09/09/2013

Arrependida, mulher que jogou água fervendo em cachorro quer adotá-lo

Leva mal não, mas, não consigo acreditar em quem teve coragem de fazer uma maldade destas se arrepender.... Ele está com medo é do processo que vai responder....
______________________
Cão Valente se recupera lentamente de queimaduras após agressão
Animal sofreu queimaduras de terceiro grau em São José do Rio Pardo, SP. 
Ela responderá por maus-tratos e pode pagar multa de R$ 3 mil, diz polícia.

A mulher que há uma semana jogou água quente em um cachorro para espantá-lo de frente de casa, em São José do Rio Pardo (SP), afirmou estar arrependida pelo que fez e quer adotá-lo. “Eu quero muito ficar com ele porque feri os meus princípios, não sou uma pessoa má”, disse a dona de casa ao G1 nessa quinta-feira (5).

A Polícia Ambiental fez uma visita ao cão no fim de semana para avaliar as condições dele. O resultado
do laudo feito por um veterinário nesta semana será anexado ao processo contra a dona de casa que cometeu a agressão. Ela deve responder por maus-tratos e abuso contra animais, além de pagar uma multa que pode chegar a R$ 3 mil.

A mulher, que prefere não se identificar, reviu o cão chamado Valente e disse que ficou muito triste com a situação que provocou na última quarta-feira (29). “Senti-me  mal por ter feito aquilo. Estou muito envergonhada. O que eu fiz foi muito desumano e nada justifica. Quero ajudar no que for preciso e, se for possível, trazê-lo para casa para cuidar dele”, afirmou.

Valente teve queimaduras de terceiro grau. Ele é tratado atualmente pelo comerciante Matheus Mafepi, que é dono de uma loja de pet shop e atua na ONG União Protetora dos Animais Riopardense (Unir).

Segundo ele, o animal ainda sente dor, está com uma perna inchada e parte da pele atingida pela água quente se desprendeu do couro. “Vou solicitar ao veterinário que venha vê-lo nesta sexta-feira (6). Ele ainda está um pouco acuado e assustado. Hoje fui lavar o canil e ao me ver jogar a água com o balde ele correu e se escondeu embaixo do sofá”, relatou Mafepi.

Ajuda
O comerciante disse que se surpreendeu com a visita da mulher que agrediu o cão. “Ela me procurou, pediu perdão e afirmou que vai ajudar com os gastos. Percebe-se nitidamente que ela está arrependida e quer colaborar de alguma forma”, contou.

Apesar do interesse, Mafepi disse que é contra a posição dela de adotar o animal. “Ela quer tapar a cicatriz para se redimir, mas eu não gostaria de entregar o cão em virtude do que aconteceu. Deixo as portas abertas para ela visitar quando quiser, mas entregá-lo vai contra meus princípios”, afirmou.

O cachorro, que foi abandonado por uma família no bairro Vila Formosa, estará disponível para adoção tão logo se recupere dos ferimentos. Quem estiver interessado, pode entrar em contato com Mafepi no telefone (19) 99427-8690 ou procurá-lo na loja em que trabalha na cidade em horário comercial.

Justificativa
A dona de casa que jogou água quente no animal mora há um ano no bairro. Na ocasião, ela disse ao G1 que cometeu a agressão porque desde que se mudou, cerca de cinco cães ficavam diariamente na calçada em frente à casa dela e causavam transtornos devido à sujeira de fezes e urina.

“Eu pintei o portão em março e já está todo enferrujado de tanto xixi. Todo mundo comete um erro quando é pressionado. Eu tenho uma cachorrinha vira-lata e nunca tratei mal. Para eu ter chegado a esse ponto é porque a situação já estava insuportável, foi um momento de raiva. Joguei a água para espantá-lo, mas me arrependo do que fiz”, garantiu.

A mulher relatou ainda que gatos entram frequentemente na casa dela e, por isso, o carro dela está todo arranhado. Ela afirmou também que chegou a pensar em buscar auxílio na Prefeitura, porque a situação estava insuportável. “Eu encontrei um conhecido que trabalha lá, expliquei a situação e perguntei o que fazer. Tinha até pedido o telefone da Zoonoses, mas na hora da raiva não consegui me conter”, relatou.

FONTE: EXPRESSO MT

24 comentários:

  1. Sou contra! Amanhã ele late muito e ela esfaqueia o pobre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliza. Concordo! Cara de pau essa mulher.

      Excluir
  2. Esta hedionda pessoa teve bastante tempo para refletir no que ía fazer esperando a agua ferver ... bastante tempo para se arrepender e desligar o fogo ... a crueldade não tem limites ! Sou Renata Cheferrino do Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com essas opiniões, ela quer tentar escapar do processo e da multa. Em hipótese alguma deve-se entregar esse sofredor para essa louca , pois já foi vítima de abandono , sofreu nas ruas e ainda por cima topou com uma pessoa descontrolada e maldosa.Ela não sabe o dia de amanhã,o que pode ainda acontecer com ela, sentir as mesmas dores que ele está sentindo.Meu nome é Leoní Bacci ,de São Paulo , Capital

      Excluir
    2. maria do carmo09/09/2013 21:45

      Concordo também.....se quisesse espantar o cão usasse de outra forma....mas como foi dito acima...teve tempo para esperar a agua ferver.....

      Excluir
  3. Não tem condições para ter um animal. Pavio curto, não tem dentro dela tolerância, amor e paciência com os nossos irmãos inferiores. Tenho 12 gatos em casa, quando chego, pelo menos uns 5 se espalham em cima dos carros, (meu e do meu marido)por causa o calorzinho, nunca vi um aranhão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso mesmo, também temos gatos em casa eles sempre subiram nos carros e nunca arranhou.

      Excluir
  4. Quem teve a coragem de fazer isso uma vez...pode ter outro descontrole e cometer mais uma vez outro ato de crueldade...mesmo porque creio que o cão também não se adaptaria..com certeza ele tem memória do que lhe aconteceu...

    ResponderExcluir
  5. gostaria de fazer o mesmo que ela fez com o peludinho, jogando ela dentro de um container e deixando cozinhar até morrer em paz
    Não perdoaria de jeito nenhum, quem faz uma vez quer sempre mais.

    ResponderExcluir
  6. Uma pessoa destemperada como ela, vai certamente repetir o feito, quando se estressar novamente. Não se deve entregar a vítima ao agressor.

    ResponderExcluir
  7. É mentira que os gatos arranham os carros. Os meus andam sempre em cima dos carros, dormem, pulam de um carro para outro e nunca, mas nunca mesmo nenhum deles arranhou nenhum deles. Essa mulher quer é acabar o serviço que começou a fazer, matar o cachorro. Nada do que ela falou justifica a atitude dela, nada.

    ResponderExcluir
  8. Desequilibrada total. O cão deve ter oura família e não ela.

    ResponderExcluir
  9. Quem der este cãozinho para esta mulher adotar é tão criminoso quanto ela. O rapaz que está cuidando do cãozinho disse que vai deixar esta mulher visitar o bichinho. Não concordo! Ele vai ficar mais traumatizado, pois vai relembrar a violência que foi submetido. Se fosse uma criança que recebesse água fervendo no corpo seria normal deixar o agressor visitá-la, só porque ela se "arrependeu"? Quando encontrei minha filha canina Michele, ela estava escondida na garagem da minha casa agonizando. Acho que ela entrou lá no momento em que meu irmão ou meu pai tiravam o carro e ninguém viu. Ela entrou para se abrigar e caiu no chão ficando lá, acho que já para morrer. Então, meu pai quando foi colocar o carro na garagem a encontrou e levou ao veterinário. O veterinário constatou que ela tinha poças de sangue debaixo da barriga e quando a operou vários órgãos, incluindo o útero e ovários estavam amassados, provavelmente por ter sido espancada. Uma cena terrível! MIchele passou dias tomando remédios e em repouso. Quando ficou curada, meu pai disse que uma mulher foi procurá-lo e disse que Michele foi dela, mas ela achou que a bichinha estava dando muito trabalho e a vendeu para um homem pobre que passou a usá-la para dar filhotes e vendê-los. Por algum motivo, MIchele o desagradou e o monstro a espancou e depois jogou na rua. Por sorte Michele é inteligentíssima e conseguiu caminhar até nossa garagem e quando chegou lá não teve mais forças, ficando agonizando atrás de uns caixotes. A mulher que era antiga "tutora" de Michele disse que achou lindo o que meu pai fez socorrendo minha filha, e disse que iria fazer uma visita a bichinha. Meu pai disse que NÃO! Porque ela já tinha sofrido muito nas mãos dele e daquele monstro e agora ela tinha uma vida nova e melhor. Por isso, ele queria que esquecesse o passado horroroso dela e seguisse em frente sem ter mais contato com aqueles que lhe causaram tanto sofrimento. Meu pai até foi educado. Se fosse eu... Eu teria dito que se ela ousasse visitar MIchele, eu daria um belo chute nela e a jogaria miserável escada a baixo para que ela soubesse o que é sofrer tamanha violência.

    ResponderExcluir
  10. Tenho vontade de colocá-la num caldeirão cheio de água fervendo, como se faz com macarrão.

    ResponderExcluir
  11. Pra ter bicho e não saber lidar/relevar/tolerar o que eles fazem, melhor não ter. Bichos fazem coisas do arco da velha, principalmente quando filhotes ou muito jovens.
    Meus cães, por exemplo, já mastigaram placa de carro meu, eu achei foi engraçado. A providência foi separar cachorro e automóvel. O ladrão chega no carro, mas meus cães não. rs
    Silvan

    ResponderExcluir
  12. eu nao acreditarei jamais que ela esteja à altura de uma atitude digna para com o cão...jamais!essa é um dos demônios travestidos de gente que perambulam por aqui para tornar nossas vidas amargas e a dos pobres animais ainda mais!"

    ResponderExcluir
  13. Essa mulher não poderá em hipótese alguma ficar com o pobre bichinho e na minha opinião não deve ter animal algum.

    ResponderExcluir
  14. Gente boa, sequer pensa em ferver uma panela de água para jogar sobre um animal indefeso! Ela ferveu água com este propósito e agora sabe que além da multa e do processo, ainda tem que enfrentar a revolta dos moradores. Não acredito em seu arrependimento, nem um pouco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho! Deveria ficar sem a virinha, tb. A coitadinha está correndo perigo! E não deixaria visitar o Valente... O pobre deve sofrer só de sentir o cheiro dela!
      Abs,

      Beatriz Pacheco

      Excluir
  15. Mulher falsa. Espero que alguém responsável adote o animal.

    ResponderExcluir
  16. claro que ela vai maltratar de novo,está finjindo que está arrependida.

    ResponderExcluir
  17. Essa mulher é um monstro. Que crueldade. Espero que não deem o pobre Cãozinho a essa desequilibrada. Ela não tem condições para adotá-lo. Além disso, o pobre Valente deve ter tomado horror dessa mulher. O cão não merece sofrer mais ainda vivendo sob o mesmo teto que essa insana.

    ResponderExcluir
  18. - Criatura dissimulada não?...cara de pau pedindo para adotar cão que agrediu...Seria como entregar a vítima ao seu algoz...
    Essa ... é um perigo para qualquer ser vivo..

    ResponderExcluir
  19. Ah, deixa eu jogar um pouquinho de água fervendo nela, só para espantar. Depois eu me arrependo, tá?

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪