06/09/2013

Judeus ortodoxos fazem rituais com animais aqui no Rio no próximo domingo - Caparot

A excelente reportagem do "New York Times" mostra em Nova York o costume do Caparot, em que judeus ortodoxos, na véspera do Yom Kipur, fazem uma prece girando um frango sobre a cabeça para depois matá-lo levando seus "pecados". A matéria é de 2011, mas, está bem esclarecedora para que não conhece.

UOL Notícias - 02/11/12

No Clube Hebraica, aqui no Rio, haverá este ritual no próximo domingo. Eu confirmei. Clique na setinha para ouvir a gravação que fiz com alguém que trabalha na portaria do Clube.

OUÇA A ENTREVISTA CLICANDO NA IMAGEM


Soube, por informações, que aqui no Rio fazem em clubes por conta da proteção animal. Fui avisada do dia/local do ritual por uma leitora assídua que, apesar de judia, não concorda com esta nojeira. Se alguém se propor a ir comigo  para tentarmos filmar, mande um e-mail direto, ok?

Este vídeo abaixo mostra que em vários locais do mundo, o ritual é praticado em ruas abertas,,, sem problema nenhum.... Jesus amado, me arrepia a alma porque acho que vou morrer vendo estas coisas.... o cara acha que todos os seus pecados vão para o frango e que ele ao morrer levaria tudo isto.... 

Isto é coisa do capeta, só pode!!!! E sem este papo que tenho que respeitar os costumes.... ora, se fizessem com eles mesmos, eu ficaria calada, mas, fazer com aqueles seres que tanto amamos, eu BERRO SIM!!!! Se não respeitam a vida animal que respeitem os meus sentimentos de dor ao ver tamanha besteirada em nome de "suposições".... ah, vão se catar!!!!! porque não se livram dos seus pecados cortando um braço fora, uma orelha, ou outra parte do corpo? aí eu ia acreditar que estariam arrependidos.... NOJO!!!!!!



Algumas publicações nossas a respeito do abate:
Abate Kosher e Halal tem diferença?
ANIMAIS NA RELIGIÃO: ABATES HALAL E KOSHER
__________________

NOTA DA REDATORA:
Srs. e Sras. que estão me enchendo a paciência porque fiz esta postagem, NÃO INSISTAM. Não publicamos ofensas, palavrões e inverdades. Se são judeus ou judias convictas saberão que em todos os lugares do mundo, aqueles que lutam pelos direitos dos animais, serão sempre contra qualquer ritual religioso que use animais. Aliás, no primeiro vídeo, está bem caracterizado nosso movimento. REPITO PELA ÚLTIMA VEZ: Não temos nada contra qualquer religião, apenas, não admitimos o desrespeito pela vida animal. E stop.

47 comentários:

  1. Conceição06/09/2013 12:08

    Uai, cadê o deus que todos amam e respeitam?
    Por que ele permite que se cometam esses crimes contra seres inocentes?
    Onde ele fica nessas horas?
    Dando um role pelo céu, ou, nessas horas esta batendo um papinho com o diabo e esquece do resto?
    Fico revoltada com essa e outras infinitas atrocidades por esse mundo afora.
    CREDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc Conceição ! Isso e uma barbaríe? Que DEUS êh esse gente........9 ser humano esta cada dia mais perdido""""""""""

      Excluir
    2. Os judeus são um povo muito retrógrado. Eles odeiam Jesus Cristo. Se acreditassem nele saberiam que ele sacrificou-se por nós e nenhum outro sacrificio é necessário para lavar os nossos pecados.

      Excluir
    3. Sou judeu e de fato odeio jesus.
      Realmente não acredito nele,por isso esse negocio de que ele morreu pelos pecados dos outros serve para vc,mas não para mim.
      E entendam ou pelo menos se informem mais a respeito,não tem a ver exatamente com pecados.

      Excluir
  2. Isso pra mim se chama macumba,o mesmo ritual de magia negra com outro nome. Mais uma forma que o diabo conseguiu de enganar as pessoas através de religião.Quando se mata um animal em qualquer ritual,na verdade está se fazendo um pácto de sangue com satanás,a pessoa mesmo sem esta conciencia,está fazendo uma oferenda de sangue para ele,que passa a ter autoridade e controle sobre a vida dessa pessoa.E o pior a pessoa está se compromentendo a entregar sua alma para ele. Não está sendo perdoada ou purificada de nada está se sujando mais,está pecando mais ainda contra Deus. Está se compromentendo mais com as trevas.O diabo engana as pessoa con tanta complicação e rituais inúteis.Falta de conhecimento da Palavra de Deus. Para ser perdoada de alguma coisa, primeiro tem que se arrepender em seu coração profundamente e sinceramente,falar com Deus em oração e pedir a ele este perdão, que acontecerá imediatamente após ele ver a sinceridade do coração da pessoa.Jesus veio ensinar como se comunicar com Deus. Ensinou isto quando perdoou a mulher adúltera, ele não mandou ela matar animal nenhum e nem ninguém. A levaram até ele e Ele disse para ela teus pecados estão perdoados e pronto.Ali ela se arrependeu e passou a seguí-lo.Ignorancia espiritual e falta de conhecimento da palavra de Deus faz as pessoa cairem nas ciladas do diabo, e fazer a vontade dele mesmo sem querer. "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. "Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira"joão 8,44.O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.João 10:10.I I. “Para isso se manifestou o filho de Deus, para destruir as obras do Diabo”. João 3:8b

    ResponderExcluir
  3. Toda religião é uma "Vosta" mesmo....vai tirar os pecados da senhora sua mãe, bandos de filhos da araruta.

    ResponderExcluir
  4. ensanguentados em nome de Deus...que barbaridade...

    ResponderExcluir
  5. Isso não passa de macumba, ritual de magia negra com outro nome. A pessoa que está fazendo isto na verdade está fazendo um pácto de sangue com o diabo.Está sacrificando um animal,e agradando ao diabo e não a Deus. Está se comprometendo com o inmigo e dando a ele legalidade para controlar, entrar na sua vida e bagunçar tudo do jeito que quiser.Ele aje por legalidade dada pele própria pessoa, através deste pácto e oferecimento de sangue.Mesmo quando não tem conciencia disso. Precisa buscar a Deus,ler a Bíblia e descobrir que para ser perdoado de pecados,basta em primeiro lugar se arrepender profunadamente e sinceramente e depois ir a Deus em oração com este coração contrito e arrependido pedindo este perdão a Deus e pedindo forças a ele e que ele entre em sua vida e a guie e a dirija e de forças a esta pessoa para manter este arrependimento. Isto é um pácto e uma aliança com Deus. Não precisa de nada complicado e muito menos de sacrificar vidas inocentes por nossa causa.Jesus abriu este caminho para nós, para termos acesso a Deus diretamente, falarmos com Ele,como seus filhos e ele nos ouve.Jesus vei nos ensinar isto entre muitos outros ensinamentos de como ter um relacionamento, comunhão com Deus e deu vários exemplos perdoando a mulher adúltera, perdoando um paralítico, que voltoui a andar apenas pela sua palavra. Eu te perdoo, ou vai e não peques mais(arrependimento) a mulher adúltera,quando o levaram até ele.Deus é inteleigente, a fé tem que ser inteligente."Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.João 8.Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.
    O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.João 10:9-10Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.1 João 3:8O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. Porque eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou(João 6:37-38).

    ResponderExcluir
  6. Mc 2, 1-12: Jesus perdoa os pecados.

    1Alguns dias depois, Jesus entrou novamente em Cafarnaum, e souberam que ele estava em casa. 2Reuniu-se tanta gente que nem mesmo em frente à porta havia lugar para todos. E Jesus lhes anunciava a palavra. 3Trouxeram-lhe um paralítico, carregado por quatro homens. 4Como não podiam levá-lo até Jesus, por causa da multidão, descobriram o teto no lugar em que ele se achava, e pela abertura desceram a maca em que estava deitado o paralítico. 5Ao ver a fé deles, Jesus disse ao paralítico: “Filho, os teus pecados estão perdoados”. 6Ora, estavam sentados ali alguns escribas, pensando consigo mesmos: 7“Como este homem pode falar assim? Ele blasfema! Quem pode perdoar pecados senão só Deus?” 8Mas Jesus percebeu logo em seu espírito os pensamentos deles e disse: “Por que estais pensando assim? 9O que é mais fácil dizer ao paralítico: ‘teus pecados estão perdoados’ ou dizer: ‘levanta-te, toma a tua maca e anda’? 10Pois bem, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados –disse ao paralítico– 11eu te digo: levanta-te, toma a tua maca e vai para casa”. 12Ele se levantou, pegou logo a sua maca e saiu à vista de todos. Todos se espantaram e se puseram a louvar a Deus, dizendo: “Nunca vimos coisa igual!”



    Lc 5, 17-26: Jesus perdoa os pecados.

    17Um dia Jesus estava ensinando. À sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todos os povoados da Galiléia, da Judéia e de Jerusalém. E o poder do Senhor o levava a curar. 18Alguns homens trouxeram um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo a Jesus. 19Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito, no meio das pessoas, diante de Jesus. 20Ao ver a fé deles, disse: “Homem, os teus pecados estão perdoados”. 21Os escribas e fariseus começaram a perguntar-se: “Quem é este que assim blasfema? Quem pode perdoar pecados senão só Deus?” 22Percebendo os pensamentos deles, Jesus respondeu: “O que estais pensando em vossos corações? 23O que é mais fácil dizer: ‘teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘levanta-te e anda’? 24Pois bem, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados –disse ao paralítico –eu te digo: levanta-te, pega o teu leito e vai para casa”. 25Imediatamente ele se levantou diante deles, tomou o que lhe servia de leito e foi para casa, louvando a Deus. 26Todos ficaram fora de si, louvavam a Deus e cheios de temor diziam: “Hoje vimos coisas maravilhosas!”





    Jo 5, 1-9: Cura do paralítico em Jerusalém.

    1Depois disso, celebrava-se uma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. 2Existe em Jerusalém, junto à porta das Ovelhas, uma piscina chamada em hebraico Betesda, que tem cinco pórticos. 3Muitos enfermos, cegos, coxos e paralíticos ficavam aí deitados esperando o movimento da água. 4Pois de tempos em tempos um anjo do Senhor descia na piscina e a água se punha em movimento. E o primeiro que entrasse no tanque, depois da agitação da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse. 5Entre eles, havia um homem que estava doente há trinta e oito anos. 6Jesus o viu deitado e, ao saber que estava doente há muito tempo, disse-lhe: “Queres ficar curado?” 7O doente respondeu: “Senhor, não tenho ninguém que me ponha na piscina quando a água se movimenta. Enquanto estou indo, outro doente desce antes de mim”. 8Jesus lhe disse: “Levanta-te, toma o teu leito e anda”. 9No mesmo instante aquele homem ficou curado, tomou o leito e andou. Aquele dia era um sábado.

    ResponderExcluir
  7. Querem se livrar dos pecados cometendo mais um? Até parece que para se comunicar com Deus precisa matar. Façam boas obras e a caridade encobrirá todos pecados. O que os bichos tem a ver com isso! Coisas ruins acontecem porque as pessoas se afastam de Deus e não O procuram. Ele não pode intervir na bestialidade humana, cada um é dono do seu destino.
    Jean

    ResponderExcluir
  8. Chibatada não costas pra se livre do pecado ninguém quer... mas matar a pobre galinha pode! O pior é esse pessoal que acredita nisso, não pensa e só repete o que algum maluco inventou!!!

    ResponderExcluir
  9. gente maldita, só eles não podem sofrer, o resto que se dane, pegue a mãe do rabino e rodopie até pagar os pecados desses nojentos.

    ResponderExcluir
  10. Parece-me que certas coisas - e não há aqui nenhum preconceito, apenas constatação de fatos - acontecem por um motivo. Quando do holocausto - todos ficam horrorizados até hoje, eu inclusive - houve quem dissesse que foi um merecido castigo pela participação dos judeus na morte de Jesus. os negros são perseguidos até hoje e repudiados - há quem diga que a "marca" que Deus colocou em Caim, por matar Abel, foi a cor negra -, mas continuam a fazer seus "despachos" e "oferendas", em todos os países aonde vivem e na África, inclusive enterrando pessoas e animais vivos ou retirando-lhes o coração ainda vivos, com a intenção de conseguir benesses. Bem, talvez essas pessoas mereçam, enfim, o que lhes é imputado.

    ResponderExcluir
  11. CORTAR AS BOLAS PRA SE LIVRAR DOS PECADOS NINGUEM QUER NÉ.

    ResponderExcluir
  12. Faz o seguinte, para quem postou isso aí pedindo ao Jesus Amado... Coloque um pedaço de biscoito de farinha molhado com vinho na boca e acredite estar ingerindo a carne e o sangue de Jesus, depois fique aí dizendo que a crença dos outros é "coisa do capeta..." Dos judeus é coisa do capeta, né o intolerante??? Suas práticas (de quem escreveu) são coisas de Deus, né? Escuta aqui: o artigo 5 da Constituição dá a todos os brasileiros a liberdade de credo e culto. A Kapará faz parte do culto de ALGUNS judeus que seguem mais a ortodoxia religiosa. Não é algo disseminado nem obrigatório a todos os judeus. A maioria esmagadora liberal e secular não pratica isso. No fim das contas não necessariamente comem as galinhas. A marioria delas é doada à instituições de caridade, como de hábito das comunidade judaicas brasileiras. E ningueém venha aí dizer que os judeus obrigam as crianças necessitadas brasileiras a comerem seus pecados... Essa cerimônia é apenas um atoa místico de fé como há os mais diversos em todas as religiões. Se vcs então são vegans, é óbvio que tem que ser contra isso com as galinhas mesmo E LHES DOU TODA A RAZÃO, porque vcs são livres para achar o que bem entenderem. Mas afirmar que o culto judaico é coisa do capeta, aí é racismo puro. Isso não é um ritual novo: é um ritual milenar. Se quiserem ser contra um punhado de judeus matarem e comerem galinhas neste dia do ano, sejam coerentes e exijam que ninguém coma galinha naquele dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jose,
      o que vc. não consegue ver é que "cultos judaicos ou de qualquer outra religião" ao usarem animais em rituais, nos provocam enorme sofrimento. Nossa maneira de ver é que tudo aquilo que provoca sofrimento ao nosso semelhante é coisa do "coisa ruim". Deus, que parece ser o mesmo em todas as religiões, traduz na vida que nos deu, toda sua benevolência com todos os seres....

      Para nós, uma simples galinha que é morta pelo método kosher ou halal, não merece sofrer em nome de crenças. Rituais podem ser milenares, mas, devem ser questionados na sua evolução. Aliás, os judeus estão chegado a 6 mil anos, não é mesmo? já teve tempo suficiente para aprender a amar a todos os seres e não continuar a matar os animais onde implica sofrimento só por causa de uma crença.

      Claro que somos contra qualquer morte de animal, mas, o método usado pelos judeus e muçulmanos é cruel demais....sem nenhuma insensibilização.... é um horror!!!! você deveria reconhecer esta verdade....

      E olha, José, vai aprender o que é racismo!!!! Ninguém aqui é contra religião ou povo nenhum... todos sim são contra o uso da vidas de seres que são reais e que sofrem em nome de nada, na verdade.

      Judeus sofreram sim e muito, coisa do qual toda humanidade se envergonha. Mas, vocês tem que parar de usar a barbárie feita ao seu povo para se desculpar daquilo que estão profanando, que são os nossos animais. Aliás, nada se pode falar contra os judeus que lá vem o dedo na ferida.... É igual ao nosso país que vive alegando que não vai p´ra frente por causa da revolução militar de 64... ah, tenha dó!!!!!!

      Excluir
    2. Parabéns José vc tem peito para responder e não fica atras dos anônimos isso sim é covarde .

      Excluir
    3. Senhor José porque esses costumes religiosos não praticam esses rituais consigo próprio, Acredito para se redimir de seus pecados as pessoas deveriam fazer algo consigo próprias para sentirem a dor do sofrimento e dessa forma pagar seus pecados. Por que tem sempre que fazer com seres inocentes que não cometeram seus pecados???????? Por favor, respeito todas as religiões, só não respeito fazerem maldades com criaturas indefesas para pagar pecados que não são delas. Quando o ser humano começar a fazer algo ruim consigo mesmo em nome de uma religião, aí sim, respeitarei e valorizarei essa religião, mas, enquanto estiverem fazendo com os animais desvalorizo qualquer uma. É MUITO FACIL LIMPAR MEU PECADO COM O SOFRIMENTO DOS OUTROS.

      Excluir
    4. Hr. Roitberg, "Tradition ist eine Lanterne, die DUMME hält sich an ihr fest, dem KLUGEN leuchtet sie den Weg" Bernard Shaw!!
      Nao me importa se o sr. é preto, judeu, branco, amarelo. catolico, o raio que o parta....um povo que passou pelo holocausto e nao consegue se libertar de continuar colocando a MORTE como simbolo de sua religiao nao merece o deus que cultua. HOLOCAUSTO ANIMAL fora do nosso planeta. Parem de tirar a vida de criaturas, que tambem tem o direito de viver como todos nos humanos, em nome da propria covardia e da infinita ignorancia. Caso o sr nao tenha entendido o texto acima em alemao, consulte algum amigo do Reich que continue cultivando o holocausto animal e humano como o sr.
      Dora

      Excluir
  13. Uma das maiores bizarrices que pessoas podem fazer é sacrificar animais por "motivos religiosos".
    Silvan

    ResponderExcluir
  14. Jogue a primeira pedra quem nunca comeu um Nugget!

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Não sei quem é vc. ,mas, parece sofrer daquele troço chamado de mania de perseguição.... Ninguém está contra judeus, muçulmanos, candomblecistas ou qualquer outro segmento religioso.... SOMOS RADICALMENTE CONTRA o desrespeito que as pessoas tem pela vida animal. Estas "tradições" culturais nos fazem sofrer porque são usados seres que amamos e respeitamos.... Se estas pessoas são insensíveis a ponto de manter uma tradição mesmo sabendo que nos provoca imenso sofrimento, é um problema de consciência de cada um....é a retratação do egoismo e contradição de amor ao Deus que professam.... Tenho dito!!!! e de preferência, mostra sua cara....

      Excluir
  16. Nem Deus e nem o Diabo tem nada com isso! O problema é unicamente de certos energúmenos que fazem parte de nossa espécie. O tempo passa, mas eles não evoluem de jeito nenhum! Até poucos meses atrás ainda impediam as mulheres de rezar no Muro das Lamentações e muitos chegaram a ser presos quando partiram pra violência. Motivo: a mulher é um ser imundo, especialmente porque menstrua, é um ser inferior e que deve ser obediente ao seu pai, marido, irmão, filho...O "Deus" dele é aquele que os manda matar, sacrificar, pilhar e fazer tudo o que não presta. Quem leu todo o Primeiro Testamento sabe do que estou falando. Eles se julgam únicos filhos de Deus e o resto que lambam o chão pra eles.
    Aí, vem uma cambada de bundões (me desculpem a expressão) que não querem que ninguém faça nada para importuná-los! Devemos respeitar a religião deles!
    Respeitar, os escambau! Se querem cometer autoflagelo que o façam até a morte, porque os animais devem ser respeitados assim como disse Jesus Cristo de nossa religião, que deve ser muito mais respeitada, ainda mais por estarem em nosso país. É um país de merda, mas ainda assim é nossa terra.

    ResponderExcluir
  17. Senhor José, a Constituição garante a liberdade de culto, não a liberdade ao crime. O que o senhor tenta legitimar aqui é assassinato; chame o senhor do que quiser. Os animais também têm seus direitos perante à lei. No passado, parece-me, atavam bilhetes/cartas de todos os cidadãos de uma vila/cidade ao corpo de um pobre bode, para, em seguida, abandona-lo no deserto, para que morresse e, com ele, seus pecados - daí a origem do termo "bode expiatório". Ao invés de extinguir essa prática primitiva, cruel, bestial, o que fizeram foi substituir um pobre animal por outro. Essas pessoas deveriam ser internadas em manicômios, em camisas de força!

    ResponderExcluir
  18. Cada um pode acreditar no que quiser, mas deixem os animais em paz.

    Alias, vale para TODA religião que deseja "sacrificios" : transformem isso em trabalho voluntário, doações, jejum.......

    As galinhas muito provavelmente não acreditam em nada e estão ai 'pagando o pato " ??.

    Beatriz- Porto Alegre

    ResponderExcluir
  19. Camila Pacheco07/09/2013 12:20

    Com certeza é exatamente a mesma coisa que se pratica em rituais de Candomblé e outras religiões de matriz africana em trabalhos de esquerda, onde o pai de santo neste ritual oferece o sangue do Galo para os Exús para que seus pecados ou sei lá o que transfira-se para o sangue e te liberte do que quer que seja...

    é ritual macabro! Bando de morféticos! do que estes idiotas se diferem das religiões pagãs? Ridículos!

    ResponderExcluir
  20. E o mais engraçado é que exatamente os povos que mais sofreram abusos como negros e judeus é que deviam saber como é sofrer sem ajuda e defesa nenhuma, é que fazem isso. Digo isso genericamente, pois como o próprio judeu que comentou aqui, não são todos os judeus que fazem esses rituais e nem todo negro ou descendente de negro é da umbanda ou do candomblé. Aliás nem todo mundo que faz parte dessas religiões fazem sacrifício. Sou contra sim, não contra as religiões (todas), mais sim contra os rituais de sacrifício de animais de TODAS as religiões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, posso assinar suas palavras? muito bem exposto
      abraço

      Excluir
  21. Parabéns José R. vc explicou muito bem e teve peito de colocar seu nome ou seja mostrou a cara .

    ResponderExcluir
  22. Até aceito a reclamação de vegetarianos ou que seguem a alimentação vegan. Quem não for vegetariano convicto não tem a menor moral para criticar nada, até porque nesse caso não é um sacrifício sem causa de animais e sim a doação para caridade de alimentos a partir de uma cerimônia que tem esse fim, sem crueldade alguma envolvida. Bem diferente de rituais que desejam alcançar bem materiais e que simplesmente matam para atingir objetivos pessoais. A Bíblia é repleta de sacrifícios animais e os cristãos aceitam sem problemas, o problema é quando entram dois personagens na história: antissemitas e judeus Fazem o mesmo com negros e nordestinos, a mesma racinha desgraçada de racistas que são criminosos perante a lei. E que tem autoridade aqui para falar "meu país"? Este país foi povoado basicamente pro judeus convertidos à força, os únicos que poderiam dizer "meu país" são os índios que forma dizimados pelos portugueses. Isso sim um sacrifício. Provavelmente esses antissemitas têm sangue judeu nas veias, diferentemente de Jesus, que era judeu autêntico e seguia a mesma Bíblia que pregava que, em determinadas ocasiões, haveria sacrifício para expiação. Tenham coragem e em vez de ficar dando telefonemas anônimos fingindo ser alguém que não é como se fosse detetive da polícia, invadam a Friboi, a Sadia e outras empresas que matam animais para vender e não para dar aos pobres para comer, ou querem agora se meter na religião dos outros e impedir que seja feita uma boa ação? Essa pessoa que ligou faz voz de simpática enganando o porteiro para depois agir como se fosse uma defensora do "bem", por que ela não vai se informar no que consiste a cerimônia??? Ou faz o mesmo em todos os terreiros de candomblé? Falta-lhe coragem??? Pessoalmente, sou contra matar animais, mas sou mais ainda contra racismo e nessas horas vejo aqui que os que se indignam contar sofrimento animal são indiferentes ao racismo mais vil e proibido pela lei brasileira.

    ResponderExcluir
  23. Publiquei seu comentário só para as pessoas lerem o que uma pessoa irracional é capaz de falar...
    Sr. Anonimo, vc. critica minha ligação telefônica objetivando somente confirmar o "evento". O que tem de errado? O homem não perguntou quem estava falando, pois, do contrário teria dito meu nome e identidade até, se ele quisesse....

    Agora, bem se vê que não é nosso leitor, pois, nem sabe que tenho inúmeras entrevistas no blog a respeito de rituais com animais, incluindo um babalorixá. Tolinho e bobinho....

    Outra coisa, vá ler o que é racismo!!!!! o nosso texto está totalmente esclarecedor e nos comentários idem. Quanto a sua sugestão de fazer isto ou aquilo, vá dar conselhos a sua pobre vovozinha que deve estar bem revoltada de ter um neto (a) tão tapadinho que nem você....

    Pois é, a dificuldade de interpretação de texto dá vazão ao destrambelhamento mental de não ser capaz de juntar 2 + 2.... É por isso que nenhum advogado candidato a promotoria lá na Bahia não conseguiu atingir a nota mínima que é 6 numa redação.... Pois é.... vejam só como faz falta boas aulas de portugues onde a interpretação de textos é primordial....

    Vai, (com toda minha paciência criatura) lamber sabão p´ra ver se fica mais inteligente... E de preferência se identifica, da próxima, p´ra gente ficar sabendo que vc. é.... como eu estou fazendo aqui!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem postei anonimo,no entanto meu comentario não foi postado aqui.
      Sou aquele que escreveu em ordem numerica,1,2,3,4,5,etc
      Sheila,se reparar teve sim comentarios grosseiros e anti-semitas de outras pessoas.
      Acima vc cita que fez entrevista com um babalorixá,então por qual motivo não fez entrevistas com rabinos ortodoxos ? Vi em algum lugar (talvez até aqui) justamente um representante de uma religião afro-brasileira dizendo que essas oferendas de esquina são erradas e que o certo é eles consumirem ou ir para a caridade.
      No post que vc não aprovou eu explico que vai para a caridade e que é uma quantidade minima se comparado com as grandes fabricas.
      Queria saber por que não vão um Domingo pra porta de uma churrascaria rodizio fazer manifestação contra !!
      Ou quem sabe diariamente ir na colonia de pescadores do posto 6 em Copacabana reclamar,já pararam pra pensar que maldade fazem e como os peixes morrem sem ar ?
      Pra finalizar,eu amo animais !! Cachorros,gatos,passarinhos,peixes,etc ou seja,estou do seu lado e ao lado de todos aqui do blog,apenas tenho a minha religião,que deve ser respeitada.

      Excluir
    2. Amiguinho, estou publicando seu último comentário só para lhe dizer que não vou dar mais IBOPE a uma pessoa tão chatinha como vc. e que não tem coragem de botar a cara para defender sua opinião.

      Nunca entrevistei um rabino porque NUNCA UM RABINO QUIZ DAR ENTREVISTA. Se conhecer algum com tal disposição, me fala?

      Quanto a este comportamento irascível de cobrar comportamento daqueles que lutam pelos animais, vai catar coquinho ou arrumar o que fazer!!!! matar animais que supostamente vão para "caridade" não desculpa, em nenhum momento, tamanha incongruência. Só porque vai para caridade, em nome de Deus, podemos fazer sofrer um animal? ah, vai te catar!!!!!

      Agora, entenda pela última vez: Ninguém está desrespeitando religião nenhuma, como também, ninguém pode gostar tanto de bicho (como diz) e aceitar um ritual religioso onde os animais são sacrificados pelo abate kosher ou halal.... É contraditório e muito nojento.

      Seja feliz e resolva isto na sua consciência. Se vc. é judeu mesmo, vai lá e fala isto com seu rabino. Peça para ele não realizar mais rituais onde animais são mortos com sofrimento para expiar seus pecados.... que tal?

      Excluir
    3. Bravo, Sheila! Contraditório mesmo. Curioso é que os judeus se comportam como eternos perseguidos, mas cometem absurdos iguais ou maiores aos que sofreram...

      Excluir
    4. Acredito que não ira publicar o meu comentário, mas não custa nada tentar... Seu tipo de argumentação esta precisando de uma tarimbada.. lembra mais de um adolescente batento o pezinho e fazendo beicinho. Realmente, trocar ideias com você não deve ser nada fácil, alias, o pessoal da defesa dos animais estão mais para religiosos fanáticos que propriamente protetores do bem estar. Antes de me xingar ..rsrsrsr... adotei um cãozinho há tempos e gosto de comer carne/peixe.

      Excluir
  24. Moro em um prédio que deu pra ver essa matança. Eu fiquei indignada, acordei com os pios das pobres galinhas, cada uma que eu via ser morta eu lamentava, que tortura, ver tantas galinhas serem sacrificadas a troco de nada. Achava melhor eles se purificarem se castigando a si próprio; isso sim é sacrifício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentirosa !!!
      Não viu nada !!! Local fechado e sem vista.

      Excluir
    2. Disse tudo Mimosa! Concordo plenamente com a sua indignação e racioncínio. Passar a culpa para as galinhas, é fácil. Se o problema é o pecado, então que parem de pecar e não sacrifiquem animais inocentes. QUANTA INGONORÂNCIA!

      Excluir
  25. Uma macumba básica, refletindo uma crendice milenar e ignorante de um povo contraditório. Porque em um passado não muito distante, eles sofreram horrores nas mãos de um tirano que se achava praticamente um deus, determinando quem deveria viver, ou morrer. Os judeus deveriam tomar isso como exemplo, para nunca mais submeter nada nem ninguém a passar por qualuqer tipo de sofrimento. Não falo na qualidade de vegan ou vegetarian, falo na qualidade de ser racional que pensa antes de seguir práticas absurdas só porque são tradicionais e seculares. ACORDA MUNDO!

    ResponderExcluir
  26. Sheila, vou responder seu comentário lá em de cima após o meu. A lei brasileira permite a liberdade de credo e culto. Liberdade total. Por outro lado a lei brasileira também protege a liberdade de expressão. Assim, os vegans (que não são culto nem credo) tem todo o direito de se indiginar pelas causas que defendem e expressar livremente esta indignação.

    A saber há vários países que proibem o abate kosher e halal, como Suiça há mais de 100 anos, Nova Zelândia, alguns dos países nórdicos e recentemente a Polônia (neste caso apenas o abate para exportação - o de consumo interno está permitido, pois se proibido, violaria as leis polonesas de liberdade de credo e culto).

    A questão em relação ao abate kosher e halal, também vem de forte preconceito. Ele foi criado para que o bicho a ser morto morra rapidamente de perda de pressão sanguínea. É feito um corte na jugular, com faca afiadíssima.

    O abate regular em grandes frigoríficos é feito com "estonteamento" que nada mais é que dar uma marretada na cabeça do gado seja com martelo pneumático ou não. Na linha de produção, os trabalhadores martelam pontos errados do gado. Por vezes um boi é atingido várias vezes. Em seguida ele já é colocado nos ganchos, esteja morto ou vivo e começa a ser cortado, esteja vivo ou morto. No caso de se perceber que está vivo, o costume é cortar-lhe a medula no pescoço que não o mata, mas apenas o paraliza para que continue a ser retalhado, vivo. Isto é amplamente documentado.

    Não há outros cortes em animais abatidos de forma kosher, antes do animal estar morto, o que leva uns 10 a 15 segundos.

    No caso das galinhas, fica parecendo que os judeus são terríveis porque cortam os pescoços das galinhas. Mas isso é feito em todas a galinhas, perus e similares consumidos em qualquer lugar do mundo.

    Sei que você deve ester enojada com as descrições, mas esta é a realidade e o ser humano prefer esquecer que come pedaços de bichos mortos. É mais simples assim.

    A Torah, o Velho Testamento, em vários de seus pontos prevê uma alimentação vegan. A introdução da carne de boi e galinhas na alimentação judaica vem com a adoção dos costumes romanos e europeus. Há um número considerável de judeus vegetarianos e vegans, inclusive donos de restaurantes destas modalidades de alimentação.

    Mas basta você ler os posts e verá que praticamente todo o discurso "anônimo", é um discurso apenas racista, tipificado como crime pela lei brasileira. Calma: não estou acusando vc de absolutamente nada, pois acredito firmemente em nossas leis.

    Talvez o mais correto seria desabilitar a possibilidade dos racistas se esconderem no anonimato. Apenas isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José,
      apesar de discordar da sua afirmativa que os métodos kosher ou halal são indolores, quero dizer que seu discurso neste comentário foi bem razoável e equilibrado. Gosto de discussões de nível, pois, trazem esclarecimentos bem interessantes. Queria muito aproveitar para perguntar se conhece algum rabino que se dispusesse a nos dar uma entrevista a respeito da descontinuidade deste ritual que me parece (eu disse que me parece) ser bem visível. Acho que um percentual muito grande de judeus, incluindo até os ortodoxos, estão deixando de lado o caparot. É impressão?

      Excluir
    2. Kapparot nunca foi consenso entre os rabinos ortodoxos, inclusive no passado. O grande Nachmanides, por exemplo, era opositor, o considerava um ritual anti-judaico. Yosef Karo também condenava o ato, que lembra sacrifícios de culturas pagãs, e vai contra o princípio do tza'ar ba'alei chayim, que é o princípio de não provocar sofrimento desnecessário aos animais (e o abate kosher deve seguir esse princípio, ordenando o uso do método menos doloroso o possível em caso de abate, e na prática dificultando o consumo de carne - muitos rabinos consideram que os mandamentos da kashrut pretendem santificar o homem reconduzindo-o aos poucos ao vegetarianismo original da humanidade, disciplinando nosso lado animal (que deseja carne). Vale dizer que muitas comunidades sempre usaram sacos com moedas no lugar de galinhas, moedas que eram giradas sobre a cabeça e depois dadas à caridade para pagar nossas faltas.

      Excluir
  27. Eu respeito todas as pessoas que são contra sacrificios de animais em rituais religiosos ,principalmente por que quando elas comem carne...comem com o bicho vivo .
    Pronto falei !

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde Prezados, a matança de galinhas repetiu-se no também no Club Monte Líbano da Tijuca, um caminhão de aves chegou no club na parte da manhão e todas foram sacrificadas em prol do ritual. Tenho certeza que o pecado esta em todos não é justo a galinha pagar o pato dos judeus ortodoxo, uma oração seria a forma real de pagar por seus erros, não conheço a crença, devemos respetar seus costumes mesmo não admitindo esse absurdo, tolerar é a melhor forma de convivermos pacificamente e em paz com o Divino.

    ResponderExcluir
  29. Próximo encontro para protestar contra rituais: Neste Sábado, em todas as churrascaria que alguém estiver comemorando aniversário... É um absurdo pessoas comemorando mais um ano de vida, brindando por uma vida longa, em mesas repletas de animais mortos... (ah.. estou sendo sarcastico, ok?)

    ResponderExcluir
  30. Quem fez essa reportagem mexeu num vespeiro e tem que ta pronto para aguentar niguém mexe como o dito povo eleito sem se machucar, Henry Ford quase venceu a luta contra esses facinoras, o fato é que agora sabe se que usam animais, ainda bem que não descobriram os ritual murder onde usavam crianças e mulheres no ritual e bebiam seu sangue, quem se interessou procure o arquivo em pdf DER STURMER isso mesmo o semanario alemão que expos esta pratica para todo mundo da epoca incluindo nomes e datas das vitimas, que não foram poucas, por isso quando some uma criança hoje em dia fiquem bem atentos, infelizmente o arquivo esta em inglês mas vale a pena conferir, somente reconhecendo os erros do passado podemos fazer um novo futuro, abraço a todas as pessoas de boa vontade e integras

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪