09/12/2013

Gatinhos nascem em universidade de Palmas e são levados para presépio - Tocantins

Gente do Céu!!!! se tiver algum leitor nosso lá daquela área, por favor, dá uma força!!!! Natal vai acabar..... Pessoal deve estar achando pitoresco, mas, sabemos o final de tudo, né mesmo?
__________________
Filhotes se sentem em casa embaixo da manjedoura de Cristo,
em presépio montado em prédio da UFT
Foto: Bianca Zanella/UFT
A gata levou os filhotes para o local para protegê-los da chuva.
Presépio foi montado em um bloco da Universidade Federal do Tocantins.

Uma ninhada de gatos embaixo da manjedoura de Jesus de um presépio montado em um dos prédios da Universidade Federal do Tocantins (UFT) tem chamado a atenção dos universitários e das pessoas que passam pelo local. Eles ficam lá, sobem em cima da
manjedoura e dos presentes, que estão sendo arrecadados para as crianças que enviaram cartinhas para o Papai Noel dos Correios, como se estivessem em casa.

Segundo a vigilante Demiqueia Gonçalves, de 24 anos, a gata pariu sete gatinhos em um local, provavelmente desprotegido e, por causa da chuva, ela carregou os filhotes pela boca, um a um, até o banheiro usado pelos funcionários que cuidam da segurança e limpeza da universidade. "Eu estava trocando de roupa no banheiro, ouvi um barulho e pensei que eram ratos, levei um susto! Quando olhei tinham filhotes dentro de uma caixa em cima do armário. A gata tinha os colocado um a um dentro do local".

Gata carrega filhotes para presépio montado em
bloco da Universidade Federal do Tocantins
Foto: Bianca Zanella/UFT
Demiqueia conta que algumas pessoas se incomodaram com os gatinhos. Por isso ela e outros funcionários prepararam uma casinha para eles debaixo de uma árvore no câmpus da UFT em Palmas. A gata não se contentou com o lugar até porque ela não poderia deixar os filhotes desprotegidos. Talvez por causa da chuva, novamente ela decidiu levar a cria para um lugar mais seguro. Ela então carregou os filhotes para o presépio montado no prédio, chamado de Bala I.

Os gatinhos viraram a sensação na universidade. "Todo mundo passa e acha lindo. Os universitários tiram fotos, acham fofos". Segundo Demiqueia são os universitários que levam ração para a gata. "Ela estava magra, precisava comer porque está amamentado, então alguns alunos estão levando a comida. E nós colocamos água para ela".

A vigilante também postou nas redes sociais a foto dos gatinhos com o objetivo de encontrar um lar para eles. Até agora ninguém se manifestou para a adoção. Enquanto isso eles continuam no presépio, acham ruim quando alguém ameaça os tirar do local. Para eles, embaixo da manjedoura de Jesus Cristo, é o lugar mais seguro.

FONTE: G1

13 comentários:

  1. Dizer o que? Espero do fundo do coração, que os humanos entendam a mensagem que a mãezinha esta nós passando, AMOR, PACIÊNCIA E MUITA TOLERANCIA COM OS NÃO HUMANOS. Que realmente o espirito de Natal abençoe os universitários que estão cuidando da mamãe dos bebes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. alguém sabe se já tem campanha de adoção deles no Facebook?

      Excluir
    2. O pior de tudo é que as pessoas não entendem mensagem alguma.
      E a história se repete: não dão um "sumiço" neles porque estão bem expostos...
      Mas como a Sheila bem disse, o Natal vai acabar. E o tempo passa rápido...
      É preciso que alguém faça algo por eles logo.
      Cuidar significa muito mais do que alimentar e olhar se estão no local.
      Cuidar significa dar também um lar amoroso onde eles sejam acompanhados por muitos anos, até que Deus os chame para junto de si após uma vida inteira em que tenham sido protegidos.
      É impossível que em uma Universidade, onde passam tantas pessoas, não exista alguém disposto a se comprometer em salvar estas vidas do abandono...

      Excluir
  2. Vocês tem o contato da Demiqueia,bora fazer campanha,fazer página no Facebook.!!!

    ResponderExcluir
  3. Que emocionante essa gatinha com os filhotinhos, vamos divulgar pra ver se alguém adota a mãezinha ou seus filhotinhos, eles merecem.
    Mary

    ResponderExcluir
  4. se eu tivesse condiçôes traria para minha casa, mas eu moro bem distante dai.
    tomara que auguem pegue para cuidar deles e de sua mamâe não gosto quando te e separar.

    ResponderExcluir
  5. Tomara que o caminho certo seja conquistado: adoção e castração. Eles ainda precisam ser amamentados, mas devem ser adotados o mais rápido possível. A mensagem natalina está clara: amar é cuidar.

    ResponderExcluir
  6. Sempre tem alguém que dirá que os gatos sujam, contaminam e soltam pelos no presépio e presentes, e que estes pelos causarão crises alérgicas nas crianças e blá blá blá...
    Alguém, por favor, pode tirar aqueles gatos de lá?

    ResponderExcluir
  7. Conceição09/12/2013 20:11

    espero que sejam adotados em breve e antes de serem enviados para a tortura da vivissecção, afinal estão em uma universidade, lugar não muito seguro para animais.

    Conceição

    ResponderExcluir
  8. Olha, estudo na Universidade Federal de Mato Grosso e gostaria que nosso problema se resumisse a 7 gatinhos num presépio. Na UFMT são centenas espalhados pelo campus. As pessoas simplesmente despejam ninhadas inteiras lá, gatas paridas são abandonadas junto com suas crias, é um horror. E agora nessa época de chuva um fungo começou a se alastrar entre os gatos. Estou com uma filhotinha de uns 40 dias em pele, osso e fungo! Hoje mesmo recolhi mais 6 filhotes abandonados lá, nem sabiam comer ainda! Dois estão se alimentando por mamadeira, os outros estão se adaptando à ração. Enfim, espero que esses aí tenham boa sorte e espero que algum dia as centenas espalhadas pela UFMT tenham sorte também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, que Deus proteja sempre para que você continue a cuidar dos gatinhos abandonados.
      Resgato e dou uma vida digna para os que encontro.
      Como sei o quanto é difícil, me emociona ler que existem mais pessoas dispostas a ajudá-los.
      Nunca esmoreça, eles contam conosco.

      Excluir
  9. Se pudesse pegar as fêmeas para castrar, não nasceriam mais filhotinhos e depois tentasse doar as gatinhas...boa sorte.
    Viviane

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪