11/10/2013

Três anos sem minha Rebeca, sem meu esteio de vida.... tudo mudou sem ela...

Hoje completam três anos que minha querida Rebeca se foi.... Continuo sem chorar por ela.... e, correndo o risco de ser taxada de louca, sinto sua presença sempre aqui, pertinho de mim.... principalmente, quando estou triste... como tem sido ultimamente.... Vejo sempre seus olhinhos montando guarda quando me acordo.... Ela adivinhava até a hora que eu ia acordar e ficava plantada me olhando... Quando eu abria os olhos, ela começava abanar o rabo e lá ia correr toda a casa como dizendo: ela acordou!!!!!

Tive duas cadelas que faziam isto: ela e July. Sempre achei que ela copiava o comportamento de July.... A diferença é que esta chorava em silêncio quando eu abria os olhos.... Era a primeira coisa que via: os olhos de July cheios d´água..... Ela se foi como um anjinho nos seus 18 anos de existência. Deixou minha Beca no lugar....

Bem, não consegui preparar nada para hoje. Vou repetir a ultima foto de minha alma gêmea e os vídeos que fiz nos anos anteriores.... que ela me perdoe, mas, está difícil trabalhar com os meus olhos marejados de água....




23 comentários:

  1. Minha querida, você me fez chorar de saudades da minha Tucha, do meu Amici, da minha Branquinha, da minha Perê, do meu Fifinho... ahhhh... quanta saudade!!!. Compreendo perfeitamente seus sentimentos. Pense no seu privilégio de tê-la em sua vida, e no privilégio dela ter tido você, na vida dela. Beijoca grande. Consuelo Fernandez.

    ResponderExcluir
  2. Sheila você é iluminada, acredito que ela está mesmo ao seu lado.
    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Nunca fica mais fácil. Todos que passam por nossa vida são importantes, mas alguns são especiais, almas gêmeas como você disse. Eu acredito nisso, que eles permaneçam ao nosso lado, também sinto os meus por perto. Agora fico aqui chorando por suas lindas palavras e de saudade dos meus queridos que se foram. Mas eu também acredito num reencontro, não é possível que tanto amor não mereça isso! Fique bem, a Rebeca está. Um abraço bem forte pra você :)

    ResponderExcluir
  4. É o mesmo tempo que perdi o meu Godô, saudade dele brincando de abrir e fechar a porta latindo feito doido, pulando no meu colo quando me assentava...
    Simone Vasconcelos

    ResponderExcluir
  5. rosa elisa villanueva11/10/2013 13:35

    Sheilinha, dá um aperto no peito sim, mas fazer o que. Força e guarde essa linda lembrança. beijos.

    ResponderExcluir
  6. Querida Sheila, sei bem como você está se sentindo. Acredito que sua Rebeca está sempre ao seu lado, principalmente depois que li um livro sobre animais que morrem,mas continuam vivendo em outra dimensão. Como Rebeca é sua alma gêmea, a ligação é muito mais forte e não se romperá apenas porque ela partiu para uma dimensão paralela a nossa. Você não pode vê-la, mas aposto que ela te vê com seus olhinhos molhados.e cheios de saudade de você. Também tenho uma alma gêmea que se chama Angel. Ele também está lá com Rebeca. Achei Angel em Itapuá, quando eu iria comemorar minha formatura com una colegas. Uma "amiga" viu Angel e me disse que não tinha espaço na casa dela para ele, mas pediu para que eu o ajudasse. Fiquei com raiva da minha pseudo-amiga, pois a casa dela era imensa, com um lindo jardim e mesmo assim não podia abrigar o meu anjinho. Quando eu disse a ela que eu já tinha muitos cães e gatos abandonados, Angel olho para mim com olhinhos de anjo e deu um chorinho, como se dissesse: "por favor não me deixe aqui". Pronto! Foi amor a primeira vista. Levei ele para a minha casa e nunca mais nos separamos. Nossa ligação era tão forte que ele até lia meus pensamentos. A comunicação telepática era incrível. Até que um dia, quando ele já estava velhiinho, depois de 13 anos de convivência e muito companheirismo, meu queridinho partiu devido ao câncer. Acho que ele tinha uns 16 anos, pois já era adulto quando o encontrei. Lutei por ele até o fim. No dia que ele morreu. Ele me pediu pela última vez para ver a rua no meu colo. Eu disse a ele que não, pois queria ir para a internet ver se achava um tratamento alternativo para o seu câncer. Disse isto a ele, e o meu queridinho mais uma vez entendeu. Porém, uma voz interior me disse que eu deveria colocá-lo para ver a rua, pois seria a última vez que ele teria este prazer. Ficamos um tempo juntos abraçados vendo a rua, e depois coloquei ele deitadinho em duas cadeiras com um traveseiro para ele ficar confortável enquanto eu procurava uma cura para a sua doença, pesquisando para ver se surgiu algum tratamento novo em sites de veterinários. Mas infelizmente, de repente ele olhou para mim e foi morrendo tranquilamente, porque disse a ele para ficar calmo, pois eu estava do seu lado e jamais o abandonaria. Ele foi para a outra dimensão, mas sinto a presença dele e como acredito em reencarnação, sei que ainda esta vida ele vai voltar para mim no momento certo. Você pensar que estou louca, mas a bolinha que ele adorava está guardada comigo para quando ele voltar. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kátia, vc não tem nada de louca. Apenas aprendeu a enxergar com os olhos do espírito.
      A minha Marselha é minha alminha gêmea e penou tanto até voltar para mim! A primeira vez ela veio bebezinho, Dimmu, e foi achada em um buraco, com menos de um mês, mas eu tinha um cachorro que vivia disputando território e acabou matando o Dimmu numa briga. Depois ela voltou como uma bebê abandonada em um posto de gasolina, mas teve parvovirose antes da última dose de vacina e se foi. Agora ela voltou após ser atropelada em outra cidade, ficar paraplégica e viver, por oito meses, em um abrigo. Mas os olhos são os mesmos, o amor é o mesmo e meu coração a reconheceu em fotos da campanha de adoção que o abrigo fez através do Facebook. Ela olhava para a câmera como quem diz "Vem me buscar". Hoje estamos juntas e felizes, apesar de todos os problemas que ela tem: insegurança, extrema dependência emocional, um ciúme daqueles... Isso não é loucura, Kátia; é amor!

      Dininha

      Excluir
  7. Sheila...ela esta sim ao seu lado, pode acreditar !
    chorei de emoção

    ResponderExcluir
  8. Chorei lembrando que no dia 15/12 vai fazer um ano que minha filhota virou estrelinha......

    ResponderExcluir
  9. Nossas perdas são terríveis, mas tenha em mente que todos estão bem onde estão, a saudade dói, bem sei.
    Marlene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sheila querida rescentemente eu perdi o meu e unico amigo eu sei realmente que a perda é muito doloroso pois passo mais tempo internada do que trabalhando .bjs Mara

      Excluir
  10. Sinto tanto Sheila pela sua perda! Em maio deste ano tb perdi meu amigo Billy, ele tb tinha 18 anos, eu o chamava carinhosamente de: "meu bebê velho" pq era exatamente isso que ele era. A foto de vcs duas , vc trabalhando e ela no seu colo me lembrou muito meu bebê velho. Eu te amo Billy e sinto muito a sua falta.

    ResponderExcluir
  11. Sheila
    Tente mudar um pouco, ou muito, a sua visão sobre a viagem da Rebeca. Não pense que você não mais a tem, mas sim que você teve o privilégio de tê-la ao seu lado por todos estes anos.
    Esta é a única maneira de nos consolarmos com a ida dos nosso amigos. E com certeza, havendo um lugar de reencontro, todos estes companheiros que passaram pela sua e pela nossa vida, lá eles estarão, esperando por nós.
    Nelson

    ResponderExcluir
  12. Sheila querida,
    Sei como vc se sente pois cada vez que perco um filho querido, um pedaço de mim se desmaterializa. Acho que isso é a morte... mas tenho certeza de que vou encontra-los sem doença, sem dor e muito alegres pelo reencontro. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Aqui em casa lembramos de todos que partiram, Carlinhos, Sandy, Naomi, a July a qual não esquecemos um minuto, é olhar uma fotinha, contar alguma coisa, lá vem lágrimas, a July uma fila de 13 anos, foi cremada, é olhar pro baú onde está as cinzas e a fotinha, não ad ianta é choro na certa,pense num anjo negro enorme de quase 70 kilos, chamada July, ela só não falava porque Deus não deu esse dom pra ela, jamais arreganhou nem sequer os dentes, acolhia todos os cachorros que chegavam, e todos diziam vcs são loucos ter um cão desse tamanho dentro de casa, ainda mais com criança, se soubessem que loucos eram eles por não terem um anjo que só trouxe felicidade, só fez o bem e que deixou saudades...
    Só que ama e ter um amor incondicional e ilimitado pra entender o qto eles são anjos especiais enviados por Deus só pra fazer o bem!

    ResponderExcluir
  14. APROVEITO PRA AVISAR A TODOS QUE PERDERAM SEUS AUMORES DE QUATRO PATAS, QUE EXISTEM UM SITE CHAMADO WWW.HOMENAGEMPET.COM.BR, VC ACENDE UMA VELINHA COMO HOMENAGEM

    ResponderExcluir
  15. Oi querida, eu também sofro muito com a partida dos meus amigos, filhinhos do coração. Melhores amigos. Tinha 18, mas foram morrendo pouco a pouco e só me restam 13- sendo que a maioria completando 16 anos em dezembro. Força amiga. Sempre choro quando me lembro deles, e olha que não é pouco. Mas penso que uma hora vou partir e se deus quiser vou estar com eles e meu pai. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  16. QUERIDA SHEILA, SABEMOS O QUE ESTÁ PASSANDO, POIS JÁ PERDEMOS VARIOS QUERIDOS E QUERIDAS AMIGOS COMO O SEU, PORÉM O QUE NOS CONSOLA E SABER
    QUE ELES SÃO ANJOS DE 4 PATAS, E QUE VEM DOS CEUS PARA NOS ALEGRAR E ESTARÃO SEMPRE JUNTO DE NÓS. BJS MARILENE ALVES

    ResponderExcluir
  17. Sheila, sinto muitíssimo sua dor pela perda. Afago em teu coração.

    ResponderExcluir
  18. Sem palavras para expressar essa dor e esse amor, que sentimos pelos nossos filhos de quatro patas que se foram. Passam os anos, e a saudade continua. Sinto falta de todos os meus que se foram, e peço a Deus todos os dias, que me console. E hoje, peço a ele, que mande um anjo consolador para vc tbm. Beijos no seu coração!!!!

    ResponderExcluir
  19. Humm que triste...sou ruim em consolar os outros...meus sentimentos...

    ResponderExcluir
  20. Desde criança tenho animais. Voltava da escola com algum cão ou gato machucado na mochila e o escondia com a ajuda de meus irmãos, até que o bichinho estivesse curado. Em meus cinquenta anos de vida, foram tantos animais que para cada um que se foi desse mundo, perdi um pedaço de meu coração. Acredito que quando eu me for, irei sem o coração. Ainda tenho muitos para cuidar e só por isso, não quero morrer logo, não até que o último se vá em meus braços.

    ResponderExcluir
  21. Gente amada que me enviou tanto carinho, só tenho agradecer por tanta atenção e consideração.

    Ontem o dia foi triste p´ra mim e como disse uma de nossas amigas, Rebeca me enviou "Florzinha", uma miniatura dela para me lembrar sua presença inesquecível.... Já postei no blog sobre isto...

    De temperamento são bem diferentes: Rebeca era a doçura em vida.... Florzinha? avança em gente, corre atrás de pombo, mata rolinha se der sopa, não deixa muito a vontade os gatos, enfim, é um temperamento difícil.... Agora, de agarramento? é tão ou mais que Rebeca.... não me larga mesmo.... cada vez que vou lá em baixo (moro em dois andares), ao voltar parece que não me via ha anos..... quando volto de alguma ida a rua, Jesus, ela parece que vai ter um troço.... só dorme agarrada, literalmente, comigo e que ninguém se aproxime.... kakakakaka...

    Bem, na verdade, estou aqui para agradecer de novo tanto carinho e energia positiva enviada.... Que Deus abençoe a todos, incluindo, aqueles que me enviaram mensagens diretas por e-mail.....

    bjs a todos e... vida que segue.....

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪