28/11/2013

Revista relata maus tratos e mortes de animais em produções de Hollywood

Que decepção, não? pois é..... mas, eu posso dar o nome de protetoras aqui no Rio que cumpliciaram, DOCUMENTALMENTE, com a patifaria que houve no CCZ do Rio, em 2004. Tudo em nome de ficarem ligadas ao poder..... Eu que comprovei a patifaria DOCUMENTALMENTE e denunciei à polícia e MP, fiquei como a malvada da história..... tudo abafado!!!!!  nojo!!!!!!!!!
________________

Organização responsável pela proteção dos animais abafou casos de maus tratos e mortes para preservar relação com produtores

Organização denuncia que dezenas de ovelhas e
cabras morreram durante as gravações de
"O Hobbit: Uma jornada inesperada"
Foto: Warner/Divulgação
Uma reportagem do Hollywood Reporter apresenta evidências de que a American Humane Association (AHA), organização responsável por supervisionar o tratamento dispensado a animais nas gravações de filmes e programas de TV, abafou, sistematicamente, casos de maus tratos e mortes, tudo para preservar as relações com poderosos produtores de Hollywood. O texto, publicado nesta segunda-feira (25), explica como o grupo se tornou "parte da indústria que deveria regulamentar".

De acordo com a publicação, que manteve a maior parte das fontes sob anonimato, um
treinador deu um soco em um cachorro no set de Resgate abaixo de zero (2006), filme da Disney estrelado por Paul Walker; um esquilo foi esmagado nas filmagens da comédia romântica Armações do Amor (2006), com Matthew McConaughey e Sarah Jessica Parker; e dezenas de ovelhas e cabras morreram em O Hobbit: Uma jornada inesperada. Treinadores já haviam denunciado a morte de bichos nos bastidores do épico de Peter Jackson.

"Em 2003, a AHA optou por não comentar publicamente a respeito das dezenas de peixes e lulas mortos que apareceram na praia durante quatro dias de filmagens em Piratas do Caribe: A maldição do Pérola Negra", diz a reportagem, intitulada "Animais foram feridos: O pesadelado exposto de Hollywood sobre morte, lesão e sigilo". "Funcionários não tomaram nenhuma precaução para proteger a vida marinha quando ativaram explosões no oceano, de acordo com o representante da AHA presente no set."

A AHA - financiada pelo SAG-AFTRA (sindicato de atores) e pela associação comercial Alliance of Motion Picture and Television Producers, que representa os estúdios - argumentou que os incidentes aconteceram de maneira não intencional ou "não relacionadas ao trabalho".

O Hollywood Reporter relata ainda as mortes de uma "girafa idosa" no set de O zelador animal (2011), com Kevin James, e de um tanque inteiro de peixes em O filho do Máscara. O tigre usado em As aventuras de Pi (2012), que rendeu o Oscar de direção a Ang Lee, teria quase se afogado. Os jornalistas obtiveram um e-mail em que uma monitora da AHA, Gina Johnson, relata o acidente para uma colega, e acrescenta, em letras maiúsculas: "NÃO CONTE ISSO PARA NINGUÉM, ESPECIALMENTE PARA O ESCRITÓRIO!".

FONTE: Diário de Pernambuco

9 comentários:

  1. Esse cenário não pode continuar assim. Isso deve ser amplamente divulgado. Esse é o lado obscuro e macabro de Hollywood e não pode ficar escondido.

    ResponderExcluir
  2. Aha! então usaram mesmo um Trigre nas aventuras de Pi???? Pois que foi noticiado que rea tudo animação computadorizada, que foram a um zoológico estudar os movimento dos felinos para reproduzirem em computador! mentirosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também li o mesmo, nossa agora que decepção!

      Excluir
  3. Eu já sabia da morte de dezessete cavalos na filmagem de O Hobbit, mas desconhecia as demais. Não sei que espécie de pessoas pagam para assistir filmes tão imbecis como esses da trilogia O senhor dos anéis e a esse outro que é uma sequência tão esdrúxula como os demais.

    ResponderExcluir
  4. Isso é extremamente sério e providências jurídicas deveriam ser tomadas para que fatos assim não se repitam. A questão é, por mais poderosa que seja a indústria cinematográfica, denúncias deveriam ser feitas por pessoas que as assumam. Fonte anônima é importante pra achar pessoas condenadas por crimes já apurados, ou que efetivamente o serão. Casos como esses devem vir à público tão logo aconteçam, senão continuarão acontecendo. São casos que devem ser punidos.

    ResponderExcluir
  5. Adoro filmes,não vou ser hipócrita em dizer que não assisto,assisto muito inclusive a trilogia do senhor dos anéis uns dos meus preferidos,fiquei desapontada com tudo isso que estourou agora,pois respeito e amo os animais,acreditava que eram tudo computadorizado,e com tantas ongs como a Peta estão sempre de olho não imagina que as produções de hollywood fariam dessa forma em usar animais de verdade em certas cenas,triste muito triste!

    ResponderExcluir
  6. Culpada essa onng que escondeu tudo isso,ainda bem que a verdade veio a tona!

    ResponderExcluir
  7. Pensando bem, há muito não vejo aquela informação ao final dos filmes americanos de que nenhum animal teria sido ferido, ou coisa parecida, durante as filmagens. Será que não ligam mais para isto? Deveriam, então informar no início do filme que animais sofreram durante as gravações, para que tenhamos a opção de não assistí-lo.
    Cláudia C. Alves

    ResponderExcluir
  8. E eu que sempre acreditei que lá, a proteção animal é pra valer. Ledo engano, porque é certo que o dinheiro comprou o silencio deles. Imaginem se fosse no Brasil? Deus me livre!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪