de plantão, os animais perderam espaço por q precisamos de moradia e alimento, (pra quem não consome carne, e faço parte deste grupo, precisa de vegetais e grãos, q tbm tira o espaço dos bichinhos para q haja plantio). E antes que apareça um mané falando em controle de natalidade, a tendência da humanidade é a de decrescimento nas próximas décadas mas mesmo assim, ainda será necessária a produção de alimentos em larga escala. O q quero dizer com isso tudo? Que ao invés de falarem mal, ponham a mão na massa, parem de por a "culpa no governo" em relação a tudo que acontece, pq o dever do cidadão é VOTAR COM CONSCIÊNCIA e FISCALIZAR quem estiver no poder, independente de ser ou não o candidato em quem votou. Apadrinhem um animal do zoológico, q se só tem animais velhinhos, significa que a comercialização de animais entre continentes não ocorre com a frequência de antigamente em fução da própria conscientização da humanidade sobre o que significa aprisionar um animal fora de seu habitat, conscientização q, felizmente, aumenta a cada década. Mas, q ainda está longe do ideal. Quem não tiver condições de apadrinhar com doações em dinheiro, dê ideias, crie projetos, ajude a melhorar o zoológico "pondo a mão na massa". Procurem empresários e levem seus projetos para q estes apoiem, e levem os problemas ao gabinete do prefeito e façam seus papéis como cidadãos, cobrem dele. Parem de responsabilizar apenas aos OUTROS e façam algo de útil ao invés de só criticarem e só terem "autopiedade" (a famosa atitude de brasileiro de falar mal do próprio país em detrimento de países europeus e dos EUA, eles só são primeiro mundo pq ao invés da autopiedade existe atitude e luta).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei do seu comentario, agir mais e falar menos, mas ainda assim precisamos falar sim para colocar as claras a sacanagem que fazem com os animais.

      Excluir
    2. Danielle, a denúncia é necessária para q os responsáveis por atrocidades contra animais sejam punidos. O problema, é q a maioria só sabe falar mal, mas na hora do "vamos ver" tira o corpo fora. Tá na hora das pessoas mudarem de atitude e começarem a "fazer a diferença" de alguma forma, começando a agir no "raio" das imediações da própria casa e trabalho. Se cada um fizer o "seu possível", mesmo que pareça muito pouco, fará diferença na soma do todo.

      Excluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪